Filmes por gênero

DESCALÇOS NO PARQUE (1967)

Barefoot in the Park
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Pieds nus dans le parc (França, Canadá)
A piedi nudi nel parco (Itália)
Descalzos por el parque (Espanha)
Descalzos en el parque (Argentina, México)
Barfuß im Park (Austria, Alemanha)
Barfota i parken (Suécia)
Op Blote Voeten in het Park (Holanda)
På bare tæer i parken (Dinamarca)
Босиком по парку (União Soviética)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Comédia Romântica
Direção: Gene Saks
Roteiro: Neil Simon
Produção: Hal B. Wallis, Paul Nathan
Música Original: Neal Hefti
Fotografia: Joseph LaShelle
Edição: illiam A. Lyon
Direção de Arte: Hal Pereira, Walter H. Tyler
Figurino: Edith Head
Guarda-Roupa: John A. Anderson
Maquiagem: Wally Westmore
Efeitos Sonoros: Charles Grenzbach, Harold Lewis
Efeitos Visuais: Farciot Edouart, Paul K. Lerpae
Nota: 8.3
Filme Assistido em: 1968

Elenco

Robert Redford Paul Bratter
Jane Fonda Corie Bratter
Charles Boyer Victor Velasco
Mildred Natwick Ethel Banks
Herb Edelman Harry Pepper
Mabel Albertson Harriet
Fritz Feld Proprietário do Restaurante
James Stone Funcionário que faz entregas
Ted Hartley Frank
Doris Roberts Empregada do Hotel
Billie Bird Vizinho embriagado
John Indrisano Policial
Paul E. Burns .

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante (Mildred Natwick)

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio de Melhor Atriz Estrangeira (Jane Fonda)

Grêmio dos Roteiristas da América

Prêmio de Melhor Roteiro de uma Comédia Americana (Neil Simon)

Prêmios Laurel, USA

Prêmio Laurel de Ouro de Melhor Ator em uma Comédia (Robert Redford)

Prêmio Laurel de Ouro de Melhor Atriz em uma Comédia (Jane Fonda)

Prêmio Laurel de Ouro de Melhor Atriz Coadjuvante (Mildred Natwick)

Prêmio Laurel de Ouro de Melhor Comédia (4º lugar)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Depois de passarem toda a sua lua-de-mel de 6 dias em uma suíte no Plaza Hotel de Nova York, Corie e Paul Bratter se mudam para o apartamento em Greenwich Village. Para a otimista Corie, toda a aventura de ter uma casa é puro encantamento, mas Paul, um advogado conservador, está desanimado com a inconveniência e a monotonia geral.

O vizinho do andar de cima, Victor Velasco, tem o costume de usar a janela do quarto para chegar aos seus aposentos porque foi expulso pelo senhorio. Corie, fascinada pelos modos de Victor, decide que ele seria o companheiro perfeito para sua mãe viúva.

Certo dia, quando todos vão a um restaurante albanês em Staten Island, a mãe de Corie, Ethel Banks, bebe e come tudo o que é ruim para sua úlcera, cai numa escada e acaba passando a noite no apartamento de Victor. Por outro lado, Corie e Paul discutem e ela termina pedindo o divórcio. Desolado, ele sai e, depois de uma farra, dá seu sobretudo a um vagabundo e corre descalço pelas ruas.

Enquanto isso, depois de uma conversa com sua mãe, que admite ter passado uma noite agradável e inofensiva ao lado de Victor, Corie percebe que o casamento deveria ser mais do que uma brincadeira. Arrependida, ela procura Paul e o traz para casa, mas, embriagado e determinado a viver de acordo com a ideia de diversão de Corie, ele sobe no telhado, através de uma claraboia. Corie sobe atrás dele e confessa que não deseja que ele vá embora. Na calçada, um grupo de pessoas, incluindo a Sra. Banks e Victor, aplaude espontaneamente enquanto os recém-casados se reconciliam.

imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta Gene Saks, a partir de um roteiro escrito por Neil Simon, “Descalços no Parque” é um filme norte-americano produzido pelas empresas Hal Wallis Production e Nancy Enterprises, Inc., em 1967. Sua trama, baseada numa peça escrita pelo próprio Neil Simon, que ficou quatro anos em cartaz na Broadway, conta a história de um jovem casal que vai morar em um apartamento, no quinto andar de um edifício com problemas de calefação e sem elevador.

Partindo de um ótimo roteiro, a direção de Saks se mostra apenas razoável, embora consiga manter um bom ritmo ao longo da narrativa. Por outro lado, a fotografia assinada por Joseph LaShelle é de muito boa qualidade, o mesmo ocorrendo com sua trilha sonora, a cargo de Neal Hefti.

No elenco, Jane Fonda e Mildred Natwick brilham em seus respectivos papéis, seguidas pelas boas atuações de Robert Redford e Charles Boyer.

CAA