Filmes por gênero

O SEGREDO DOS SEUS OLHOS (2009)

El secreto de sus ojos
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: In ihren Augen (Alemanha)
Dans ses yeux (França)
Il segreto dei suoi occhi (Itália)
The Secret in Their Eyes (Austrália)
In ihren Augen (Áustria)
Øjnenes hemmelighed (Dinamarca)
Alser fi oyunehem (Egito)
Katseeseen kätketty (Finlândia)
Szemekbe zárt titkok (Hungria)
Hemmeligheten i deres øyne (Noruega)
Тайна в его глазах (Rússia)
Pais: Argentina, Espanha
Gênero: Drama, Mistério, Romance, Suspense
Direção: Juan José Campanella
Roteiro: Eduardo Sacheri, Juan José Campanella
Produção: Daniela Alvarado, Juan José Campanella, Mariela Besuievsky
Música Original: Federico Jusid
Direção Musical: Vladislav Boyadjiev
Fotografia: Félix Monti
Edição: Juan José Campanella
Direção de Arte: Marcelo Pont Vergés
Figurino: Cecilia Monti
Guarda-Roupa: Magdalena Barragán, Soledad Muñiz, Sol Muñiz e outros
Maquiagem: Alex Mathews, Lucila Robirosa e outros
Efeitos Sonoros: José Luis Díaz, José Caldararo, Boris Piñero e outros
Efeitos Especiais: Federico Cueva, Mariela Aracena, Silvana Vega e outros
Efeitos Visuais: Flavio Bianchi, Hernán Bressan, Juan Olivares e outros
Nota: 9.4
Filme Assistido em: 2010

Elenco

Soledad Villamil Irene Menéndez Hastings
Ricardo Darín Benjamín Esposito
Carla Quevedo Liliana Coloto
Pablo Rago Ricardo Morales
Javier Godino Isidoro Gómez
Bárbara Palladino Chica Piropo
Rudy Romano Ordóñez
Alejandro Abelenda Pinche Mariano
Mario Alarcón Juez Fortuna Lacalle
Guillermo Francella Pablo Sandoval
Sebastián Blanco Pinche Tino
Mariano Argento Romano
José Luis Gioia Inspetor Báez
Juan José Ortíz Agente Cardozo
Kiko Cerone Molinari
Fernando Pardo Sicora
Sergio López Santana Jacinto Cáceres
Elvio Duvini Juan Robles
David Di Napoli Escribano Andretta
Gabriela Daniell Alejandra Sandoval
Alicia Haydée Pennachi Madre Gómez
Darío Valenzuela Capataz
Carlos Mele Viejo Letrina
Judith Buchalter Madre Irene
Liliana Cuomo Margarita
Alejandro Pérez Matón

Prêmios

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Filme em Língua Estrangeira (Argentina)

Academia Argentina de Cinema, Artes e Ciências, Buenos Aires

Prêmio de Melhor Filme (Juan José Campanella)

Prêmio de Melhor Fotografia (Félix Monti)

Prêmio de Melhor Edição (Juan José Campanella)

Prêmio de Melhor Maquiagem (Alex Mathews, Lucila Robirosa)

Prêmio de Melhor Música (Federico Jusid)

Prêmio de Melhor Roteiro (Eduardo Sacheri, Juan José Campanella)

Prêmio de Melhores Efeitos Sonoros (José Luis Díaz)

Prêmio de Melhor Ator (Ricardo Darín)

Prêmio de Melhor Atriz (Soledad Villamil)

Melhor Ator Coadjuvante (Guillermo Francella)

Prêmio de Melhor Ator Iniciante (José Luis Gioia)

Prêmio de Melhor Figurino

Prêmio de Melhor Direção de Arte (Marcelo Pont Vergés)

Prêmio de Melhor Figurino

Associação dos Críticos de Cinema da Argentina

Condor de Prata de Melhor Filme (Argentina)

Condor de Prata de Melhor Atriz (Soledad Villamil)

Condor de Prata de Melhor Ator Coadjuvante (Guillermo Francella)

Condor de Prata de Melhor Ator Iniciante (José Luis Gioia)

Condor de Prata de Melhor Roteiro Adaptado (Juan José Campanella, Eduardo Sacheri)

Condor de Prata de Melhor Fotografia (Félix Monti)

Condor de Prata de Melhor Edição (Juan José Campanella)

Condor de Prata de Melhor Música (Federico Jusid)

Prêmio de Melhor Direção (Juan José Campanella)

Condor de Prata de Melhor Ator (Ricardo Darín)

Prêmios Ariel - Academia Mexicana de Cinema, México

Ariel de Prata de Melhor Filme Ibero-Americano (Juan José Campanella)

Grande Prêmio Brasileiro de Cinema, Brasil

Grande Prêmio de Melhor Filme Estrangeiro (Juan José Campanella)

Prêmios CinEuphoria

Prêmio CinEuphoria de Melhor Ator Coadjuvante (Pablo Rago)

Prêmios Clarín, Buenos Aires, Argentina

Prêmio Clarín de Melhor Ator (Ricardo Darín)

Prêmio Clarín de Melhor Diretor (Juan José Campanella)

Prêmio Clarín de Melhor Filme (Juan José Campanella)

Prêmio Clarin de Melhor Revelação Masculina (José Luis Gioia)

Prêmio Clarin de Melhor Música Original (Federico Jusid)

Prêmio Clarin de Melhor Roteiro (Eduardo Sacheri, Juan José Campanella)

Prêmio Clarin de Melhor Ator Coadjuvante (Guillermo Francella)

Prêmio Clarín de Melhor Atriz (Soledad Villamil)

Prêmio Clarin de Melhor Fotografia (Félix Monti)

Prêmios Goya - Academia Espanhola, Espanha

Goya de Melhor Revelação Feminina (Soledad Villamil)

Goya de Melhor Filme Estrangeiro em Língua Espanhola (Juan José Campanella)

Festival de Cinema de Havana, Cuba

Prêmio do Público (Juan José Campanella)

Prêmio de Melhor Música (Federico Jusid)

Prêmio do Júri Especial (Juan José Campanella)

Prêmio de Melhor Direção (Juan José Campanella)

Prêmio de Melhor Ator (Ricardo Darín)

Prêmios Guarani, Brasil

Prêmio Guarani de Melhor Filme Estrangeiro (Juan José Campanella)

Prêmios Sant Jordi de Barcelona

Prêmio de Melhor Filme Estrangeiro (Juan José Campanella)

Festival de Cinema do SESC, Brasil

Prêmio do Público de Melhor Ator Estrangeiro (Ricardo Darín)

Prêmios Turia, Espanha

Prêmio do Público de Melhor Filme Estrangeiro (Juan José Campanella)

Indicações

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio de Melhor Filme em Língua não Inglesa (Mariela Besuievsky, Juan José Campanella)

Academia Argentina de Cinema, Artes e Ciências, Buenos Aires

Prêmio de Melhor Figurino (Cecilia Monti)

Prêmio de Melhor Ator Iniciante (Javier Godino)

Melhor Ator Coadjuvante (Pablo Rago)

Melhor Ator Coadjuvante (Mario Alarcón)

Associação dos Críticos de Cinema da Argentina

Condor de Prata de Melhor Direção de Arte (Marcelo Pont Vergés)

Condor de Prata de Melhor Figurino (Cecilia Monti)

Festival de Cinema de Cartagena, Colômbia

Prêmio Golden India Catalina de Melhor Filme (Juan José Campanella)

Associação dos Críticos de Cinema de Central Ohio, USA

Prêmio de Melhor Filme em Língua Estrangeira (Juan José Campanella)

Prêmios Clarín, Buenos Aires, Argentina

Prêmio Clarin de Melhor Ator Coadjuvante (Pablo Rago)

Prêmios David di Donatello, Itália

David de Melhor Filme da União Européia (Juan José Campanella)

Prêmios do Cinema Europeu

Prêmio de Melhor Filme Europeu (Juan José Campanella, Gerardo Herrero, Mariela Besuievsky)

Círculo de Críticos de Cinema da Austrália

Prêmio de Melhor Filme em Língua Estrangeira (Juan José Campanella)

Prêmios Goya - Academia Espanhola, Espanha

Goya de Melhor Ator (Ricardo Darín)

Goya de Melhor Direção (Juan José Campanella)

Goya de Melhor Roteiro Adaptado (Eduardo Sacheri, Juan José Campanella)

Goya de Melhor Fotografia (Félix Monti)

Goya de Melhor Design de Produção (Marcelo Pont Vergés)

Goya de Melhor Trilha Sonora Original (Federico Jusid)

Goya de Melhor Filme (Mariela Besuievsky, Juan José Campanella)

Gran Premio Internazionale del Doppiaggio

Prêmio de Melhor Filme (Juan José Campanella, Gerardo Herrero, Mariela Besuievsky)

Sociedade dos Críticos de Cinema de Houston, EUA

Prêmio de Melhor Filme em Língua Estrangeira (Mariela Besuievsky, Juan José Campanella)

Prêmios José Maria Forqué

Prêmio de Melhor Filme (Tornasol Films, Haddock Films, 100 Bares Productions)

Círculo de Críticos de Cinema de Londres, Inglaterra

Prêmio de Melhor Filme Estrangeiro (Mariela Besuievsky, Juan José Campanella)

Sociedade dos Críticos de Cinema de Phoenix, Arizona, USA

Prêmio de Melhor Filme em Língua Estrangeira (Juan José Campanella)

Festival Internacional de San Sebastián, Espanha

Prêmio Concha de Ouro de Melhor Filme (Juan José Campanella)

União dos Atores Espanhóis

Prêmio de Melhor Atriz (Soledad Villamil)

Prêmio de Melhor Ator Coadjuvante (Javier Godino)

Círculo dos Críticos de Cinema de Vancouver, Canadá

Prêmio de Melhor Filme em Língua Estrangeira (Juan José Campanella)

Sinopse

Em junho de 1974, um agente da justiça federal, Benjamin Espósito, ficou fascinado e posteriormente envolvido na investigação do crime de uma jovem,brutalmente estuprada e assassinada dentro de sua casa em um bairro de Buenos Aires. Seu marido viúvo, funcionário do Banco Ricardo Morales, fica chocado com a notícia. Espósito jura encontrar o assassino e levá-lo à justiça. Em sua provação, ele é auxiliado por seu assistente alcoólatra, Pablo Sandoval, e uma recém-chegada advogada, Irene Menéndez-Hastings, que assume como chefe do Departamento. O parceiro rival de Espósito, Romano, atribui o assassinato a dois trabalhadores imigrantes, para se livrar do assunto, enfurecendo Espósito, que ataca Romano.
 
Ele logo encontra uma dica ao examinar algumas fotografias antigas, fornecidas por Morales. Em seguida, ele se depara com um jovem identificado como Isidoro Gómez, que olha a vítima de forma suspeita em várias fotografias. Espósito investiga o paradeiro de Gómez e descobre que ele mora e trabalha em Buenos Aires, mas não consegue localizá-lo. Em seguida, Espósito e Sandoval invadem a casa de Gómez na cidade de Chivilcoy, cidade natal não apenas de Gómez, mas também da infeliz esposa de Morales. Durante a busca ilegal, eles roubam diversas cartas escritas pelo suspeito para sua mãe.
 
De volta à Buenos Aires, a escritura lhes rendeu problemas no tribunal. Além disso, Gómez continua foragido devido a um telefonema feito anteriormente por Morales, que queria desesperadamente prender o assassino de sua esposa. Por outro lado, Sandoval descobre uma nova pista: um bebedor do Bar identifica os vários nomes citados nas cartas como sendo de vários jogadores de futebol do Racing Club.
 
Depois de identificá-lo como torcedor do Racing Club, Espósito e Sandoval assistem a uma partida de futebol onde o Racing Club joga contra o Huracán, na esperança de pegar Gómez. Com a ajuda do policial Molinari e de seus homens, eles o localizam no meio da multidão, mas um gol repentino proporciona a perturbação necessária para que Gómez escape. Segue-se uma perseguição surreal na qual Gómez quase desaparece, mas acaba sendo derrubado no meio do campo. Espósito e Irene Hastings posteriormente encenam um interrogatório falso, em grande parte ilegal, no escritório. Eles conseguem levá-lo a confessar o assassinato, provocando-o e ferindo seu orgulho machista.
 
A justiça parece feita. No entanto, apenas um ano depois, Gómez é libertado por um rancoroso Romano, que agora trabalha para uma agência governamental. Em meio ao aumento da violência política, Gómez vai trabalhar como assassino de aluguel para a extrema direita do partido peronista. Espósito encontra Sandoval morto à tiro ao chegar em casa. Sandoval costumava passar a noite na casa de seu colega de trabalho, devido a discussões intermináveis com sua esposa sobre seus problemas com bebida. Ele presume que Sandoval foi morto por pistoleiros enviados após ele, talvez sob as ordens de Romano, e que Sandoval se fez passar por Espósito e sacrificou sua vida por seu amigo.
 
Um romance entre Benjamin e Irene, esta última então recém-casada, é interrompido pela morte de Sandoval e pela decisão de Espósito de se exilar nas profundezas do campo, com a ajuda de alguns parentes de Irene. Após voltar do exílio em 1985, Espósito voltou a uma carreira monótona em Buenos Aires até sua aposentadoria. Assombrado pelo passado, ele está determinado a escrever sua história em forma de romance. Ele apresenta a estrutura para Irene, ainda casada e com filhos. Ela continua ressentida por sua repentina partida 24 anos antes, e por aparentemente nunca ter tido seus sentimentos correspondidos por ele.
 
Espósito vai de carro à Chivilcoy para se encontrar com Morales, o viúvo, que adotou uma vida tranquila e abandonou sua obsessão pelo caso do assassinato. Espósito promete que não vai descansar até que possa colocar o condenado mais uma vez na prisão. O hesitante Morales confessa ter matado Gómez há muitos anos, sequestrado e disparado contra ele no porta-malas de seu carro. Um Espósito perturbado sai, mas ao pensar sobre alguns fatos, retorna secretamente para a casa de Morales. Ao entrar furtivamente, ele fica chocado ao descobrir que Morales tem uma cela improvisada em sua casa e que ele manteve Gómez acorrentado por mais de 24 anos como punição pela morte de sua esposa. Ele o manteve vivo, alimentando-o e cuidando dele, sem deixá-lo sair. Ele acredita que o tédio de uma vida sem sentido, na prisão, é a verdadeira justiça. 

imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta Juan José Campanella, a partir de um roteiro por ele escrito juntamente com Eduardo Sacheri, "O Segredo dos Seus Olhos" é um filme produzido em 2009 pelas empresas Tornasol Films, Haddock Films, dentre outras.
 
Na direção, Campanella realiza um excelente trabalho. O filme conta ainda com uma bela fotografia e uma ótima trilha sonora, onde se destacam as canções "Tema de Liliana", "Tema de Irene", "Réquiem" e "Morales", todas escritas por Emilio Kauderer. No elenco, com excelentes atuações, destacam-se Soledad Villamil, Guillermo Francella, e Ricardo Darin.
 
CAA