Filmes por gênero

O TEMPO NÃO APAGA (1946)

The strange love of Martha Ivers
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: O estranho amor de Martha Ivers (Portugal)
L'emprise du crime (França)
Lo strano amore di Marta Ivers (Itália)
El extraño amor de Martha Ivers (Espanha)
Die seltsame liebe der Martha Ivers (Alemanha)
Fallet Martha Ivers (Suécia)
Dziwna milosc Marty Ivers (Polônia)
Den gådefulde Martha Ivers (Dinamarca)
Странная любовь Марты Айверс (União Soviética)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Drama, Filme Noir
Direção: Lewis Milestone
Roteiro: Robert Rossen
Produção: Hal B. Wallis
Música Original: Miklós Rózsa
Fotografia: Victor Milner
Edição: Archie Marshek
Direção de Arte: Hans Dreier, John Meehan
Figurino: Edith Head
Guarda-Roupa: Eugene Joseff
Maquiagem: Wally Westmore
Efeitos Sonoros: Harold Lewis, Walter Oberst
Efeitos Visuais: Farciot Edouart
Nota: 8.9
Filme Assistido em: 1991

Elenco

Barbara Stanwyck Martha Ivers
Van Heflin Sam Masterson
Lizabeth Scott Antonia 'Toni' Marachek
Kirk Douglas Walter O'Neil
Judith Anderson Sra. Ivers
Roman Bohnen Sr. O'Neil
Darryl Hickman Sam, garoto
Janis Wilson Martha Ivers, quando garota
Ann Doran Bobbi St. John
Frank Orth Funcionário do Hotel
James Flavin Detetive
Mickey Kuhn Walter, quando garoto
Charles D. Brown McCarthy, detetive particular
Tom Dillon Detetive
John Kellogg Joe, detetive particular
Max Wagner Jake, detetive
Walter Baldwin Dempsey, proprietário da Garage
Catherine Craig Empregada francesa
Kernan Cripps Policial
Tom Schamp Policial
Robert Homans Gallagher, policial
Kay Deslys Policial Elizabeth Baker
Blake Edwards Marinheiro
Gladden James John
Thomas Louden Lynch
Tom Fadden Motorista de táxi

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor História Original (John Patrick)

Festival Internacional de Cannes, França

Prêmio de Melhor Longa-Metragem (Lewis Milestone)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Em uma noite chuvosa de 1928 em uma cidade industrial da Pensilvânia, chamada Iverstown, Martha Ivers, de 13 anos de idade, tenta fugir da tutela de sua tia rica e dominadora, a Sra. Ivers, com seu amigo, o esperto e pobre Sam Masterson. Ela é capturada e levada para casa, onde o tutor de Martha, Walter Jr., como o responsável pela recuperação de Martha. Repreendida por sua tia, Martha afirma desafiadoramente, que seu nome não é Ivers, mas Smith, o nome de seu pai. 

Durante uma queda de energia, Sam vai buscá-la, mas a tia de Martha a ouve chamando-o do andar de baixo. Enquanto Sam sai sem ser notado, a Sra. Ivers começa a bater no gatinho de Martha com sua bengala. Martha luta para ficar longe dela e a atinge na cabeça com um atiçador de ferro, matando-a. 

Quando a energia volta, Martha mente sobre o incidente para Walter Sr. Embora Walter Jr. tenha visto tudo, ele a apoia. O ganancioso Walter Sr. deixa claro para Walter Jr. e Martha que ele sabe o que aconteceu, mas que, enquanto ele e seu filho se beneficiarem, ele fará o mesmo. Sam deixa a cidade.

Dezessete anos depois, em 1946, Walter Sênior está morto e Walter Jr. é agora promotor público de Iverstown e casado com Martha, que usou sua herança para expandir o império de moagem de Ivers. Seu casamento é unilateral: ele a ama, mas Walter sabe que ela não o ama.  

Sam, um ex-soldado e jogador itinerante, chega por acaso à pequena cidade e, após um acidente, deixa seu carro para ser consertado. Enquanto espera, ele vai dar uma olhada em sua antiga casa, agora uma pensão. Ele conhece Antonia, que acaba de ser libertada da prisão. Ela perde o trem e eles passam a noite em quartos contíguos de um hotel. Mais tarde, ela é presa por violar sua liberdade condicional ao não retornar à sua cidade natal. Sam pede a Walter para usar sua influência para libertar Antonia. 

Walter está convencido que de que Sam tem chantagem em mente. Sam então descobre que Walter Senior apresentou à polícia a versão de Martha do assassinato acidental de 1928, ou seja, que um intruso assassinou a tia de Martha. Com sua  vantagem, Walter Sr. fez Martha se casar com seu filho. Quando a polícia identificou um ex-funcionário da tia como o assassino, os dois Walters e Martha ajudaram a condená-lo, e ele foi enforcado. 

Quando Martha reage com alegria ao ver Sam, um Walter ciumento força Toni a armá-lo. Sam é espancado e expulso da cidade, mas é muito duro para ser intimidado. Quando tudo mais falha, Walter faz uma tentativa indiferente de matar Sam, mas é facilmente desarmado. Walter, então, inadvertidamente, deixa escapar seus temores de chantagem, apenas para descobrir que Sam não testemunhou a morte. Martha desmorona e lamenta que ele tenha partido sem ela tantos anos atrás, levando consigo sua única chance de amor e liberdade. Sam se mostra dividido entre  seu antigo amor e seu novo amor por Toni. Embora ele eventualmente perdoe Toni por tê-lo traído, ele e Martha passam um dia idílico juntos, reavivando seus sentimentos por ela       

Em seguida, Walter marca um encontro com Sam para finalmente resolver o problema. Antes de Sam chegar, Walter fica bêbado e Martha descobre sobre a reunião. Quando Walter cai da escada, Martha pede a Sam que mate seu marido inconsciente. Em vez disso, Sam traz Walter. Martha, então, saca uma arma e ameaça atirar em Sam em "legítima defesa" como um intruso. Sam diz à ela que funcionaria se ela pudesse fazer com que Walter corroborasse sua história. Sam vira as costas para ela e deixa o local.

 

imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta Lewis Milestone, a partir de um roteiro escrito por Robert Rossen, "O Tempo Não Apaga" é um filme norte-americano produzido em 1946 pela Hal Wallis Productions.
 
 
Na direção, Milestone realiza um ótimo trabalho, no que é ajudado pelas ótimas atuações de Barbara Stanwyck, Van Heflin, e Lizabeth Scott. O filme marca, ainda, a estreia no cinema do ator Kirk Douglas.
 
CAA