Filmes por gênero

ENTRE O AMOR E O PECADO (1947)

Forever Amber
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Amber eterna (Portugal)
Ambre (França)
Ambra (Itália)
Ambiciosa (Espanha)
Por siempre Ambar (Argentina)
Amber, die große kurtisane (Alemanha)
Alltid Amber (Suécia)
Wieczna Amber (Polônia)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Drama
Direção: Otto Preminger
Roteiro: Philip Dunne, Ring Lardner Jr.
Produção: William Perlberg
Música Original: David Raksin
Fotografia: Leon Shamroy
Edição: Louis R. Loeffler
Direção de Arte: Lyle R. Wheeler
Figurino: René Hubert
Guarda-Roupa: Sam Benson, Charles Le Maire
Maquiagem: Ben Nye
Efeitos Sonoros: Alfred Bruzlin, Harry M. Leonard
Efeitos Especiais: Fred Sersen
Nota: 8.2
Filme Assistido em: 1949

Elenco

Linda Darnell Amber St. Clair
Cornel Wilde Bruce Carlton
Richard Greene Lord Harry Almsbury
George Sanders Rei Charles II
Glenn Langan Capitão Rex Morgan
Richard Haydn Conde de Radcliffe
Jessica Tandy Nan Britton
Anne Revere Mother Red Cap
John Russell Jack Mallard
Jane Ball Corinne Carlton
Robert Coote Sir Thomas Dudley
Leo G. Carroll Matt Goodgroome
Natalie Draper Condessa de Castlemaine
Margaret Wycherly Sra. Spong
Alma Kruger Lady Redmond
Edmund Breon Lord Redmond
Alan Napier Landale
Margot Grahame Bess
Boyd Irwin Lord Rossmore
Norma Varden Sra. Abbott
Alan Edmiston Sr. Poterell
Betty Fairfax Sra. Poterell
Richard Bailey Bob Starling
Edith Evanson Sarah
Patrick Aherne Abram
Ellen Corby Marge
Jimmy Ames Galeazzo
Tom Dillon Turnkey

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Trilha Sonora de uma Comédia ou Drama (David Raksin)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Em 1644, durante a revolta do Parlamento inglês contra a tirania do rei Charles I, uma bebê embrulhada num cobertor, com o nome de Amber, é deixada na porta de um fazendeiro por um nobre em fuga, que depois é morto por seus perseguidores.

Por volta de 1660, após a morte de Cromwell e a restauração da casa dos Stuart, na pessoa do rei Charles II, Amber, agora uma jovem e atraente mulher, é prometida por seu tutor, Matt Goodgroome, a um fazendeiro. Ela se revolta contra tal decisão, já que não pretende passar toda a sua vida numa pequena aldeia, e se enamora de Bruce Carlton, um cavaleiro que passa pela aldeia. Embora ele se recuse a levá-la para Londres, ela o segue e em Londres, os dois tornam-se amantes.

No entanto, como Bruce não gosta da Corte. ele consegue que o rei o mande para o mar como corsário, onde irá permanecer por bastante tempo. Amber fica sozinha e se descobre grávida, iniciando uma vida de dificuldades, sendo enganada e indo para a prisão de Newgate, onde consegue escapar com a ajuda de um assaltante.

Em seguida, ela começa a se envolver com vários homens, inclusive com o próprio Rei, mas sempre anseia pela volta de Carlton, tentando a cada vez convencê-lo a ficar com ela e com o filho, também chamado Bruce.

imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta Otto Preminger a partir de um roteiro escrito por Philip Dunne e Ring Lardner Jr., “Entre o Amor e o Pecado” é um ótimo drama norte-americano produzido pelos estúdios da Twentieth Century Fox em 1947. Sua trama, baseada num livro de Kathleen Winsor, conta a paixão de uma mulher por um homem que não a merece.

Embora não seja extraordinária, a direção de Preminger se mostra bastante segura, bastante clássica. A fotografia de Leon Shamroy é outro quesito que merece ser destacado.

Aos 24 anos de idade, Linda Darnell está deslumbrante no papel principal. Cornel Wilde e George Sanders também nos brindam com ótimas atuações.

CAA