Filmes por gênero

QUATRO DESTINOS (1949)

Little Women
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Mulherzinhas (Portugal)
Les quatre filles du Dr March (França)
Mujercitas (Espanha, México)
Piccole donne (Itália)
Kleine tapfere Jo (Alemanha)
Die vier Töchter des Dr. March (Austria)
Unga kvinnor (Suécia)
Pigebørn (Dinamarca)
Male kobietki (Polônia)
Маленькие женщины (União Soviética)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Drama, Romance
Direção: Mervyn LeRoy
Roteiro: Andrew Solt, Sarah Y. Mason, Victor Heerman
Produção: Mervyn LeRoy
Música Original: Adolph Deutsch
Fotografia: Robert H. Planck, Charles Edgar Schoenbaum
Edição: Ralph E. Winters
Direção de Arte: Cedric Gibbons, Paul Groesse
Figurino: Walter Plunkett
Guarda-Roupa: Joan Joseff
Maquiagem: Jack Dawn
Efeitos Sonoros: Douglas Shearer, Norwood A. Fenton
Efeitos Especiais: Warren Newcombe
Nota: 8.4
Filme Assistido em: 1952

Elenco

June Allyson Jo
Peter Lawford Theodore "Laurie" Laurence
Margaret O'Brien Beth
Janet Leigh Meg
Elizabeth Taylor Amy
Mary Astor Marmee
C. Aubrey Smith Sr. James Laurence
Richard Wyler John Brooke
Lucile Watson Tia March
Rossano Brazzi Professor Bhaer
Elizabeth Patterson Hannah
Leon Ames Sr. March
Harry Davenport Dr. Barnes
Isabel Randolph Sra. Gardiner
Connie Gilchrist Sra. Kirke
Ellen Corby Sophie
Lisa Golm Sra. Hummel
Eloise Hardt Sally Gardiner
Olin Howland Professor Davis
Clare Jane Karnback Tina
Diane Nance Kitty
Will Wright Sr. Grace

Prêmios

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Direção de Arte - Decoração de Cenários (Cedric Gibbons, Paul Groesse, Edwin B. Willis, Jack D. Moore )

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Fotografia a Cores (Robert H. Planck, Charles Edgar Schoenbaum)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Na pequena cidade de Concord, Massachusetts, durante a Guerra Civil, as irmãs Meg, Jo, Amy e Beth March, vivem com sua mãe em estado de pobreza, desde que seu pai perdeu a fortuna da família para um empresário sem escrúpulos, vários anos antes. Enquanto o Sr. March serve ao exército da União, sua esposa, carinhosamente chamada de "Marmee" por suas filhas, mantém a família unida e as ensina a ajudar os menos afortunados, especialmente durante a temporada de Natal.

Embora a mimada e vaidosa Amy frequentemente lamente a falta de maiores recursos materiais e status social, Jo, uma aspirante à escritora, mantém todos entretidos com suas histórias e peças de teatro, enquanto a mais jovem e tímida de todas, Beth, acompanha suas atuações em um piano fora de sintonia. A espirituosa Jo, em busca de uma companhia masculina, faz amizade com Theodore "Laurie" Laurence, neto do milionário vizinho, James Laurence.

Ao chegar o inverno, o Sr. Laurence convida as jovens para um baile de máscaras em sua suntuosa casa. Durante o baile, Meg é cortejada por John Brooke, professor de Laurie, e Jo dança com Laurie, enquanto Amy e Beth assistem a tudo do alto de uma escadaria. O comportamento rude do Sr. Laurence é suavizado quando ele se aproxima de Beth e esta lhe fala sobre a amada neta que ele perdeu. Na conversa, ao tomar conhecimento do talento musical da jovem, ele lhe oferece o uso de seu caríssimo piano de cauda. A bela noite, no entanto, termina com um mal-estar, quando Amy e Beth ouvem a esnobe Sra. Gardiner e sua filha fofocando sobre sua mãe.

À medida que as semanas passam, a afeição de Laurie para com Jo aumenta, mas ela o rejeita como um pretendente, alegando que, embora o ame como um amigo, ela não pretende se casar. Por outro lado, ela tenta desencorajar os sentimentos de Meg para com John Brooke, temendo que um casamento venha a quebrar o vínculo entre as irmãs. Quando da chegada da primavera, Marmee recebe a notícia de que seu marido foi ferido e enviado para um hospital do exército em Washington. Jo pede à sua rica tia March uma passagem de trem para que sua mãe possa viajar, mas as duas têm uma discussão acalorada por culpa da jovem. Como de costume, a tia procura a família, mas não antes de Jo ter vendido suas belas mechas castanhas para bancar a passagem de Marmee.

Na ausência da mãe, Beth assume um trabalho que ela costuma fazer em benefício dos pobres e termina contraindo escarlatina. As irmãs angustiadas e assustadas percebem quanto elas dependem da mãe. A febre que se abateu sobre Beth só vem a ceder após o retorno de Marmee, quando Laurie organiza o regresso-surpresa do Sr. March.

Alguns meses mais tarde, Meg se casa com John Brooke e Laurie pede Jo em casamento. Esta, no entanto, mais uma vez lhe diz que não pretende se casar e que seu desejo é dedicar-se inteiramente à literatura. Desapontado, Laurie parte para a Europa, e Jo, triste com as perdas aparentes de Meg e Laurie, que ela considera ser seu maior amigo, muda-se para Nova York a fim de seguir sua carreira.

Uma vez em Nova York, Jo hospeda-se na casa da Sra. Kirke, onde conhece o professor alemão Bhaer, que a apresenta aos museus de arte e à Ópera da cidade. O professor compromete-se a ler seus escritos e ela se mostra arrasada quando, mais tarde, ele critica seu trabalho, irrompendo em lágrimas. Jo revela que se sente abandonada por Laurie e ferida pela tia March, uma vez que ela lhe havia prometido uma viagem à Europa e terminou levando Amy em seu lugar. Depois de consolá-la, o professor Bhaer, que por ela se acha apaixonado, a aconselha a escrever a partir do coração.

Ao tomar conhecimento de que sua irmã Beth encontra-se novamente muito doente, Jo decide voltar para casa. Uma vez lá, ela passa a cuidar da irmã que, depois de algumas semanas, vem a falecer. Para aliviar sua dor, ela começa a escrever um romance intitulado “Minha Beth”, que em seguida envia ao professor para sua opinião. Pouco depois, Meg, agora mãe de gêmeos, lhe informa que Amy e Laurie se apaixonaram na Europa e estão para se casar. Jo se mostra feliz pelo casal, mas reconhece, pela primeira vez, quão solitária ela é e quanto desejaria ser amada.

Algumas semanas mais tarde, Laurie e Amy retornam como marido e mulher e os March alegremente comemoram o encontro da família. Durante as comemorações, o professor Bhaer chega com o romance de Jo, que ele havia publicado. No entanto, quando Laurie atende à porta, o professor equivocadamente pressupõe que Jo havia se casado e educadamente declina do convite de se juntar à festa.

Ao tomar conhecimento do ocorrido, Jo corre e o alcança a tempo de professar seu amor por ele. Os dois se abraçam e o professor lhe propõe casamento. Alegremente, ela aceita seu pedido e os dois seguem até o salão onde a família, reunida, os aguarda.

imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta Mervyn LeRoy, a partir de um roteiro escrito por Andrew Solt, Sarah Y. Mason e Victor Heerman, “Quatro Destinos” é um ótimo filme produzido pela Metro-Goldwyn-Mayer (MGM) em 1949. Sua trama, baseada no romance de Louisa May Alcott, fala de quatro jovens irmãs que, durante a ausência do pai, quando da Guerra Civil Americana, aprendem a crescer e a encontrar um rumo para suas vidas.

Na direção, demonstrando mais uma vez seu completo domínio da câmera, LeRoy nos brinda com um belo trabalho, no que é ajudado pela bela fotografia assinada por Robert Planck e Charles Edgar Schoenbaum.

No elenco, com atuações bastante convincentes, destacam-se as atrizes Elizabeth Taylor, Janet Leigh, June Allyson e Margaret O'Brien, nos papéis das quatro irmãs.

Enfim, “Quatro Destinos” é um filme que recomendo para todas as idades.

CAA