Filmes por gênero

COMEÇOU EM NÁPOLES (1960)

It started in Naples
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: C'est arrivé à Naples (França)
La baia di Napoli (Itália)
Capri (Espanha)
La bahía de los ensueños (Argentina)
Es begann in Neapel (Alemanha)
Det började i Neapel (Suécia)
Zaczelo sie w Neapolu (Polônia)
Det begyndte i Napoli (Dinamarca)
Это началось в Неаполе (União Soviética)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Comédia, Drama
Direção: Melville Shavelson
Roteiro: Melville Shavelson, Jack Rose, Suso Cecchi d'Amico
Produção: Jack Rose
Música Original: Alessandro Cicognini, Carlo Savina
Coreografia: Leopoldo Savona
Fotografia: Robert Surtees
Edição: Frank Bracht
Direção de Arte: Hal Pereira, Roland Anderson
Figurino: Orietta Nasalli-Rocca
Guarda-Roupa: Joan Joseff
Maquiagem: Frank Prehoda
Efeitos Sonoros: Sash Fisher, Charles Grenzbach
Nota: 8.4
Filme Assistido em: 1962

Elenco

Clark Gable Michael Hamilton
Sophia Loren Lucia Curcio
Vittorio De Sica Mario Vitale
Marietto Nando Hamilton
Paolo Carlini Renzo
Giovanni Filidoro Gennariello
Claudio Ermelli Luigi
Bob Cunningham Don Mc Guire, passageiro do trem
Mimmo Poli Homem no Bar
Marco Tulli .
Carlo Rizzo .
Yvonne Monlaur .
Liana Del Balzo .

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Direção de Arte - Decoração de Cenários (Hal Pereira, Roland Anderson, Sam Comer, Arrigo Breschi)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Filme - Musical ou Comédia

Prêmio de Melhor Atriz em um Musical ou Comédia (Sophia Loren)

Prêmios Laurel, USA

Prêmio Laurel de Ouro de Melhor Atriz em uma Comédia (Sophia Loren)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Quando o advogado da Filadélfia, Michael Hamilton, viaja para Nápoles, Itália, para resolver os assuntos de seu irmão Joe, ele assume que todos os italianos estão interessados apenas em explorar os turistas. Suas suspeitas são aumentadas quando seu advogado italiano, Mario Vitale, revela que o profano Joe morreu com sua esposa em um acidente de barco. Quando Michael comenta que a esposa de Joe está viva e bem na Filadélfia, Mario afirma que ele e sua esposa italiana deixaram um filho de oito anos, Nando, que está sendo criado por sua tia Lucia Curcio.

Depois que Michael protesta e exige uma prova de que Nando é seu sobrinho, Mario o leva a um festival de rua e o apresenta à Lucia. Esta se mostra furiosa por achar que Michael veio para levar Nando, e insiste em dizer que eles vivem felizes na ilha de Capri. Sem demora, Michael viaja para Capri, onde conhece Nando ao pedir um guia para acompanhá-lo até a Villa de Lucia. Inicialmente, Michael não se apresenta, mas depois de notar a semelhança de Nando com Joe e seu hábito de assobiar para garotas bonitas, ele pega o garoto e lhe diz: “Bem-vindo à família”.

Ao entrar na Villa de Nando e Lucia, Michael se mostra confuso com a autossuficiência do garoto, ao vê-lo preparar o jantar. Lucia se mostra chateada com a visita surpresa de Michael e alega que, tendo a Villa sido incendiada, eles estão vivendo no local reservado aos criados. À medida que Lucia ataca os americanos, Michael a pega em suas mentiras e revela que Joe só escrevia para ele quando precisava de dinheiro, razão pela qual ele não sabia da morte de seu irmão.

Michael aproveita a oportunidade para perguntar o que aconteceu com os US$14.000 que enviou para Joe ao longo dos anos, e Lucia e Nando respondem que Joe construiu um negócio de fogos de artifício, mas como seus fogos eram tão especializados e caros, ele morreu na falência. Lucia, que se dedica a Nando, sente-se aliviada quando Michael afirma que não pretende levar o menino e, em vez disso, promete enviar dinheiro para suas necessidades. Embora Nando fique assustado com a falta de interesse de seu tio, Michael sai, mas descobre que perdeu o último barco de volta à Nápoles.

Mantido acordado pela música que tocava no palazzo, localizado sob a janela do quarto de seu hotel, Michael resolve perambular para conhecer um pouco da vida noturna da cidade. Ele fica chocado ao encontrar Nando distribuindo panfletos a respeito da participação de Lucia numa boate local. Depois de mandar Nando para casa, ele vai até a boate, e embora aprecie o desempenho de Lucia, ele continua desconfiado dela. Michael pede a um garçom para entregar uma nota bancária e a chave de seu quarto para Lucia, instruindo-o para não contar quem as enviou.

Os temores de Michael de que o afeto de Lucia está à venda parecem verdadeiros quando ele a encontra reclinada em sua cama no hotel, mas ela afirma que o garçom lhe falou quem ele era. Não apreciando sua piada, ele insiste que ela não é a pessoa certa para cuidar de Nando, e afirma que pretende enviar o garoto para estudar na escola americana de Roma. Ao voltar para casa, ela grita com Nando sobre a necessidade dele ir à escola e de se comportar corretamente. O garoto responde com raiva e os dois terminam chorando juntos.

No dia seguinte, Michael procura falar com Nando, mas quando Lucia declara que ele está tentando seqüestrar o garoto, seus vizinhos o desprezam. Forçado a sair, Michael volta ao hotel. Mais tarde, ele é visitado por Nando, que afirma que, sem ele para cuidar dela, Lucia terá problemas. Na oportunidade, Michael tenta impressionar o garoto ao falar sobre a importância de uma boa educação, mas Nando descreve com escárnio como os americanos tratam os italianos como sua mãe. Logo depois, Lucia recebe um aviso de que Michael está buscando a custódia de Nando.

Naquela noite, Michael dispara o resto dos fogos de artifício de Joe na esperança de conquistar o garoto. Seu plano é bem sucedido quando o Nando se junta a ele e passa a mostrar-lhe os pontos turísticos da cidade. Certa tarde, Michael se encontra com Mario para discutir sua estratégia legal, ocasião em que o advogado lhe diz que Lucia tem um grande carinho por ele e sugere que ele resolva o problema sem recorrer aos tribunais. Depois que Michael sai, Lucia confronta Mario, que lhe diz que Michael tem um grande carinho por ela, e que ela pode fazer com que ele permita que ela cuide de Nando.

Naquela noite, Michael visita Lucia na boate e eles dançam durante horas. À medida que passam mais tempo juntos, Michael relaxa, se veste de forma mais casual e age de forma menos formal. Certa noite, quando de outro festival de rua, Nando pergunta quando Michael vai se casar com Lucia. Ele tenta explicar que tem outras obrigações e simplesmente se divertiu com ela, fazendo com que o garoto fuja. Enquanto isso, Renzo, o guitarrista de Lucia, lhe informa que providenciou para que eles fizessem um tour pela Itália juntos.

Eles são interrompidos por Michael, que confessa a Lucia que Nando fugiu após conversar com ele. Michael também conta a Lucia sobre o que eles discutiram e, embora ela tenha imaginado que nunca levou seu relacionamento a sério, ela se sente profundamente ferida. Na ocasião, ela declara que o estava provocando para manter Nando, e ele responde que a verá no tribunal. Mais tarde, no tribunal, ele faz o seu melhor para influenciar os juízes em favor de Lucia. Na ocasião, ele declara que só quer que Nando tenha as melhores oportunidades que a vida possa lhe oferecer.

Lucia ganha o caso, mas, movida pelos sonhos de Michael para com Nando, ela diz a seu sobrinho que vai fazer uma turnê com Renzo. Sentindo-se rejeitado, Nando fica bêbado e vai ao hotel de Michael, onde diz ao tio que ele quer ser um "Americano". Mais tarde, na estação ferroviária, Nando revela que Lucia estava chorando quando lhe disse que não o queria mais, e Michael deduz o sacrifício que ela está fazendo.

Michael, então, dá dinheiro a Nando para retornar à Capri e, em seguida, embarca no trem. No entanto, ao entrar em seu compartimento e se deparar com os modos rudes de três turistas americanos, ele percebe que agora pertence à Itália. Saltando do trem, ele se junta a Nando na plataforma. Os dois retornam à Capri, onde Michael finalmente decide formar uma nova família com Lucia e Nando.

imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta Melville Shavelson, a partir de um roteiro por ele escrito, juntamente com Jack Rose e Suso Cecchi d'Amico, “Começou em Nápoles” é um filme norte-americano produzido pelas empresas Paramount Pictures e Capri Productions em 1960. Filmado em Roma, Nápoles e Capri, sua trama foi baseada numa estória de Michael Pertwee e Jack Davies,

Na direção, Shavelson realiza um bom trabalho, no que é ajudado pela bela fotografia assinada por Robert Surtees, marcada por cenários maravilhosos de Nápoles e da ilha de Capri. No elenco, Sophia Loren brilha no papel de Lucia Curcio, seguida pelas ótimas atuações de Clark Gable e Vittorio De Sica.

CAA