Filmes por gênero

MENINAS NÃO CHORAM (2002)

Große Mädchen weinen nicht
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Big girls don't cry (Título em Inglês)
Mi vida empieza hoy (Espanha)
Las chicas no lloran (Uruguai)
Las niñas grandes no lloran (Argentina)
La vita comincia oggi (Itália)
Kati et Steffi (Canadá)
A nagylányok nem sírnak (Hungria)
Большие девочки не плачут (Rússia)
Pais: Alemanha
Gênero: Drama
Direção: Maria von Heland
Roteiro: Maria von Heland
Produção: Judy Tossell, Andrea Willson
Design Produção: Ulrika von Vegesack
Música Original: Nicklas Frisk, Andreas Mattsson
Fotografia: Roman Osin
Edição: Jessica Congdon
Direção de Arte: Christian Goldbeck
Figurino: Andreas Janczyk
Guarda-Roupa: Senay Ay, Patricia Puisy
Maquiagem: Johanna Hinsch, Heiko Schmidt
Efeitos Sonoros: Martin Steyer, Stefan Soltau, Frank Kruse e outros
Efeitos Especiais: Adolf Wojtinek
Efeitos Visuais: Manfred Büttner, Erich Eder, Robert Pinnow
Nota: 8.2
Filme Assistido em: 2004

Elenco

Anna Maria Mühe Kati
Karoline Herfurth Steffi
David Winter Carlos
Josefine Domes Tessa
Tillbert Strahl-Schäfer Klaus
Jennifer Ulrich Yvonne
Nina Petri Ann
Stefan Kurt Hans
Teresa Harder Jeanette
Matthias Brandt Jost
Gabriela Maria Schmeide Ingrid
Dieter Laser Sr. Winter
Ingo Hasselbach Barman
Alma Leiberg Ramona
Chiara Steinmüller Lottie
Hyun Wanner Jani
Conny Warmuth Jochen
Anja Stadlober Tatiana
Chawa Kahane Iris
Daniela Hoffmann Yvonnes Mutter

Indicações

Prêmios New Faces, Alemanha

Prêmio New Faces de Melhor Atriz (Anna Maria Mühe)

Prêmio New Faces de Melhor Direção (Maria von Heland)

Sinopse

Kati e Steffi são grandes amigas desde os 6 anos de idade.  Agora, elas têm 17 e vivem os altos e baixos do amadurecimento.  Enquanto os pais de Kati são extremamente conservadores, vivem sempre discutindo e preferiam ver sua linda filha vestida como roupas mais sóbris, Steffi vem de uma família aparentemente harmoniosa e liberal.

Um dia, as duas jovens descobrem a rapidez com que seu mundo atraente pode desmoronar como se fosse um castelo feito de cartas de baralho.  Num clube sofisticado, onde elas são levadas pelo novo namorado de Kati, as duas garotas vêem, por acaso, o pai de Steffi nos braços de outra mulher.  

Steffi fica chocada.  Sua confiança no seu mundinho perfeito fica profundamente abalada. Desesperada, ela só consegue pensar numa coisa: vingança - contra o pai, contra sua amante secreta e até contra a filha dela.  Steffi passa a se envolver num jogo perigoso, jogo esse que logo envolve todos aqueles que significam alguma coisa para ela.  

Em sua fúria cega, ela inevitavelmente começa a perder o controle sobre a situação e a confiança de suas amigas.  Até Kati, que faz tudo o que pode para ajudá-la, não sabe como agir diante da confusão na qual Steffi se envolveu.  A maior prejudicada por seus atos, entretanto, será a própria Steffi.

imagem

Comentários

"Meninas não Choram" é um bom filme, que procura examinar alguns problemas que podem estar presentes nas vidas de adolescentes que vivem nas zonas urbanas da nova Alemanha.  Assim, entre outros, a trama aborda temas como drogas, infidelidade, estupro, sexo inseguro, tentativas de suicídio.

Realizado por Maria von Heland, que também assina o roteiro, o filme é construído com uma boa dose de realismo e ausência de clichês.  A narrativa apresenta algumas cenas bem marcantes, como a seqüência em que a amante do pai de Steffi, depois de descobrir a maldade dela para com sua filha Tessa, chega ao apartamento de Steffi para enfrentar o amante, na frente de sua mulher e da filha.

Com um elenco majoritariamente jovem, "Meninas não Choram" apresenta ótimas atuações, como as mostradas por Anna Maria Mühe e Karoline Herfurth, respectivamente com 17 e 18 anos.

CAA