Filmes por gênero

ALMA SEM PUDOR (1950)

Born to be bad
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: A deusa do mal (Portugal)
La femme aux maléfices (França)
La seduttrice (Itália)
Nacida para el mal (Espanha)
Dålig flicka (Suécia)
Zla od urodzenia (Polônia)
Født umoralsk (Dinamarca)
Syntynyt pahaksi (Finlândia)
Рожденная быть плохой (União Soviética)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Drama, Filme Noir
Direção: Nicholas Ray
Roteiro: Edith R. Sommer
Produção: Robert Sparks
Música Original: Friedrich Hollaender
Direção Musical: C. Bakaleinikoff
Fotografia: Nicholas Musuraca
Edição: Frederic Knudtson
Direção de Arte: Albert S. D'Agostino, Jack Okey
Guarda-Roupa: Hattie Carnegie, Michael Woulfe
Maquiagem: Gordon Bau
Efeitos Sonoros: Clem Portman, Phil Brigandi
Nota: 8.2
Filme Assistido em: 1960

Elenco

Joan Fontaine Christabel Caine Carey
Robert Ryan Nick Bradley
Zachary Scott Curtis Carey
Joan Leslie Donna Foster
Mel Ferrer Gabriel 'Gobby' Broome
Harold Vermilyea John Caine
Virginia Farmer Tia Clara Caine
Kathleen Howard Sra. Bolton
Dick Ryan Arthur, mordomo de Curtis
Bess Flowers Sra. Worthington
Joy Hallward Sra. Porter
Irving Bacon Vendedor de joias
Helen Crozier Ann
Don Dillaway Fotógrafo
Bobby Johnson Kenneth
Gordon Oliver Advogado Harrison
Avery Graves Amigo de Curtis
Peggy Leon Secretária de Caine
Sam Lufkin Motorista de Taxi
Georgiana Wulff Estudante
Suzanne Ridgeway Convidada no Baile de Caridade
Larry Steers Convidado no Baile de Caridade
Herbert Evans Convidado no Baile de Caridade

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

No dia em que deve dar uma festa para seu amigo artista, Gabriel "Gobby" Broome, Donna Foster, assistente de um editor, é forçada a lidar com a chegada precoce da sobrinha de seu chefe, John Caine, Christabel. Esta, criada por sua pobre tia, Clara Caine, na pequena cidade de Santa Flora, veio para viver com Donna em San Francisco e estudar na Faculdade de Negócios. Ela mostra ser uma jovem ambiciosa que, ao conhecer o noivo de Donna, o rico Curtis Carey, imediatamente começa a flertar com ele. Por sua vez, o aspirante a romancista, Nick Bradley, com quem Donna trabalha, aceita de pronto suas insinuações.

Embora Nick observe que Christabel tem duas personalidades, uma jovem legal e não afetada e uma mulher ambiciosa e esperta, ele continua a desejá-la. Mais tarde, Christabel, que abandonou a Faculdade, está tendo seu retrato pintado por Gobby, quando Curtis telefona pedindo para que ela vá ao seu encontro em uma joalheria. Faltando a um compromisso assumido com Nick, Christabel corre ao encontro de Curtis, mas se mostra desapontada ao descobrir que ele simplesmente queria seu conselho para comprar um presente de noivado para Donna. Ela tenta convencê-lo a dar à Donna um camafeu barato, mas ele termina escolhendo um precioso colar de safiras.

Donna se emociona com o belo colar até Christabel se mostrar surpreendida por ela gostar de um presente tão generoso. Preocupada, Donna, mais tarde, confidencia a Nick suas preocupações de que Curtis possa suspeitar de que ela esteja interessada em seu dinheiro. Nick, cujo primeiro romance está prestes a ser publicado por John, tranquiliza Donna sobre seu noivado, mas na abertura da exposição de Gobby, Curtis confessa à Christabel seu receio de que Donna esteja ficando obcecada por sua riqueza. Na ocasião, a jovem sugere que ele elabore um acordo pré-nupcial com Donna.

Quando Curtis menciona a sugestão do acordo pré-nupcial à Donna, esta se mostra profundamente ferida por sua desconfiança. Mais tarde, naquela noite, depois que ele insiste em comprar o retrato de Christabel, Donna a acusa de egoísta e revela que seu noivado foi rompido. Ao ver sua oportunidade, Christabel implora a seu tio que permita que ela fique em San Francisco o suficiente para comparecer a um baile de caridade patrocinado por Curtis. No baile, ela se mostra culpada e, depois, confessa sua atração por ele, que retorna seu carinho.

Quando Christabel diz a Nick, que antes lhe havia proposto casamento, que vai se casar com Curtis, ele observa que, apesar da riqueza de seu rival, ela nunca ficará satisfeita com ele. Depois que um abatido Nick se muda para Boston, Christabel e Curtis se casam, e ela passa a se dedicar a seus deveres sociais, liderando comitês de caridade e planejando bailes. Ao mesmo tempo, ela consegue ter sua tia Clara, que viveu com ela desde seu casamento, enviada de volta à Santa Flora, receosa que Curtis tivesse que gastar dinheiro com ela.

A atividade social de Christabel faz com que Curtis questione sua devoção a ele e, percebendo que ela ainda está interessada em Nick, que voltou para San Francisco, ele insiste para que eles passem um final de semana em um resort. Embora concorde com sua proposta, ela sai do resort o mais rapidamente possível, deixando uma nota em que afirma que sua tia, que ela sabe estar doente, precisa dela em Santa Flora. Assim, ela reencontra secretamente Nick para reavivar seu romance. No entanto, quando ele percebe que ela só quer ter um caso com ele, Nick a denuncia como uma incurável egoísta.

Rejeitada por Nick, Christabel volta para casa, apenas para ser apanhada em suas mentiras, por Curtis e John, que revelam que Clara havia morrido naquela tarde. Face ao ocorrido, Curtis exige que Christabel saia de casa com apenas algumas peles. Desorientada, ela bate com seu carro em alta velocidade e termina em um hospital, onde se envolve com o cirurgião, cuja esposa a processa por alienação de afeto. Algum tempo depois, Curtis e Donna se reencontram, enquanto Christabel procura um advogado para cuidar de seu processo.

imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta Nicholas Ray, a partir de um roteiro escrito por Edith R. Sommer, “Alma sem Pudor” é um filme norte-americano produzido pela RKO Radio Pictures em 1950. Sua trama, baseada num romance de Anne Parrish, conta a ascensão social de uma jovem mulher sem escrúpulos.

Na direção, Ray realiza um bom trabalho, embora às vezes peque ao imprimir um ritmo fraco à narrativa. Por outro lado, a fotografia de Nicholas Musuraca é, sem nenhuma dúvida, um dos quesitos que merecem ser destacados.

No elenco, Joan Fontaine, Joan Leslie e Mel Ferrer brilham em seus respectivos papéis, seguidos pelas ótimas atuações de Robert Ryan e Zachary Scott.

CAA