Filmes por gênero

DE VOLTA À CALDEIRA DO DIABO (1961)

Return to Peyton Place
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: O amor é tudo na vida (Portugal)
Regreso a Peyton Place (Espanha)
Les lauriers sont coupés (França)
Ritorno a Peyton Place (Itália)
El regreso a la caldera del diablo (México)
Rückkehr nach Peyton Place (Alemanha)
Paluu Peyton Placeen (Finlândia)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Drama
Direção: José Ferrer
Roteiro: Ronald Alexander
Produção: Jerry Wald
Música Original: Franz Waxman
Fotografia: Charles G. Clarke
Edição: David Bretherton
Direção de Arte: Hans Peters, Jack Martin Smith
Figurino: Donfeld
Maquiagem: Ben Nye
Efeitos Sonoros: Warren B. Delaplain, Bernard Freericks
Nota: 7.8
Filme Assistido em: 1962

Elenco

Carol Lynley Allison Rossi
Jeff Chandler Lewis Jackman
Eleanor Parker Sra. Connie Rossi
Robert Sterling Mike Rossi
Mary Astor Sra. Roberta Carter
Luciana Paluzzi Raffaella
Brett Halsey Ted
Tuesday Weld Selena
Gunnar Hellström Nils
Joan Banks Sra. Humphries
Helen Bennett Entrevistadora
Carol Veazie Entrevistadora
Bill Bradley Mark Steele
Jack Carr Sr. Johnson
Bob Crane Peter White
Alex Dunand Pierre Galante
Tim Durant John Smith
José Ferrer Voz de Mark Steele
Bess Flowers Mulher no Encontro da Cidade
Wilton Graff Dr. Fowlkes
Jennifer Howard Sra. Jackman
Collette Lyons Sra. Sarah Bingham
Hari Rhodes Arthur
Max Showalter Nick Parker
Leonard Stone Steve Swanson
Emerson Treacy Bud Humphries
June Valentine Garçonete
Tony Miller Fotógrafo

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Allison Rossi é uma jovem escritora que sonha ter seu primeiro livro publicado. Certo dia, ela é tomada por um forte entusiasmo ao tomar conhecimento que o Sr. Lewis Jackman, um famoso editor de Nova York, deseja publicar o seu livro.

Ao receber um convite formal para tratar da publicação do tal livro, Allison viaja sozinha para Nova York, a fim de se encontrar com o editor, deixando sua mãe, Connie, proprietária de uma loja de roupas, preocupada por vê-la viajar sozinha e, ao mesmo tempo, feliz pela possibilidade de sua filha realizar o seu grande sonho.

Ao se reunir com o Sr. Lewis, um homem casado e mais velho, Allison se sente atraída por ele. Na ocasião, ele chama a atenção para o fato de que todo primeiro romance é autobiográfico e a estimula a falar abertamente sobre os acontecimentos abordados, nunca procurando camuflar a verdade.

Seguindo as orientações do seu editor, ela relata os mais profundos segredos de sua cidade, gerando indignação por parte das pessoas atingidas, como a Sra. Roberta Carter, uma mulher dominadora e esnobe determinada a destruir o casamento do filho Ted com sua esposa de origem italiana, Raffaella. Por outro lado, a mãe de Allison fica enfurecida quando seu marido, Mike, o diretor da escola, se recusa a remover o romance da filha, da biblioteca da escola, sendo por isso demitido.

Embora o romance se torne um best-seller, a situação chega a um ponto em que uma reunião é convocada para discutir os problemas criados com sua divulgação. No final, Mike é reconduzido ao cargo de diretor da escola, Connie permanece publicamente ao lado da filha, denunciando a Sra. Carter como uma mulher fanática e hipócrita, Ted se reconcilia com Raffaella, contrariando sua mãe. Allison, mais madura, percebe que nunca conseguiu encontrar a verdadeira felicidade ao destruir o casamento de Lewis.

imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta José Ferrer, a partir de um roteiro escrito por Ronald Alexander, “De Volta à Caldeira do Diabo” é um filme norte-americano produzido pela Jerry Wald Productions em 1961. Sua trama, baseada num romance de Grace Metalious, dá continuidade à do filme “A Caldeira do Diabo”, realizado por Mark Robson em 1957.

A direção de Ferrer se mostra apenas razoável, pecando principalmente pelo ritmo por ele imposto à narrativa. Por outro lado, a fotografia em CinemaScope de Charles G. Clarke é, sem nenhuma dúvida, um dos quesitos que merecem ser destacados, juntamente com a bela trilha sonora, a cargo de Franz Waxman. A canção “The wonderful season of Love” foi interpretada por Rosemary Clooney, na época casada com José Ferrer.

No elenco, Mary Astor brilha no papel da Sra. Roberta Carter, seguida pelas boas atuações de Tuesday Weld e Eleanor Parker.

CAA