Filmes por gênero

O CORPO (2001)

The body
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Das geheimnisvolle Grab (Alemanha)
Le tombeau (França)
El cuerpo (Espanha, México, Argentina)
Pytanie do Boga (Polônia)
Potraga (Croácia)
A test (Hungria)
Тело (Rússia)
Pais: Estados Unidos, Israel, Alemanha
Gênero: Drama
Direção: Jonas McCord
Roteiro: Jonas McCord
Produção: Rudy Cohen
Design Produção: Allan Starski
Música Original: Serge Colbert
Fotografia: Vilmos Zsigmond
Edição: Lesley Walker, Alain Jakubowicz
Direção de Arte: Nenad Pecur, Giora Porter
Figurino: Caroline Harris
Guarda-Roupa: Katherine Burchill
Maquiagem: Frances Hannon
Efeitos Sonoros: Craig Irving, Jonathan Bates, Yohai Moshe
Efeitos Especiais: Pini Klavir
Efeitos Visuais: Angus Cameron, Daniel Pettipher
Nota: 6.3
Filme Assistido em: 2003

Elenco

Antonio Banderas Padre Matt Gutiérrez
Olivia Williams Sharon Golban
John Shrapnel Moshe Cohen
Derek Jacobi Padre Lavelle
Jason Flemyng Padre Walter Winstead
John Wood Cardeal Pesci
Makram Khoury Nasir Hamid
Vernon Dobtcheff Monsenhor
Ian McNeice Dr. Sproul
Mohammed Bakri Abu Yusef
Yoav Dekelbaum Avi
Sami Samir Achmel
Jordan Licht Dorene
Limor Goldstein Galic
Lillian Lax Sra. Kahn
Roi Horowitz Zalman
Sivan Shwartz Mark
Gilad Bergman Rani
Halima Abu Aguva Jasmine

Prêmios

Prêmios MovieGuide, Los Angeles, Califórnia, USA

Prêmio Epiphany de Filme mais Inspirador

Prêmio Epiphany de Melhor Filme (Jonas McCord, Rudy Cohen, April Films)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Por trás de uma modesta loja de equipamentos eletrônicos na rua Hanaviin, em uma escavação no meio de Jerusalém, uma arqueóloga de 30 anos, Sharon Golban descobriu um esqueleto muito antigo na tumba de um homem rico.  A coloração dos ossos do pulso e da perna indicam que a causa da morte foi o método romano de execução de criminosos e inimigos do Estado: a crucificação.  Uma moeda de ouro encontrada na tumba carrega a marca do governador de Roma, Poncius Pilatus.  E há outros sinais que coincidem com descrições bíblicas da morte do rabino judeu Yeshu Ben Yosef, mais conhecido por nossa cultura pelo nome grego... Jesus, filho de José.

Sharon informa ao ministro de Assuntos Religiosos em Israel, e sabe que tal descobrimento produzirá um grande impacto no mundo cristão quando for divulgada a notícia de que Jesus não ressuscitou.  Ele não diz nada a ninguém e contata as autoridades católicas, que começam uma investigação internacional para encontrar um homem confiável e devoto para esse trabalho.  Ninguém melhor para esta missão que o padre Matt Gutiérrez, um ex-guerrilheiro do serviço de inteligência de um país da América Central que deverá unir-se à arqueóloga para encontrar a verdade.  Gutiérrez não quer o trabalho, mas o cardeal Pesci o convence, dizendo que encontre somente a verdade.

Enquanto isso, a operação secreta é descoberta por um jovem líder palestino, o terrorista Abu Yusef.  Abu envia um jovem comerciante de artefatos roubados, para investigar.  Do outro lado, judeus ortodoxos também descobrem a operação, e não se mostram dispostos a deixar que continue o que consideram uma ofensa a Deus.

Para Sharon, o caráter secreto do projeto a incomoda, mas logo torna-se amiga de Matt.  O esqueleto apresenta uma cicatriz na parte frontal da face, como se tivesse sido feita por uma coroa de espinhos.  Suas palmas estão perfuradas, como se tivessem sido feitas por uma lança.  Sharon está convencida, mas Matt é mais cético.  Ele crê que terão mais possibilidades com o teste de carbono e o disco de metal enterrado junto ao corpo, para saber a antiguidade do mesmo.   Um estudioso é chamado para examinar os restos.  Sua conclusão é que o indivíduo morreu aos 30 anos, e que trabalhava com suas mãos, possivelmente como carpinteiro.  Matt fica assombrado com a evidência, e não encontra forma de contradizer o fato, sendo colocada à prova sua própria identidade.

Agora, tendo pela frente a cada vez mais disputada luta de poder entre políticos, religiosos, radicais e terroristas por essa bela e eternamente problemática parte do mundo - Matt, um homem de fé e Sharon, uma mulher da ciência têm suas crenças e identidades testadas enquanto arriscam suas vidas para desvendar a verdade a respeito do achado histórico.

imagem

Comentários

Baseado no livro de Richard Ben Sapir, "O Corpo" é um filme interessante que mistura temas como fé, sua falta, política e religião.  A história gira em torno de uma descoberta arqueológica e dos desdobramentos políticos dela resultantes.

Dirigido por Jonas McCord, o filme conta com uma boa fotografia, um roteiro razoável e um bom elenco.  Antonio Banderas e Olivia Williams convencem respectivamente como o padre e a arqueóloga.  No elenco de suporte, merecem destaques as atuações de John Shrapnel, Makram Khoury, Jason Flemyng, Derek Jacobi e John Wood.

As locações foram muito bem escolhidas e algumas cenas permanecem vivas com o espectador, após terminada a projeção.

CAA