Filmes por gênero

DELÍRIO DE LOUCURA (1956)

Bigger than life
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Atrás do espelho (Portugal)
Derrière le miroir (França)
Dietro lo specchio (Itália)
Más poderoso que la vida (Espanha)
Mensch oder teufel (Alemanha)
Bakom spegeln (Suécia)
Giften i blodet (Dinamarca)
Больше, чем жизнь (União Soviética)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Drama
Direção: Nicholas Ray
Roteiro: Cyril Hume, Richard Maibaum
Produção: James Mason
Música Original: David Raksin
Direção Musical: Lionel Newman
Fotografia: Joseph MacDonald
Edição: Louis R. Loeffler
Direção de Arte: Lyle R. Wheeler, Jack Martin Smith
Figurino: Mary Wills
Guarda-Roupa: Charles Le Maire
Maquiagem: Ben Nye
Efeitos Sonoros: W.D. Flick, Harry M. Leonard
Efeitos Visuais: Ray Kellogg
Nota: 8.4
Filme Assistido em: 1997

Elenco

James Mason Ed Avery
Barbara Rush Lou Avery
Walter Matthau Wally Gibbs
Robert F. Simon Dr. Norton
Christopher Olsen Richie Avery
Roland Winters Dr. Ruric
Rusty Lane Bob LaPorte
Rachel Stephens Enfermeira
Fred Dale Enfermeiro
Kipp Hamilton Pat Wade
Dee Aaker Joe
Renny McEvoy Sr. Jones
Virginia Carroll Sra. Jones
Betty Caulfield Sra. LaPorte
Bill Jones Sr. Byron
Natalie Masters Sra. Tyndal
Mary McAdoo Sra. Edward
Lewis Charles Dr. MacLennan
Ann Spencer Enfermeira
Portland Mason Nancy
Jerry Mathers Freddie
Mary Carver Vendedora

Indicações

Festival Internacional de Veneza, Itália

Prêmio Leão de Ouro (Nicholas Ray)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

 Ed Avery é um professor que, ao começar a ser acometido de severas crises marcadas por fortes dores e até mesmo desmaios, vê-se obrigado a se hospitalizar e a se submeter a uma série de exames que terminam por diagnosticá-lo como portador de poliarterite nodosa, uma vasculite de artérias de médio e pequeno calibres que se tornam inchadas e estragadas devido à um ataque de células autoimunes, levando à formação de nódulos nesses vasos, que às vezes, podem ser vistos ou palpados na pele.

Informado pelos médicos de que, provavelmente, terá apenas alguns meses de vida, ele concorda em se submeter a um tratamento experimental à base de cortisona.

Depois de alguns meses, ele apresenta uma recuperação notável, a ponto de receber alta do hospital e voltar para casa em companhia de sua esposa, Lou, e de seu filho, Richie.

Segundo seus médicos, ele deve continuar em casa com o tratamento, tomando regularmente os comprimidos de cortisona, a fim de prevenir a recorrência de sua doença. No entanto, a milagrosa cura transforma-se num pesadelo quando Ed começa a abusar em suas doses, levando-o a experimentar mudanças de humor que culminam com um episódio psicótico que ameaça a segurança da família.

imagem

Comentários

Realizado pelo grande cineasta americano, Nicholas Ray, responsável por tantos filmes memoráveis como “Juventude Transviada”, “Johnny Guitar” entre outros, “Delírio de Loucura” é mais um ótimo filme do cinema americano dos anos 1950. Sua trama gira em torno de um professor que, acometido de uma doença grave, aceita ser submetido a um tratamento experimental, sem a menor garantia de ter sucesso.

Na direção, Nicholas Ray realiza um excelente trabalho, o que lhe valeu uma indicação ao Prêmio Leão de Ouro do Festival Internacional de Veneza. No elenco, o grande nome a ser citado é o de James Mason, no papel principal, com uma atuação impecável.

Enfim, “Delírio de Loucura” é um filme altamente recomendável.

CAA