Filmes por gênero

ESTOU PENSANDO EM ACABAR COM TUDO (2020)

I'm Thinking of Ending Things
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Tudo Acaba Agora (Portugal)
Pienso en el final (Argentina, México)
Estoy pensando en dejarlo (Espanha)
Je veux juste en finir (França)
Sto pensando di finirla qui (Itália)
Może pora z tym skończyć (Polônia)
A befejezésen gondolkozom (Hungria)
Думаю, как всё закончить (Rússia)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Drama, Suspense
Direção: Charlie Kaufman
Roteiro: Charlie Kaufman
Produção: Stefanie Azpiazu, Anthony Bregman e outros
Design Produção: Molly Hughes, Merissa Lombardo
Música Original: Jay Wadley
Direção Musical: Adam Bennati, Matt Nelson, Howard Paar e outros
Fotografia: Lukasz Zal
Edição: Robert Frazen
Direção de Arte: Gonzalo Cordoba, Merissa Lombardo
Figurino: Melissa Toth
Guarda-Roupa: Susan Antonelli, Kelsey Sasportas, Shannon DuPont
Maquiagem: Adelina Atashi, Adam Bailey e outros
Efeitos Sonoros: Lewis Goldstein, Jerry Stein e outros
Efeitos Especiais: Hasan Schahbaz
Efeitos Visuais: Karina Benesh, Alex Lemke, Lisa Maher e outros
Nota: 8.2
Filme Assistido em: 2020

Elenco

Jesse Plemons Jake
Jessie Buckley Jovem adolescente
Toni Collette Mãe de Jake
David Thewlis Pai de Jake
Guy Boyd Zelador
Hadley Robinson Laurey
Gus Birney Tia Eller
Colby Minifie Yvonne
Jason Ralph Namorado de Yvonne

Indicações

Prêmios Gotham, New York

Prêmio de Melhor Ator (Jesse Plemons)

Prêmio de Melhor Atriz (Jessie Buckley)

Sinopse

Depois de um mês de namoro, Jake combinou com sua jovem namorada de levá-la até uma área rural, para que ela conheça seus pais. Enquanto ela o espera em uma esquina, ela expressa como se arrepende de não ter terminado seu relacionamento com ele antes de concordar com essa viagem.
 
Durante a viagem, enquanto Jake tenta bater um papo, ela se pega mergulhando em longos monólogos internos. Na medida que a viagem avança, a queda de neve fica muito mais pesada. A conversa do casal às vezes se torna profunda e filosófica. Ambos parecem muito analíticos e bem informados sobre uma ampla variedade de assuntos. Há um momento em que Jake chama a jovem de "Lucy". Quando ele liga o rádio e canta uma canção do musical "Oklahoma", a jovem se surpreende ao descobrir que ele é fã de teatro musical. A certa altura, a jovem lê um longo poema sobre o conforto de voltar para casa e o terror existencial de realmente chegar. O poema apresenta temas de solidão, arrependimento e medo de envelhecer. Jake comenta que sente como se o poema tivesse sido escrito especificamente sobre ele. 
 
Ao chegarem, finalmente, à casa da fazenda dos pais de Jake, ele se recusa a entrar em primeiro lugar e, em vez disso, insiste em mostrar à ela o estábulo dos animais. Ao entrar, eles encontram diversas ovelhas mortas. Jack evita explicar os motivos que as levaram à morte. Em seguida, eles entram no casarão e não encontram os pais de Jake, que ainda se encontram em seu quarto. Jake aproveita a ocasião para mostrar a casa à sua namorada.  Quando, finalmente, os pais de Jake descem, todos se sentam à mesa para jantar. Eles se mostram amigáveis e acolhedores. A jovem mostra algumas de suas obras a eles, que não sabem o que fazer com elas. Ela também conta como ela e Jake se conheceram. 
 
Durante o jantar, a jovem recebe uma mensagem de voz de alguém com o identificador de chamadas "Lucy". O interlocutor transmite uma mensagem enigmática: "Só há uma questão para resolver. Estou com medo. Sinto-me um pouco louco. Não estou lúcido. As suposições estão certas. Posso sentir meu medo crescendo. Agora é a hora de responder. Apenas uma pergunta. A jovem não parece reagir à mensagem e casualmente continua com a conversa do jantar.
 
Na sobremesa, a jovem fala sobre o curso de Gerontologia e como sempre foi fascinada pelo envelhecimento e incomodada com a forma como a sociedade trata os idosos. No meio da conversa, a mãe de Jake é atacada por um zumbido nos ouvidos e se pergunta, em voz alta, se o zumbido é alguém tentando se comunicar com ela para compartilhar os segredos do universo.
 
À medida em que a noite avança, coisas mais bizarras e inexplicáveis começam a acontecer. Os pais de Jake começam a envelhecer rapidamente. A jovem vai até o quarto da infância de Jake e o encontra aparentemente intocado desde quando ele era criança. O pai de Jack, que a essa altura é idoso e sofre de algum tipo de demência, parece não entender que a namorada do filho está lá para passar a noite.
 
A jovem finalmente convence Jake a ir embora e eles voltam para a estrada. A conversa volta-se para o filme de John Cassavete, "Uma Mulher Sob a Influência". A jovem faz uma crítica longa, eloquente e condescendente do filme. De repente, ele sugere que eles parem para tomar um sorvete. Eles param em um lugar chamado "Tulsey Town". Dois dos funcionários parecem reconhecer Jake, que se mostra claramente envergonhado, recusando-se a fazer um contato visual. A jovem parece reconhecer o terceiro funcionário, mas não se lembra de onde.
 
De volta à estrada, momentos depois, Jake para em sua antiga escola para jogar fora as xícaras com o resto de sorvete. Ele demora a voltar, fazendo com que ela saia à sua procura. Ela encontra o zelador e tenta se esconder dele a princípio. No entanto, ele a encontra e ela fala com ele. Ela diz que nada aconteceu entre ela e Jake naquela noite, e que ela nem consegue se lembrar de como ele é. Pouco tempo depois, a jovem e Jake se encontram. Dois dançarinos aparecem, vestidos como eles e segue-se uma longa sequência de balé. A dança termina com a aparição de uma terceira dançarina, vestida de zeladora. Uma luta de dança segue e termina com o zelador matando Jake.
 
O zelador termina seu turno. Ele sai para uma caminhonete e está prestes a ligá-la, mas hesita. Ele fica sentado no frio e parece sofrer um colapso mental. Ele se despe e segue um porco de volta à escola. O porco lembra o da história de Jake, com sua parte inferior infestada de vermes. 
 
No auditório do colégio, uma versão de Jake, usando maquiagem de palco para parecer mais velho, recebe o Prêmio Nobel e faz uma palestra sobre sua jornada pela metafísica. Lucy/Amy está assistindo da plateia.  Ela e a maior parte do público são maquiadas para parecerem mais velhas. Jake termina seu discurso cantando a música "Lonely Room" de Oklahoma!, uma música sobre como se sair do isolamento e de uma garota imaginária, se tornar mais forte e assumir o controle de sua vida.
 
O filme termina com uma cena do estacionamento da escola na manhã seguinte. A tempestade de neve parou e o caminhão do zelador está coberto de neve. 
 
 

imagem

Comentários

Escrito e dirigido pelo cineasta Charlie Kaufman, "Estou Pensando em Acabar com Tudo" é um filme produzido em 2020 pelas empresas Lilely Store e Projective Testing Service.
 
Sua trama gira em torno do envelhecimento e da solidão. De difícil entendimento, acho que ele merece ser visto mais de uma vez. Na direção, Kaufman realiza um bom trabalho. O filme conta, ainda, com uma bela fotografia, a cargo de Lukasz Zal, bem como, com boas atuações dos atores Jesse Plemons e Jessie Buckley.
 
CAA