Filmes por gênero

MATA-ME DE PRAZER (2002)

Killing me softly
imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Feu de glace (França)
Killing me softly - Uccidimi dolcemente (Itália)
Suavemente me mata (Espanha)
Mátame suavemente (Argentina)
Pimeyden syli (Finlândia)
Urok mordercy (Polônia)
Pais: Estados Unidos, Reino Unido
Gênero: Drama, Romance, Suspense
Direção: Kaige Chen
Roteiro: Kara Lindstrom
Produção: Michael Chinich, Joe Medjuck, Lynda Myles
Design Produção: Gemma Jackson
Música Original: Patrick Doyle
Fotografia: Michael Coulter
Edição: Jon Gregory
Direção de Arte: Rod McLean, Christina Moore
Figurino: Phoebe De Gaye
Guarda-Roupa: Suzi Turnbull
Maquiagem: Paul Gooch, Molly Stern, Ann Buchanan
Efeitos Sonoros: Colin Miller, Mark Holding, John Hayward e outros
Efeitos Especiais: Clive Beard, Steven Warner
Efeitos Visuais: Daniel Pettipher, Simon Carr, David Sewell
Nota: 6.5
Filme Assistido em: 2005

Elenco

Heather Graham Alice Loudon
Joseph Fiennes Adam Tallis
Natascha McElhone Deborah
Ulrich Thomsen Klaus
Ian Hart Chefe de Polícia
Jason Hughes Jake
Kika Markham Sra. Blanchard
Amy Robbins Sylvie
Yasmin Bannerman Joanna
Rebecca Palmer Michelle
Ronan Vibert Chefe de Alice
Olivia Poulet Secretária de Alice
Ian Aspinall Colega de trabalho de Alice
Helen Grace Colega de trabalho de Alice
Donald Gee Vigário
Tim Faraday Policial
Richard Green Policial
Lee Boswell Policial
Ray Donn Policial
Neil Roberts Philip
Patrick Field Barman
Joe Gunn Estudante

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Alice Loudon é uma jovem americana em Londres.  Bem-sucedida profissionalmente, ela tem um confortável relacionamento com Jake, com quem vive.  Um dia, ela encontra casualmente um estranho na rua, Adam Tallis, renomado alpinista, que a deixa completamente perturbada.  Agindo por impulso, pouco depois ela já se acha no apartamento dele a fazer um torrencial e anônimo sexo.

Depois de um segundo encontro, ela decide romper a relação que tem com Jake e entregar-se de corpo e alma a um homem misterioso e sem meio termos, de atitudes extremas, cuja vida está envolta em segredos.

Quando ela é assaltada em plena rua, Adam caça o ladrão e, ao alcançá-lo, esmaga seu rosto contra uma cabine telefônica.  Na hora, ele propõe casamento à Alice, enquanto o marginal se contorce, ensangüentado, aos seus pés.  Ela aceita o pedido.

Misteriosas e ameaçadoras mensagens começam a aparecer, alertando-a para os riscos de se casar com um homem cujo passado ela não conhece.  Mesmo assim, ela vai em frente com a cerimônia.

Para celebrar a lua-de-mel, ele a leva para uma caminhada de 12 horas em plena floresta onde, em uma cabana abandonada, ele a força a fazer sexo, depois de amarrá-la e tendo um cachecol a asfixiá-la.

Alice continua a receber as mensagens anônimas.  Decide, então, começar a investigar o passado do marido e, quando descobre que as antigas namoradas tinham o hábito peculiar de desaparecerem, ela passa a desconfiar de que sua vida pode estar em perigo.

Assustada, após uma discussão com o marido, ela foge pelas ruas de Londres e vai ter à polícia, que se recusa a aceitar suas acusações por falta de provas.

imagem imagem imagem

Comentários

"Mata-me de Prazer" é, antes de tudo, uma clássica história de uma louca paixão de uma mulher por um homem misterioso e desconhecido.  Baseado no livro do casal de jornalistas, Sean French e Nicci Gerrard, que o assinam sob o pseudônimo de Nicci French, o filme foi realizado pelo cineasta chinês Kaige Chen.

A adaptação feita pela roteirista Kara Lindstrom é, sem dúvida, um dos pontos mais fracos do filme, já que apresenta algumas inconsistências e diversos clichês.  Diretor premiado por outros trabalhos, Kaige Chen realiza aqui um trabalho abaixo da média.

No que tange ao elenco, embora não comprometam o ritmo e a trama, os três principais atores, Heather Graham, Joseph Fiennes e Natascha McElhone já nos brindaram com melhores atuações.

De qualquer forma, mesmo não se tratando de um grande filme, "Mata-me de Prazer" merece ser visto como um razoável entretenimento, principalmente para os que adoram o gênero 'suspense psicológico'.

 

CAA