Filmes por gênero

A PAIXÃO DE UMA VIDA (1955)

The long gray line
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Uma vida inteira (Portugal)
Ce n'est qu'un au revoir (França, Bélgica)
La lunga linea grigia (Itália)
Cuna de héroes (Argentina, Espanha)
Mit Leib und Seele (Austria, Alemanha)
Den långa paraden (Suécia)
A hosszú, szürke vonal (Hungria)
Den lange parade (Dinamarca)
Длинная серая линия (União Soviética)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Biográfico, Comédia, Drama
Direção: John Ford
Roteiro: Edward Hope
Produção: Robert Arthur
Música Original: George Duning
Direção Musical: Morris Stoloff
Fotografia: Charles Lawton Jr.
Edição: William A. Lyon
Direção de Arte: Robert Peterson
Figurino: Jean Louis
Maquiagem: Clay Campbell
Efeitos Sonoros: John P. Livadary, George Cooper, Richard Olson
Nota: 8.4
Filme Assistido em: 1964

Elenco

Tyrone Power Martin 'Marty' Maher
Maureen O'Hara Mary O'Donnell
Robert Francis James N. Sundstrom Jr.
William Leslie James Nilsson 'Red' Sundstrom
Ward Bond Capitão Herman J. Kohler
Betsy Palmer Kitty Carter
Erin O'Brien-Moore Sra. Koehler
Donald Crisp O velho Martin
Harry Carey Jr. Dwight Eisenhower
Sean McClory Dinny Maher
Milburn Stone Capitão John Pershing
Peter Graves Cabo Rudolph Heinz
Willis Bouchey Major Thomas
Philip Carey Charles 'Chuck' Dotson
Patrick Wayne Abner 'Cherub' Overton
Walter D. Ehlers Mike Shannon
Pat O'Malley Padre
Lisa Davis Nell
Dona Cole Peggy
Diane DeLaire Enfermeira
Mimi Doyle Freira
Elbert Steele O Presidente
Russell P. Reeder Comandante dos cadetes
Mickey Roth Cadete Stern
Robert Roark Cadete Pirelli
James O'Hara Cadete Thorne
Jim Sears Knute Rockne
Bess Flowers .

Indicações

Grêmio dos Diretores da América

Prêmio por Direção Excepcional (John Ford)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Em um encontro especialmente organizado com o presidente Dwight D. Eisenhower, o oficial do exército, Martin Maher, queixa-se de que a Academia Militar dos Estados Unidos em West Point, onde ele serviu durante cinquenta anos, está forçando-o a se aposentar. Insistindo que ele é perfeitamente saudável, Martin relembra seu primeiro dia na Academia:

Ao acabar de chegar do Condado de Tipperary, na Irlanda, Martin segue para West Point a fim de começar seu trabalho como garçom. Não preocupado com a disciplina militar, o irlandês procura manter uma atitude silenciosa e respeitosa. No entanto, desde o início, ele tem problemas como, por exemplo, o fato de seu salário ser insuficiente para pagar os pratos que ele constantemente quebra, e ao perceber que os homens alistados recebem um tratamento melhor do que os trabalhadores contratados. Certo dia, ao acreditar erroneamente que o Cabo Rudolph Heinz traiu um cadete, ele briga com o militar e é preso na Casa da Guarda.

Após ser libertado, ele toma conhecimento de que o Capitão Herman J. Kohler ficou impressionado com suas habilidades no boxe e quer que ele passe a ajudar na instrução de atletismo. Ao começar a dar aulas de boxe, ele conhece a cozinheira da Sra. Kohler, Mary O'Donnell, uma jovem atraente que acaba de chegar do Condado de Donegal, na Irlanda. É o amor à primeira vista para Martin, mas Mary se recusa a falar com ele. Exasperado, Martin finalmente lhe propõe casamento e, para sua surpresa, ela aceita e, pouco tempo depois, os dois se casam.

Nos anos que se seguem, Martin se torna um cabo e Mary economiza o dinheiro suficiente para trazer para a América o pai e o irmão de Martin, Dinny Maher. Dinny se torna um empresário de sucesso e, embora Mary ame West Point, Martin decide abandonar o exército e se juntar à empresa de seu irmão. No entanto, quando Mary fica grávida, ele volta para a Academia. O bebê recebe o nome de Martin Maher III, mas morre poucas horas depois de seu nascimento. Para complicar a situação, Mary toma conhecimento de que, provavelmente, nunca mais voltará a ter outro filho, recebendo o apoio dos cadetes durante seu sofrimento.

Um desses cadetes é James "Red" Sundstrom, preocupado com a possibilidade de ser expulso da Academia por causa de suas notas baixas. Martin e Mary o apresentam à Kitty Carter, que o ajuda e, depois de algum tempo, se torna sua noiva. Passados alguns anos, Martin continua a ganhar o amor e o respeito dos cadetes, como Omar Bradley, James Van Fleet, George Patton e Eisenhower. Quando os EUA entram na guerra em 1917, Martin e seu pai tentam se juntar às tropas no front, mas Kohler, agora um coronel, argumenta que eles são necessários em West Point.

Ao ocorrer o armistício, Martin toma conhecimento de que James Sundstrom foi morto. Quando Kitty recebe a medalha póstuma por sua morte, ele a lembra quão importante foi o serviço militar para “Red”. Anos depois, Martin ainda se encontra em West Point quando James "Red" Sundstrom Jr., e outros filhos de cadetes por ele treinados, entram para a Academia.

Quando a notícia do ataque do Japão contra Pearl Harbor é anunciada, “Red” Jr. confessa a Martin que violou o código de honra da Academia ao se casar secretamente. Como ele é como um filho para ela, Mary pede ao marido que se mantenha calado, mas a violação do código de honra o perturba tanto que ele decide se aposentar. No entanto, durante a conversa, “Red” Jr. e Kitty chegam com a notícia de que ele renunciara à Academia e se alistara no Exército, e que brevemente estará embarcando para o exterior. Radiante de orgulho, Martin assiste à sua partida. Pouco depois, com a saúde bastante fraca, Mary morre em sua casa. Na véspera de Natal, Martin volta para casa sozinho e, ao preparar uma ceia para si próprio, recebe a visita de Kitty e “Red” Jr., que acabara de chegar do exterior e de ser promovido ao posto de capitão.

Finalmente, na sala do presidente Eisenhower, Martin conclui suas reminiscências, acrescentando que West Point foi sua vida inteira. O presidente entra em contato com a Academia e, ao chegar lá, Martin é recebido com uma parada em sua homenagem, com a banda a tocar uma série de músicas irlandesas.

imagem

Comentários

Realizado pelo grande cineasta John Ford, a partir de um roteiro escrito por Edward Hope, “A Paixão de uma Vida” é um filme norte-americano produzido pela Columbia Pictures Corporation em 1955. Sua trama, baseada em fatos reais, conta a história de um imigrante irlandês que, após trabalhar por 50 anos na famosa Academia Militar de West Point, se torna uma referência para os jovens cadetes e uma lenda até hoje reconhecida nos Estados Unidos.

Embora não se ache entre seus melhores trabalhos, só o fato de ser dirigido pelo grande John Ford, já é motivo suficiente para se assistir esse filme. Adicionalmente, o filme conta com uma bela fotografia em CinemaScope, assinada por Charles Lawton Jr., bem como, com uma rica trilha sonora a cargo de George Duning.

No elenco, Tyrone Power e Maureen O'Hara são as grandes estrelas do filme, seguidos pelas ótimas atuações de Ward Bond e Donald Crisp.

CAA