Filmes por gênero

WALL STREET - PODER E COBIÇA (1987)

Wall Street
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: El poder y la avaricia (México)
Wall Street - rahan ja vallan katu (Finlândia)
Tőzsdecápák (Hungria)
Volstrytas (Lituânia)
Уолл Стрит (Rússia)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Crime, Drama
Direção: Oliver Stone
Roteiro: Oliver Stone, Stanley Weiser
Produção: Edward R. Pressman, Michael Flynn
Design Produção: Stephen Hendrickson
Música Original: Stewart Copeland
Direção Musical: Budd Carr
Fotografia: Robert Richardson
Edição: Claire Simpson
Direção de Arte: John Jay Moore, Hilda Stark
Figurino: Ellen Mirojnick
Guarda-Roupa: Bill Christians, Judy L. Ruskin, Ursula Schrader
Maquiagem: Fern Buchner
Efeitos Sonoros: Arthur Bloom, Gordon Daniel, Greg Dillon, Alice Clift e outros
Efeitos Visuais: Andrew Francis
Nota: 8.3
Filme Assistido em: 1989

Elenco

Charlie Sheen Bud Fox
Michael Douglas Gordon Gekko
Martin Sheen Carl Fox
Terence Stamp Sir Larry Wildman
Daryl Hannah Darien Taylor
Tamara Tunie Carolyn
Franklin Cover Dan
Chuck Pfeiffer Chuckie
John C. McGinley Marvin
Hal Holbrook Lou Mannheim
James Karen Lynch
Leslie Lyles Natalie
Faith Geer Assistente de Natalie
Frank Adonis Charlie
John Capodice Dominick
Sean Young Kate Gekko
Paul Guilfoyle Stone Livingston
James Spader Roger Barnes
Millie Perkins Sra. Fox
François Giroday Alex
Josh Mostel Ollie
Ann Talman Susan
Lisa Zebro Gina

Prêmios

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Ator (Michael Douglas)

Prêmios David di Donatello, Itália

David de Melhor Ator Estrangeiro (Michael Douglas)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Ator em um Drama (Michael Douglas)

Sindicato dos Jornalistas Críticos de Cinema, Itália

Prêmio Fita de Prata de Melhor Ator Estrangeiro (Michael Douglas)

Prêmios Golden Camera, Alemanha

Prêmio Golden Camera de Melhor Ator Internacional (Michael Douglas)

Prêmios Júpiter, Alemanha

Prêmio Júpiter de Melhor Ator Internacional (Michael Douglas)

Círculo dos Críticos de Cinema de Kansas City, USA

Prêmio de Melhor Ator (Michael Douglas)

Indicações

Academia Japonesa de Cinema, Japão

Prêmio de Melhor Filme em Língua Estrangeira

Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA

Prêmio de Melhor Ator (Michael Douglas)

Prêmios Sant Jordi de Barcelona

Prêmio de Melhor Ator Estrangeiro (Michael Douglas)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Em 1985, Bud Fox, um corretor da Bolsa de Valores da Jackson Steinem & Co., está ansioso para chegar ao topo. Ele deseja se aproximar de seu ídolo, Gordon Gekko, um implacável e lendário especulador em Wall Street, cujas aplicações não poderiam mais ser comparadas com aquelas de seu pai, Carl Fox, chefe de manutenção da Blue Star Airlines, uma importante Companhia Aérea. Gekko manipula o mercado usando informações privilegiadas.

Aproveitando o aniversário de seu ídolo, Bud se aproxima dele e tenta impressioná-lo, mas não é bem sucedido.  Assim, percebendo que Gekko não demonstrou qualquer interesse em se aproximar dele, Bud, desesperado, lhe fornece algumas informações privilegiadas sobre a Blue Star, que ele havia tomado conhecimento no dia anterior em uma conversa informal com o seu pai. Gekko lhe diz, então, que vai pensar no assunto. Desanimado, Bud volta a seu escritório.

Para sua surpresa, entretanto, Gekko o procura e coloca uma ordem de compra de ações da Blue Star, tornando-se um cliente de Bud. Em seguida, Gekko dá algum capital para Bud gerir, mas as ações por este selecionadas por via honesta dão prejuízo. Tal fato faz com que Gekko passe a ter um certo controle sobre Bud, obrigando-o a descobrir novas informações por quaisquer meios, inclusive ilegais e antiéticos.

Uma de suas primeiras tarefas é a de espionar Sir Larry Wildman, de uma Corporação britânica, a fim de descobrir qual será seu próximo passo. Assim, através de um ato de espionagem de Bud, Gekko faz muito dinheiro, obrigando Wildman a comprar as ações dele para conseguir o controle de uma empresa siderúrgica. Bud torna-se rico, desfrutando das regalias prometidas por Gekko, incluindo um apartamento na área nobre de Manhattan e, como troféu, uma bela decoradora de interiores, Darien Taylor.

Ainda empregado da Jackson Steinem & Co., Bud é promovido como resultado das altas comissões que tem trazido para a Empresa, graças às movimentações feitas por Gekko. Bud continua a maximizar informações privilegiadas e a aumentar seu patrimônio.

Junto a Gekko, ele sugere a compra da Blue Star Airlines a fim de expandir a Empresa com ele na presidência. Bud convence o pai de que não gosta de Gekko, com o intuito de conseguir o apoio sindical. As coisas mudam quando ele descobre que Gekko planeja vender os ativos da Blue Star, deixando seu pai e todos os demais empregados sem emprego. Embora essa opção o deixasse muito rico, Bud se irrita com o plano de Gekko e fica atormentado com a culpa de vir a ser um instrumento de destruição da Blue Star. Dessa forma, ele decide ficar ao lado do pai e resolve interromper os planos de Gekko. Furioso, ele rompe com Darien por se recusar a conspirar contra Gekko, um ex-amante e arquiteto de sua carreira.

Bud bola um plano para manipular para baixo o valor das ações da Blue Star. Percebendo que o valor de suas ações está despencando, Gekko perde o interesse pela Companhia, só para saber, através do noticiário da noite, que as ações haviam sido negociadas ao preço mínimo, sendo compradas por Sir Larry Wildman que passou a ser o novo acionista majoritário da Blue Star. Gekko descobre que todo o esquema havia sido engendrado por Bud. Este, triunfante, volta ao trabalho na Jackson Steinem & Co. no dia seguinte, quando é confrontado com a polícia e com a Comissão de Valores Mobiliários. Preso e algemado, ele deixa os Escritórios em lágrimas.

Algum tempo depois, Bud encontra Gekko no Central Park. Este o repreende pelo seu papel no episódio da Blue Star e o agride, mas não antes de mencionar várias de suas transações ilegais. Em seguida, Bud entrega às autoridades federais uma fita com a gravação de seu confronto com Gekko. Estas sugerem que sua sentença será atenuada em troca de sua ajuda.

Mais tarde, os pais de Bud o levam ao tribunal, ocasião em que Carl diz ao filho que ele agiu corretamente ao salvar a Blue Star Airlines, embora vá provavelmente para a cadeia. O filme termina com Bud subindo os degraus do tribunal.

imagem

Comentários

“Wall Street – Poder e Cobiça” é mais um ótimo filme do cineasta Oliver Stone. Realizado logo depois de um outro grande sucesso de sua carreira, “Platoon”, sua trama segue os passos de um jovem corretor da Bolsa de Valores de Nova York, Bud Fox, em sua luta para se tornar uma pessoa tão poderosa quanto a de seu ídolo, Gordon Gekko.

Stone, como diretor e co-roteirista, consegue realmente capturar todos os elementos necessários ao perfeito desenvolvimento dessa trama, incluindo seus aspectos legais e morais. Por outro lado, merecem também ser destacadas a bela fotografia de Robert Richardson, a edição de Claire Simpson e a música de Stewart Copeland.

No elenco, o grande nome a ser citado é o de Michael Douglas, agraciado com o Oscar de Melhor Ator, seguido pelo de Charlie Sheen. Entre os coadjuvantes, Terence Stamp e Martin Sheen também nos brindam com boas atuações. Em um personagem mal desenvolvido, Darryl Hannah não está bem.

Em resumo, “Wall Street – Poder e Cobiça” é um ótimo drama que merece ser visto.

CAA