Filmes por gênero

DOCE NOVEMBRO (2001)

Sweet November
imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Noviembre dulce (Espanha)
Dulce noviembre (Argentina, México)
Sweet November - Dolce novembre (Itália)
Doux novembre (Canadá francês)
Eine Liebe im Herbst (Alemanha)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Drama, Romance
Direção: Pat O'Connor
Roteiro: Kurt Voelker, Herman Raucher
Produção: Elliott Kastner, Steven Reuther, Deborah Stoff, Erwin Stoff
Design Produção: Naomi Shohan
Música Original: Christopher Young
Música Não Original: Stan Freeman
Coreografia: Cynthia Glinka
Fotografia: Edward Lachman
Edição: Anne V. Coats
Direção de Arte: Kevin Constant
Figurino: Shay Cunliffe
Guarda-Roupa: Marta Font, Cindy Evans, Daniela Moore, Michael Becker
Maquiagem: David Atherton, Deborah Larsen, Peter Robb-King
Efeitos Sonoros: Steve Mann, Brian Best, Steve Pederson e outros
Efeitos Especiais: Rod M. Janusch, Tom Vukmanic
Efeitos Visuais: Roger Guyett, Lloyd Lee Barnett
Nota: 6.9
Filme Assistido em: 2002

Elenco

Keanu Reeves Nelson Moss
Charlize Theron Sara Deever
Jason Isaacs Chaz
Greg Germann Vince
Liam Aiken Abner
Robert Joy Raeford Dunne
Lauren Graham Angelica
Michael Rosenbaum Brandon
Jason Kravits Manny
Ray Baker Buddy Leach
Tom Bullock Al
Frank Langella Edgar Price
Adele Proom Osiris
June Lomena Beatrice
Elizabeth Weber Lexy
Susan Zelinsky Garçonete
Sanford Marshall Palhaço no Trem
Tessa Konig-Martinez Marie
Lisa Marie Tudor Enfermeira Nancy
Ann W. Leon Administradora do Hospital

Sinopse

Nelson Moss é um publicitário que não tem tempo para nada, nem ao menos para sorrir. Vive em função de suas campanhas e dos clientes que pode conseguir arrancar da concorrência, tanto que, deixando vencer sua carteira de habilitação, só decide renová-la depois que seus colegas o convencem dos problemas que circular com a carta vencida podem causar.

Quando vai fazer a prova para renovar a habilitação, Nelson pede cola a uma moça sentada a seu lado e o inspetor recolhe o teste dela obrigando-a a aguardar um mês até a próxima tentativa. Essa moça é Sara Deever.

Sara é jovem e bonita, de bem com a vida, sorridente e encantadora, o oposto de Nelson. Para recompensá-la da prova perdida, ele oferece dinheiro que compensasse o que ela poderia ganhar num mês, mas ela recusa.

Porém, Nelson não está livre da desmiolada Sara. Ela aparece sem mais nem menos cobrando uma carona. Afinal está sem sua carta. Os dois acabam por ficar amigos e ela surge com uma inesperada e estranha proposta: passariam juntos o mês de novembro, nem um dia a mais, nem um a menos, e ela mudaria a vida dele para sempre.

No início, Nelson fica com um pé atrás; como poderia largar sua carreira assim, por uma mulher que nem conhece? Mas o destino se encarrega de solucionar essa questão. Devido a uma apresentação nada convencional feita a um cliente que sua agência estava trabalhando, Nelson é demitido.

Por não conseguir tirar a moça da cabeça nem por um minuto, ele decide aceitar a proposta e passar um mês ao lado dela. Durante o tempo em que ficam juntos, Nelson aprende o real significado da palavra viver e um forte sentimento surge entre ambos.

Sara não é nada aberta, nunca fala de sua vida e nem da família. Nelson descobre, sem querer, que ela sofre de um terrível tipo de doença e por isso age dessa maneira, afastando os homens após um curto período de relacionamento.

Porém, dessa vez, nem ela mesma pôde controlar a situação e seu coração. E o ex-workaholic também não aceitará facilmente sair de sua vida como os outros fizeram.

imagem imagem imagem

Comentários

"Doce Novembro" é um bom entretenimento.  Dirigido por Pat O'Connor, o filme consegue dosar bem romance, drama e comédia, o que ajuda a manter o espectador atento até o fim.

Comovente, ele tem o mérito de passar uma mensagem de otimismo em relação à vida.  O roteiro, assinado por Kurt Voelker e Herman Raucher, é bem desenvolvido e ajuda a torná-lo especial.

Com uma bela trilha sonora, o filme conta ainda com uma ótima atuação de Charlize Theron.  Ela consegue manter uma boa química com Keanu Reeves, o que não é uma tarefa fácil, já que este parece ter dificuldades em estrelar uma comédia romântica.  Entre os atores coadjuvantes, merecem destaques Greg Germann, Liam Aiken e Frank Langella.

CAA