Filmes por gênero

AS TESTEMUNHAS (2007)

Les Témoins
imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: I testimoni (Itália)
Los testigos (Espanha, Argentina)
The witnesses (Título Internacional)
Pais: França
Gênero: Drama
Direção: André Téchiné
Roteiro: André Téchiné, Laurent Guyot, Viviane Zingg
Produção: Saïd Ben Saïd
Design Produção: Michèle Abbé-Vannier
Música Original: Philippe Sarde
Fotografia: Julien Hirsch
Edição: Martine Giordano
Figurino: Khadija Zeggaï
Guarda-Roupa: Claire Tong
Maquiagem: Dominique Colladant, Cédric Gérard
Efeitos Sonoros: Jean-Paul Mugel, Florent Lavallée, Cyril Holtz e outros
Efeitos Visuais: Thomas Duval, Aurélie Laumont
Nota: 8.2
Filme Assistido em: 2009

Elenco

Michel Blanc Adrien
Emmanuelle Béart Sarah
Sami Bouajila Mehdi
Julie Depardieu Julie
Johan Libéreau Manu
Constance Dollé Sandra
Lorenzo Balducci Steve
Alain Cauchi Xerife
Maïa Simon Mãe de Sarah
Raphaëline Goupilleau Mãe de Julie et Manu
Bertrand Soulier Médico
Xavier Beauvois Editor
David Barbas Colega de Mehdi
Jacques Nolot Proprietário do hotel

Prêmios

Prêmios César - Academia das Artes do Cinema, França

César de Melhor Ator Coadjuvante (Sami Bouajila)

Indicações

Prêmios César - Academia das Artes do Cinema, França

César de Melhor Direção (André Téchiné)

César de Melhor Ator (Michel Blanc)

César de Melhor Revelação Masculina (Johan Libéreau)

Festival Internacional de Berlim, Alemanha

Prêmio Urso de Ouro (André Téchiné)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Manu e Julie são irmãos originários de Ariège, perto de Saint-Girons, nos Pirineus. Manu estudou em Lyon. Dividindo um apartamento em Paris, Julie estuda canto lírico enquanto seu irmão busca trabalho. Na noite parisiense, Manu conhece Adrien, médico homossexual, cerca de 30 anos mais velho que ele, com quem desenvolve uma amizade. Adrien sai de férias e as aproveita mostrando a cidade ao jovem. Para ele, a simples presença de Manu já o deixa feliz.

Manu é apresentado ao casal Sarah e Mehdi, que sofrem com a responsabilidade de criar um filho de dois meses. Ela se acha cansada e reclama que o bebê não lhe dá nem uma folga para poder dormir. Mehdi comenta que vai levar a criança para a casa de seus pais, pois sabe que vão gostar de ter o neto mais próximo deles.

Adrien vai passar um final de semana na casa da mãe de Sarah, à beira mar, e leva Manu como seu convidado. Eles aproveitam o ensolarado verão para passearem de lancha. De volta à Paris, o jovem comenta com a irmã como foi o passeio, que Sarah é escritora de livros infantis e Mehdi é um policial.

Manu conhece Sandra, uma prostituta que trabalha defronte ao hotel em que ele mora com a irmã. Como ela o viu no dia anterior em companhia de Mehdi, pergunta-lhe se ele realmente conhece o policial. Na conversa, Sandra comenta que se as prostitutas denunciam os caras que as protege, ele as deixa em paz. Caso contrário, ele as acusa de prostituição e proxenetismo. Enfim, que ele é uma pessoa perigosa.

Numa outra ida à casa da praia, Manu só não morre afogado porque Mehdi o salva. Dias depois, o jovem procura o policial para presenteá-lo com uns óculos escuros, por ter-lhe salvado a vida, mas este não o aceita. Na ocasião, Mehdi o convida para dar uma volta de avião, seu esporte preferido. Na volta, Manu comenta com o amigo que chegou à conclusão que não é bom nem na água do mar, nem no ar. Ainda no aeroclube, Manu começa a acariciá-lo e os dois terminam fazendo sexo.

Em casa, Mehdi pergunta à Sarah se ela tem algum caso extraconjugal. Embora estranhe a pergunta, ela lhe diz que às vezes sai com seu editor. Ele, então, comenta que os dois poderiam ser fiéis um ao outro, mas ela lhe responde que, embora o queira demais, precisa ter suas aventuras para ser feliz. Caso contrário, sentir-se-ia uma prisioneira, sobretudo de um Don Juan como ele.

Mehdi e Manu passam a se encontrar. O avião era, apenas, um pretexto. Dias depois, Mehdi consegue trabalho temporário e alojamento para Manu em um camping. Adrien vai visitá-lo e, ao saber que Manu e Mehdi estão tendo um caso, fica transtornado e faz um escândalo. Antes de ir embora do camping, o médico descobre algumas manchas no peito de Manu e lhe diz que ele vai precisar se submeter a uns exames para que se possa ter um diagnóstico preciso de sua doença. Dias depois, chega a dor, acompanhada de febre e manchas pelo corpo. Pelo noticiário da TV, o jovem toma conhecimento da existência de um novo vírus que tem atacado principalmente prostitutas, homossexuais e toxicômanos com um alto grau de mortalidade. Depois de descobrir que se acha com AIDS, Manu decide romper com Mehdi e permanecer escondido em seu trailer. Adrien procura cuidar dele em sua casa, mas o jovem rechaça sua compaixão.

Manu compra uma arma com a idéia de usá-la se a doença chegar a um ponto insuportável. Mehdi o procura em seu trailer e fica furioso por não ter sido avisado do que está ocorrendo. Diz-lhe que tem telefonado todos os dias, sem êxito, e que passou a acreditar que ele tivesse conhecido e se interessado por outra pessoa. Ao sair, arrasado, o policial leva a arma sem que o jovem desconfie.

Mehdi vai até o consultório de Adrien, onde os dois se desentendem. O médico agride o policial, dizendo-lhe que, se fosse um homem de escrúpulos, teria alertado Sarah para o problema. Diz ainda que ele só se casou com ela pelo seu dinheiro, e que vive a explorar garotos como Manu. Antes de sair, Mehdi pede a Adrien que lhe faça uns exames de sangue.

No final da tarde, ao deixar o consultório, Adrien procura Julie e lhe avisa que o irmão acha-se hospitalizado e que deseja vê-la. Ao visitá-lo, Julie acha o irmão muito desanimado. Enquanto isso, em casa, Mehdi tem uma relação sexual com Sarah, usando preservativo. Ao final, perguntado por ela, ele confessa à mulher que havia tido uma relação com alguém infectado pelo vírus da AIDS. Preocupada, ela procura o professor Dulac e, em seguida, seu editor. Por sorte, os exames de sangue feitos pelo marido dão negativos.

Sendo cuidado por Adrien, na casa deste, Manu torna-se agressivo, cruel, o que para o médico é um bom sinal. Com problemas de visão, em face de uma toxoplasmose na retina, o jovem pede a Adrien um gravador, pois deseja gravar suas memórias. Na noite do Natal, Adrien prepara um jantar ao qual comparecem Sarah e Julie.

Dias depois, Manu vem a falecer, sendo seu corpo levado para sua terra natal por sua irmã e Adrien. Ao retornar à Paris, Julie tem sua grande noite na Ópera, ao cantar para uma grande platéia, “L'air de Barberine des Noces de Figaro”, de autoria de Wolfgang Amadeus Mozart.

Com a morte de Manu, Sarah decide escrever um livro sobre o jovem, com base nas memórias gravadas e deixadas por ele. Ao descobrir que a mulher está desenvolvendo esse projeto, Mehdi cria um caso que obriga a escritora a deixá-lo para poder terminar o livro na casa de praia de sua mãe. Enquanto isso, Adrien conhece Steve, um jovem australiano recém chegado à Paris, iniciando um novo relacionamento homossexual.

Terminado o livro, Sarah entrega o manuscrito a Adrien para uma revisão, alegando que ele o conhecia melhor. No final, já reconciliada com o marido, Sarah recebe, na casa da praia, Adrien e Steve. Todos embarcam em uma lancha para um passeio.

imagem imagem imagem

Comentários

“As Testemunhas” é mais um ótimo drama do cinema francês. Realizado pelo cineasta André Téchiné, que também co-assina o roteiro, o filme procura retratar um pequeno grupo de pessoas, na Paris de meados da década de 80, quando do surgimento do vírus da AIDS na França, dizimando silenciosamente milhares de homossexuais, prostitutas e toxicômanos. Nesse contexto, o filme mostra ainda uma maior aceitação da homossexualidade por parte da sociedade francesa.

Téchiné realiza um belo trabalho, sendo pelo mesmo indicado ao Prêmio Urso de Ouro do Festival Internacional de Berlim, bem como, ao César de Melhor Direção. Ainda na área técnica, “As Testemunhas” é uma obra marcada pela bela fotografia de Julien Hirsch, e por uma maravilhosa trilha sonora assinada por Philippe Sarde, onde se sobressaem músicas de Mozart e Vivaldi.

No elenco, todos os cinco principais atores nos brindam com ótimas atuações.

CAA