Filmes por gênero

A MULHER QUE NÃO PECOU (1951)

Darling, How Could You!
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Alice brincou com o fogo (Portugal)
La mia donna è un angelo (Itália)
Cariño ¿por qué lo hiciste? (Espanha, México)
Rendezvous (Reino Unido)
Äidin rakastaja (Finlândia)
Det er synd for far (Dinamarca)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Comédia
Direção: Mitchell Leisen
Roteiro: Lesser Samuels, Dodie Smith
Produção: Harry Tugend
Música Original: Friedrich Hollaender
Fotografia: Daniel L. Fapp
Edição: Alma Macrorie, Eda Warren
Direção de Arte: Hal Pereira, Roland Anderson
Figurino: Edith Head
Maquiagem: Wally Westmore
Efeitos Sonoros: John Cope, Harry Lindgren
Nota: 8.3
Filme Assistido em: 1963

Elenco

Joan Fontaine Alice Grey
John Lund Dr. Robert Grey
Mona Freeman Amy
Peter Hansen Dr. Steve Clark
David Stollery Cosmo
Virginia Farmer Fanny
Angela Clarke Enfermeira
Lowell Gilmore Aubrey Quayne
Robert Barrat Sr. Rossiter
Gertrude Michael Sra. Rossiter
Mary Murphy Sylvia
Frank Elliott Simms
Billie Bird Rosie
Willard Waterman Gerente do Teatro
Allan Douglas Agente da Alfândega
Charles Sherlock Inspetor da Alfândega
Robin Hughes George Neville
David McMahon Tenente da Marinha
John Bryant Tenente
Patsy O'Byrne Sra. Jones
Maureen Lynn Reimer Molly

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

No final de 1906, em Nova York, os irmãos Amy e Cosmo Grey, dois jovens adolescentes, vivem com a governanta Fanny. Eles não veem seus pais há muitos anos, já que seu pai foi trabalhar, como médico, no Panamá, quando da construção do importante canal que une o Atlântico ao Pacífico.

Certo dia, Fanny os deixa na porta de um teatro para assistirem à peça “Peter Pan”, mas eles, por engano, assistem “A imprudente Sra. Rossiter”, uma peça indicada para adultos. Ao perceber seu engano, Fanny entra em pânico e corre até o teatro, mas a essa altura já é tarde demais. Amy, em particular, se mostra encantada com a peça, que gira em torno de pessoas desonestas, uma esposa infiel, seu temperamental marido e sua jovem irmã. Quando Fanny, finalmente, os encontra, ela pede que eles não revelem nada sobre a peça que acabaram de assistir.

Ao voltarem para casa, eles tomam conhecimento de que seus pais, o Dr. Robert Grey e Alice Grey, estão retornando do Panamá. Apesar de terem uma irmã de apenas um ano de idade, eles foram criados basicamente por uma avó, recentemente falecida, e acreditam que seus pais devem ser bastante idosos. Quando o navio, finalmente chega ao porto de Nova York, Robert e Alice tentam encontrar Amy e Cosmo, mas como eles têm uma vaga lembrança dos filhos, e os jovens estão à procura de um casal de idosos, os quatro não conseguem se encontrar.

Ao chegarem em casa, eles encontram apenas Molly, que enviaram para Nova York logo depois de seu nascimento, e sua devotada enfermeira. Durante o jantar, Robert explica aos filhos que Alice ficou com ele no Panamá apenas porque ele precisava muito dela. Pouco depois, Amy atende um telefonema do Dr. Steve Clark, que deseja falar com Alice, uma amiga de longa data. Amy escuta a conversa e, ao ouvi-lo pedir que Alice vá à sua pensão naquela noite, ela imagina que sua mãe está tendo um caso extraconjugal. Quando o pai revela que vai a uma reunião naquela noite, as suspeitas de Amy se tornam ainda mais fortes.

Ao se lembrar da peça “A imprudente Sra. Rossiter”, a jovem monta um esquema para salvar sua mãe e instrui Cosme a distrai-la o suficiente para que ela saia o mais tarde possível. Enquanto isso, Amy veste um dos melhores vestidos da mãe e segue para a pensão de Steve. Sem revelar sua identidade, ela implora a Steve que acabe com seu relacionamento e devolva as cartas de sua mãe. Embora bestificado, ele ouve as colocações da jovem e, quando Robert, que planejava se encontrar com a esposa na pensão de Steve, aparece, este empurra Amy para dentro de um armário a fim de evitar qualquer tipo de escândalo. Pouco depois, ao encontrar uma luva de Alice no chão, Robert provoca Steve, que admite que uma mulher mais velha possa estar apaixonada por ele.

Quando Alice chega e abre o armário, ela fica atônita ao se deparar com a filha. Acreditando que ela esteja tendo um caso com Steve, ela insiste que Amy saia do armário, mas esta se recusa. Pouco depois, no entanto, a jovem se apresenta para o pai, que conclui que Alice deve ser a mulher mais velha em questão. Agora, com ciúmes, Robert desafia Steve para uma briga, enquanto Alice leva Amy para casa. No caminho, Amy fala para a mãe sobre a peça que assistira, e Alice finalmente entende o que a filha fez, prometendo confessar seu erro a Robert.

Uma vez sozinha com o marido, Alice conta tudo o que descobriu e lhe diz que vai continuar a fazer esse papel até conquistar inteiramente Amy. Pouco tempo depois, no entanto, quando Amy e Cosmo chegam para defender a mãe junto ao pai, Alice percebe que foi totalmente aceita pelos filhos e declara que está se sentindo muito feliz com a união da família.

imagem

Comentários

Realizada pelo cineasta Mitchell Leisen, a partir de um roteiro escrito por Lesser Samuels e Dodie Smith, “A Mulher Que Não Pecou” é uma comédia dramática norte-americana produzida pela Paramount Pictures em 1951. Sua trama, baseada na peça "Alice Sit-By-The-Fire", de James Barrie, conta a história de uma adolescente que se sente desolada ao acreditar que sua mãe está tendo um caso extraconjugal.

Na direção, Leisen realiza um bom trabalho, embora nada de excepcional. Por outro lado, o roteiro a cargo de Lesser Samuels e Dodie Smith, é muito bem construído, fazendo o filme fluir surpreendentemente bem do início ao fim. Na área técnica, merece ainda ser citada a boa fotografia em preto e branco assinada por Daniel L. Fapp.

Na direção, Joan Fontaine e John Lund estão ótimos em seus respectivos papéis, mostrando seus talentos para a comédia. Mona Freeman, em seus vinte e cinco anos, também se sai muito bem como a filha adolescente e preocupada com a mãe.

CAA