Filmes por gênero

A TORTURA DA SUSPEITA (1961)

The naked edge
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: O gume da navalha (Portugal)
La lame nue (França)
Il dubbio (Itália)
Sombras de sospecha (México, Espanha)
Ein Mann geht seinen Weg (Austria, Alemanha)
Den nakna eggen (Suécia)
Nagie ostrze (Polônia)
Mordgåden Jason Roote (Dinamarca)
Pais: Reino Unido, Estados Unidos
Gênero: Suspense, Mistério
Direção: Michael Anderson
Roteiro: Joseph Stefano
Produção: George Glass, Walter Seltzer
Música Original: William Alwyn
Direção Musical: Muir Mathieson
Fotografia: Erwin Hillier
Edição: Gordon Pilkington
Direção de Arte: Carmen Dillon
Figurino: Julie Harris
Maquiagem: Tony Sforzini
Efeitos Sonoros: Norman Coggs, Len Shilton, Rusty Coppleman
Nota: 8.2
Filme Assistido em: 1962

Elenco

Gary Cooper George Radcliffe
Deborah Kerr Martha Radcliffe
Eric Portman Jeremy Clay
Diane Cilento Sra. Heath
Hermione Gingold Lilly Harris
Peter Cushing Sr. Wrack
Michael Wilding Morris Brooke
Ronald Howard Sr. Claridge
Ray McAnally Donald Heath
Sandor Elès Manfridi St John
Wilfrid Lawson Sr. Pom
Helen Cherry Srta. Osborne
Joyce Carey Victoria Hicks
Diane Clare Betty
Frederick Leister Juiz
Martin Boddey Jason Roote
Peter Wayn Motorista
Frank Hawkins Usher
Douglas Muir Funcionário da Polícia
Middleton Woods Auxiliar do Juiz

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

O testemunho no tribunal de George Radcliffe, um empresário americano que trabalha em Londres, é tão persuasivo que um colega de trabalho, Donald Heath, é condenado por roubar e assassinar o dono da empresa de transporte rodoviário onde ambos estavam empregados.

Embora nenhum vestígio do dinheiro seja encontrado, Heath é condenado à prisão perpétua. Imediatamente após o julgamento, George diz à sua esposa, Martha, que ele fez um grande negócio no mercado de ações e que pretende se juntar a Morris Brooke na compra de uma empresa de navegação. O empreendimento revela-se extremamente bem-sucedido e, cinco anos depois, George torna-se extremamente rico.

Certo dia, ele recebe uma nota de chantagem de um advogado, que se acha com seus direitos profissionais suspensos, Jeremy Clay, acusando-o de ter cometido o assassinato. Recordando a imprecisão das circunstâncias em que George adquiriu seu dinheiro, Martha começa a duvidar do marido. Na esperança de acabar com suas dúvidas, ela conduz uma série de investigações privadas, mas cada esforço seu apenas a torna mais certa da culpa de George.

Inconformada, ela visita Clay, que lhe afirma que realmente viu George cometer o assassinato. No entanto, ao voltar para casa e entrar no banheiro, ela é agarrada por Clay, que tapa sua boca e tenta cortar seus pulsos. Para sua sorte, no entanto, George aparece e o subjuga. Finalmente, antes que a polícia chegue, o advogado admite que cometeu o crime pelo qual Heath foi condenado.

imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta Michael Anderson, a partir de um roteiro escrito por Joseph Stefano, “A Tortura da Suspeita” é uma co-produção anglo-americana produzida em 1961. Embora não chegue ao nível de uma obra de Hitchcock, sua trama é marcada por uma boa dose de mistério e suspense.

Baseado no romance “First Train to Babylon”, de Max Ehrlich, Anderson consegue manter um bom ritmo ao longo de toda a projeção. A fotografia em preto e branco, assinada por Erwin Hillier, é de boa qualidade. No elenco, o maior destaque é Deborah Kerr, seguida pelas boas atuações de Gary Cooper, Eric Portman, Diane Cilento e Hermione Gingold.

“A Tortura da Suspeita” marcou o último filme de Gary Cooper, que veio a falecer no dia 13 de maio de 1961, antes do lançamento do filme no mercado norte-americano, ocorrido um mês e meio depois de sua morte.

CAA