Filmes por gênero

O ANO EM QUE VIVEMOS EM PERIGO (1982)

The year of living dangerously
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: O ano de todos os perigos (Portugal)
L'année de tous les dangers (França, Canadá francês)
Un anno vissuto pericolosamente (Itália)
El año que vivimos peligrosamente (Espanha)
El año que vivimos en peligro (México, Peru)
Ein Jahr in der Hölle (Alemanha)
Brännpunkt Djakarta (Suécia)
Rok niebezpiecznego zycia (Polônia)
Lev farligt (Dinamarca)
Pais: Austrália
Gênero: Drama
Direção: Peter Weir
Roteiro: C. J. Koch, Peter Weir, David Williamson
Produção: Jim McElroy
Música Original: Maurice Jarre
Fotografia: Russell Boyd
Edição: William M. Anderson
Direção de Arte: Herbert Pinter
Figurino: Terry Ryan
Guarda-Roupa: Anthony Jones, Jenni Bolton, Ramon Alonzo e outros
Maquiagem: Judy Lovell, Bob McCarron
Efeitos Sonoros: Gary Wilkins, Ron Purvis, Spencer Lee e outros
Efeitos Especiais: Danny Dominguez
Nota: 8.3
Filme Assistido em: 1984

Elenco

Mel Gibson Guy S. Hamilton
Sigourney Weaver Jill Bryant
Linda Hunt Billy Kwan
Michael Murphy Pete Curtis
Bill Kerr Coronel Henderson
Noel Ferrier Wally O'Sullivan
Bembol Roco Kumar
Paul Sonkkila Kevin Condon
Ali Nur Ali
Mike Emperio Sukarno
Domingo Landicho Hortono
Hermino de Guzman Oficial da Imigração
Norma Uatuhan Ibu
Lito Tolentino Udin
Cecily Polson Moira
Mark Egerton Ajudante de Ordens da Embaixada
Jabo Djohansjan Médico

Prêmios

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante (Linda Hunt)

Instituto Australiano de Cinema

Prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante (Linda Hunt)

Associação de Críticos de Cinema de Los Angeles, EUA

Prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante (Linda Hunt)

Sociedade dos Críticos de Cinema de Boston

Prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante (Linda Hunt)

Círculo dos Críticos de Cinema de Kansas City, USA

Prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante (Linda Hunt)

Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA

Prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante (Linda Hunt)

Círculo dos Roteiristas de Cinema, Espanha

Prêmio de Melhor Filme Estrangeiro

Indicações

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante (Linda Hunt)

Festival Internacional de Cannes, França

Prêmio Palma de Ouro (Peter Weir)

Instituto Australiano de Cinema

Prêmio de Melhor Filme (Jim McElroy)

Prêmio de Melhor Direção (Peter Weir)

Prêmio do Júri (Linda Hunt)

Prêmio do Júri (Peter Weir)

Prêmio de Melhor Ator (Mel Gibson)

Prêmio de Melhor Trilha Sonora Original (Maurice Jarre)

Prêmio de Melhor Roteiro Adaptado (Peter Weir, C.J. Koch, David Williamson )

Prêmio de Melhor Som (Jeanine Chiavlo, Peter Fenton, Lee Smith, Andrew Steuart )

Prêmio de Melhor Design de Produção (Wendy Stites, Herbert Pinter)

Prêmio de Melhor Figurino (Terry Ryan)

Prêmio de Melhor Edição (William M. Anderson)

Prêmio de Melhor Fotografia (Russell Boyd)

Sociedade Nacional dos Críticos de Cinema dos Estados Unidos

Prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante (Linda Hunt)

Grêmio dos Roteiristas da América

Prêmio de Melhor Drama adaptado de material previamente publicado (David Williamson, C.J. Koch, Peter Weir)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Em 1965, na Indonésia, às vésperas do golpe de estado comunista contra o Presidente Sukarno, Guy Hamilton, um repórter  australiano, ambicioso e pouco experiente, em sua primeira missão internacional, chega à Jacarta para cobrir a agitação dos últimos momentos do regime de Sukarno.

Lá, Guy recebe a ajuda essencial de Billy Kwan, um fotógrafo indonésio, que faz para ele importantes contatos com as facções em luta e lhe apresenta à bela Jill Bryant, uma enigmática assessora do adido militar da embaixada britânica.  Alguns acontecimentos precedem a queda do ditador e, dentro desse contexto, Guy se envolve com Jill.

imagem

Comentários

"O Ano em que vivemos em perigo" é um filme que trata dos últimos momentos da ditadura do Presidente da Indonésia.  A fotografia, muito boa, consegue captar a pobreza e a fome do povo desse País nos anos 60.

O elenco principal tem uma ótima atuação, com destaque para Linda Hunt.  Quanto ao diretor Peter Weir, que já havia demonstrado seu talento em vários dramas do cinema australiano, não está tão bem neste filme.

CAA