Filmes por gênero

CONTE COMIGO (2000)

You can count on me
imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Podes contar comigo (Portugal)
Tu peux compter sur moi (França)
Conta su di me (Itália)
Puedes contar conmigo (Espanha)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Drama
Direção: Kenneth Lonergan
Roteiro: Kenneth Lonergan
Produção: Barbara De Fina, John Hart, Larry Meistrich, Jeff Sharp
Design Produção: Michael Shaw
Música Original: Lesley Barber
Fotografia: Stephen Kazmierski
Edição: Anne McCabe
Direção de Arte: Shawn Carroll
Figurino: Melissa Toth
Guarda-Roupa: Erica Westheimer, Amy McCusker
Maquiagem: Chris Bingham, James Post
Efeitos Sonoros: Nancy Cabrera, Wendy Hedin, Peter Schneider e outros
Nota: 7.7
Filme Assistido em: 2003

Elenco

Laura Linney Samantha 'Sammy' Prescott
Mark Ruffalo Terry Prescott
Matthew Broderick Brian Everett
Rory Culkin Rudy Prescott
Jon Tenney Bob Steegerson
J. Smith-Cameron Mabel
Gaby Hoffmann Sheila, namorada de Terry
Amy Ryan Sra. Rachel Louise Prescott
Michael Countryman Sr. Thomas Gerard Prescott
Adam LeFevre Xerife Darryl
Halley Feiffer Amy
Whitney Vance Sammy Prescott, jovem
Peter Kerwin Terry Prescott, jovem
Betsy Aidem Ministra
Kenneth Lonergan Ron, um Ministro
Lisa Altomare Garçonete
Nina Garbiras Sra. Nancy Everett
Allan Gill Policial
Brian Ramage Policial

Prêmios

Associação de Críticos de Cinema de Los Angeles, EUA

Prêmio de Melhor Roteiro

Prêmio Nova Geração (Mark Ruffalo)

Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA

Prêmio de Melhor Roteiro (Kenneth Lonergan)

Prêmio de Melhor Atriz (Laura Linney)

Associação dos Críticos de Cinema de Toronto, Canadá

Prêmio de Melhor Roteiro

Prêmio de Melhor Atriz (Laura Linney)

Festival de Montréal, Canadá

Prêmio de Melhor Ator (Mark Ruffalo)

Prêmio do Júri Ecumênico (Kenneth Lonergan)

Festival do Cinema Independente de Sundance, USA

Prêmio do Grande Júri (Kenneth Lonergan)

Prêmio Waldo Salt de Melhor Roteiro (Kenneth Lonergan)

Prêmios para Jovens Artistas, EUA

Prêmio de Melhor Ator Jovem (Rory Culkin )

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Roteiro Original

Oscar de Melhor Atriz (Laura Linney)

Festival Internacional de Cinema de Estocolmo, Suécia

Prêmio Cavalo de Bronze de Melhor Longa-Metragem (Kenneth Lonergan)

Festival de Montréal, Canadá

Grand Prix das Américas (Kenneth Lonergan)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Roteiro

Prêmio de Melhor Atriz em um Drama (Laura Linney)

Prêmios Bodil - Copenhague, Dinamarca

Bodil de Melhor Filme Americano (Kenneth Lonergan)

Sinopse

Sammy Prescott cresceu na pequena cidade de Scottsville, N. Y., e ficou órfã quando criança.  Agora é uma mãe solteira extremamente devotada e protetora de seu filho de 8 anos, Rudy.  Não preocupada com suas limitações sociais, ela vive satisfeita com o conforto e a segurança que a pequena cidade em que cresceu lhe proporciona.  Ela é uma mulher organizada, trabalha no Banco local e, aos domingos, atende aos serviços de sua igreja.

Ela se emociona ao receber uma carta de seu irmão, Terry, informando-lhe que está chegando para uma visita.  Ao contrário da irmã, Terry é desorganizado, temperamental e auto-destrutivo. Perambula de Estado em Estado, pegando serviços menores, metendo-se em brigas de bar, em confusões com mulheres e passando noites na cadeia.

Terry chega com a intenção de pedir um dinheiro emprestado e ir embora logo a seguir.   Uma vez na cidade, ele prolonga sua estada mais para prazer de Sammy.  Com o passar do tempo, ele  conquista a amizade do sobrinho Rudy.

Enquanto isso, Sammy se envolve com o novo gerente do Banco, que é casado, mesmo tendo um caso não resolvido com Bob Steegerson, que a pede em casamento.

imagem imagem imagem

Comentários

"Conte Comigo" pode ser um pequeno filme independente, mas as emoções e as relações que ele revela são algo maior.  É um filme de momentos e nuances que vão gradualmente construindo algo especial.  Não se trata de um simples drama familiar.  É uma comovente história sobre a vida , o amor e os problemas de uma família.  O relacionamento de Terry com seu sobrinho Rudy é, sem dúvida, um dos pontos altos do filme.  Os dois irmãos que ficaram órfãos quando crianças e que se tornaram adultos extremamente diferentes, vivendo em cidades distintas, ao terminar o filme continuam fisicamente separados mas fortemente ligados emocionalmente.

Kenneth Lonergan, que teve seu roteiro indicado ao Oscar, estréia na direção fazendo um bom trabalho.  As interpretações proporcionadas pelos atores estão também acima da média.  Rory Culkin recebeu o prêmio de Melhor Jovem Ator Coadjuvante.

CAA