Filmes por gênero

LIGAÇÕES AMOROSAS (1959)

Les liaisons dangereuses
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: As Ligações Perigosas (Portugal)
Relazioni pericolose (Itália)
Dangerous Love Affairs (Estados Unidos)
Las relaciones peligrosas (Espanha, Argentina, México)
Gefährliche liebschaften (Alemanha)
Farliga förbindelser (Suécia)
Farlige forbindelser (Dinamarca)
Опасные связи (União Soviética)
Pais: França, Itália
Gênero: Drama, Romance
Direção: Roger Vadim
Roteiro: Roger Vailland, Roger Vadim
Design Produção: Robert Guisgand
Música Original: James Campbell, Duke Jordan, Thelonious Monk
Fotografia: Marcel Grignon
Edição: Victoria Mercanton
Figurino: Gladys de Segonzac
Maquiagem: Simone Knapp, Micheline Chaperon, Jean Paul Ulysse
Efeitos Sonoros: Robert Biard, Jean Bareille, Victor Revelli
Nota: 8.2
Filme Assistido em: 1961

Elenco

Jeanne Moreau Juliette de Merteuil
Gérard Philipe Visconde de Valmont
Annette Stroyberg Marianne Tourvel
Madeleine Lambert Mme. Rosemonde
Jeanne Valérie Cécile Volanges
Nicolas Vogel Jerry Court
Boris Vian Prévan
Gillian Hills Amiga de Cécile
Paquita Thomas Nicole
Jean-Louis Trintignant Danceny
Simone Renant Mme. Volanges
Frédéric O'Brady Diplomata
Guy Henry Inspetor
Alexandra Stewart Amiga de Miguel
Jean-Pierre Zola Recepcionista do Hotel em Deauville
Yvonne Gradelet Convidada dos Valmont
Michel Dacquin Convidado de Valmont
Jacques Hilling Convidado de Valmont
Serge Marquand Esquiador

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Na França, Valmont e Juliette de Merteuil são casados que se ajudam mutuamente a ter relações extraconjugais. O último amante de Juliette, Jerry Court, rompeu com ela para se casar com Cécile Volanges, de 16 anos. Buscando vingança, Juliette encoraja Valmont a seduzir a virgem Cécile, enquanto ela se encontra em férias na estância de esqui de Megève. A jovem, no entanto, encontra-se apaixonada por um estudante, Danceny, mas este se recusa a se casar com ela antes que tenha condições de mantê-la.

Durante suas férias, Valmont conhece a bela e virtuosa Marianne, que vive um casamento feliz ao lado de um juiz escandinavo e de sua pequena filha. Mesmo assim, ele decide persegui-la, procurando cultivar sua amizade e sendo completamente honesto quanto ao tipo de pessoa que ele é.

Depois de várias tentativas, Valmont consegue seduzir a jovem Cécile, chantageando-a. Esta confessa o ocorrido à Juliette, que a encoraja a continuar a se encontrar com Valmont, o que a jovem faz. Pouco tempo depois, no entanto, ele segue Marianne até Paris, onde finalmente consegue seduzi-la. Dias depois, Valmont se mostra realmente apaixonado por Marianne que, por sua vez, se prepara para deixar o marido para ficar com ele. Tais fatos fazem com que Juliette se torne ciumenta, a ponto de enviar um telegrama, em nome do marido, rompendo com Marianne e dizendo que a sedução era apenas um jogo.

Quando Cécile diz à Juliette que se encontra grávida de Valmont, ela lhe pede para ajudá-la a persuadir Danceny a se casar com ela. No entanto, Juliette diz ao jovem que ele não deve se casar com Cécile e planeja seduzi-lo. Em outra ocasião, Valmont e Cécile lhe dizem que Juliette não merece confiança. No entanto, quando Juliette lhe diz que Cécile e Valmont dormiram juntos, Danceny mata Valmont.

Ao longo do tempo, Valmont havia escrito cartas descrevendo seus casos amorosos e os de sua mulher. Quando Juliette resolve destruir tais cartas comprometedoras, ela é desfigurada pelo fogo.

imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta Roger Vadim, a partir de um roteiro escrito por ele próprio, juntamente com Roger Vailland, “Ligações Amorosas” é um filme franco-italiano produzido pela empresa “Les Films Marceau-Cocinor” em 1959. Sua trama, baseada num romance de Choderlos de Laclos, conta a história de um homem e de uma mulher que, embora casados, não se preocupam que o parceiro tenha relações extraconjugais.

Na direção, Vadim, demonstrando mais uma vez seu completo domínio da câmera, nos brinda com mais um belo trabalho. A fotografia, em preto e branco, assinada por Marcel Grignon, é igualmente de boa qualidade. No entanto, um dos aspectos mais memoráveis do filme é sua trilha sonora, a maior parte provida pelo lendário Thelonious Monk.

No elenco, Jeanne Moreau brilha no papel de Juliette de Merteuil, seguida pelas boas atuações de Gérard Philipe, Jeanne Valérie   e Jean-Louis Trintignant.

CAA