Filmes por gênero

O PRÍNCIPE DAS MARÉS (1991)

The prince of tides
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Le prince des marées (França)
Il principe delle maree (Itália)
El príncipe de las mareas (Espanha, México, Argentina)
Der Herr der Gezeiten (Alemanha)
Tidvattnets furste (Suécia)
Ksiaze przyplywów (Polônia)
Savannah (Dinamarca)
Повелитель приливов (União Soviética)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Drama, Romance
Direção: Barbra Streisand
Roteiro: Pat Conroy, Becky Johnston
Produção: Barbra Streisand, Andrew S. Karsch
Design Produção: Paul Sylbert
Música Original: James Newton Howard
Direção Musical: Marty Paich
Fotografia: Stephen Goldblatt
Edição: Don Zimmerman
Direção de Arte: W. Steven Graham
Figurino: Ruth Morley
Guarda-Roupa: Mark Burchard, Shirlee Strahm
Maquiagem: Isabel Harkins, Manlio Rocchetti
Efeitos Sonoros: Kay Rose, Shawn Murphy, David Spence e outros
Efeitos Especiais: Peter Knowlton
Nota: 8.4
Filme Assistido em: 1992

Elenco

Nick Nolte Tom Wingo
Barbra Streisand Susan Lowenstein
Blythe Danner Sally Wingo
Kate Nelligan Lila Wingo Newbury
Jeroen Krabbé Herbert Woodruff
Melinda Dillon Savannah Wingo
George Carlin Eddie Detreville
Jason Gould Bernard Woodruff
Brad Sullivan Henry Wingo
Maggie Collier Lucy Wingo
Lindsay Wray Jennifer Wingo
Brandlyn Whitaker Chandler Wingo
Milton Clark Jr. Médico
Bonnie Johnson Enfermeira
Dottie Soracco Enfermeira
Bob Hannah Reese Newbury
Rebecca Fleming Megan Daniels
Sandy Rowe Monique
Alan Sader Spencer Richardson
Lee Lively Ed Rosenberg
Ann Pierce Riva Rosenberg
Frederick Neumann Madison Kingsley
Yvonne Erickson Christine Kingsley
Francis Dumaurier Garçom
Robert Baglia Vince

Prêmios

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Ator em um Drama (Nick Nolte)

Associação de Críticos de Cinema de Los Angeles, EUA

Prêmio de Melhor Ator (Nick Nolte)

Sociedade dos Críticos de Cinema de Boston

Prêmio de Melhor Ator (Nick Nolte)

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Ator (Nick Nolte)

Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante (Kate Nelligan)

Oscar de Melhor Direção de Arte - Decoração de Cenários (Paul Sylbert, Caryl Heller)

Oscar de Melhor Filme (Barbra Streisand, Andrew S. Karsch)

Oscar de Melhor Roteiro Adaptado (Pat Conroy, Becky Johnston)

Oscar de Melhor Fotografia (Stephen Goldblatt)

Oscar de Melhor Trilha Sonora (James Newton Howard)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Filme - Drama

Prêmio de Melhor Direção (Barbra Streisand)

Associação dos Críticos de Cinema de Chicago

Prêmio de Melhor Ator (Nick Nolte)

Grêmio dos Diretores da América

Prêmio por Direção Excepcional (Barbra Streisand)

Sociedade Nacional dos Críticos de Cinema dos Estados Unidos

Prêmio de Melhor Ator (Nick Nolte)

Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA

Prêmio de Melhor Ator (Nick Nolte)

Prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante (Kate Nelligan)

Grêmio dos Roteiristas da América

Prêmio de Melhor Roteiro baseado em material previamente publicado (Pat Conroy, Becky Johnston)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Tom Wingo, um professor e técnico de futebol da Carolina do Sul, é convidado por sua mãe, Lila, a viajar para Nova York a fim de ajudar a psiquiatra de sua irmã gêmea, Susan Lowenstein, após a última tentativa de suicídio de sua irmã Savannah. Tom odeia Nova York, mas aceita com relutância, principalmente para aproveitar a oportunidade de ficar sozinho e longe de uma vida que não o satisfaz.
 
Durante seus encontros iniciais com Lowenstein, Tom reluta em revelar muitos detalhes dos segredos disfuncionais de sua família. Em flashbacks, ele relata incidentes de sua infância para Lowenstein, na esperança de descobrir como salvar a vida de Savannah. Seu pai, Wingo, era um pai abusivo e sua mãe, manipuladora e ávida por status. O pai era operador de barcos camaroeiros e, apesar de ter sucesso na profissão, gastava todo o seu dinheiro em negócios frívolos, deixando a família na pobreza.
 
Tom também está dividido com seus próprios problemas, mas se esconde atrás do que chama de "jeito sulista", rir das coisas, em vez de chorar. Por exemplo, sua esposa Sallie está tendo um caso e seu amante quer se casar com ela. Tom e Lowenstein começam a ter sentimentos um pelo outro. Depois que Tom descobre que ela é casada com Herbert Woodruff, um famoso violinista, Lowenstein apresenta Tom a seu filho Bernard, que está sendo preparado para se tornar músico. mas que secretamente deseja jogar futebol.
 
Tom começa a treinar Bernard, além de participar de sessões com Lowenstein para ajudar sua irmã. Tom descobre que Savannah encontra-se em um estado tão dissociado que até tinha uma identidade diferente, Renata Halpern.  Como Halpern, ela escreveu livros para disfarçar o lado Savannah de sua vida conturbada. Tom confronta Lowenstein por não revelar esta informação antes, e eles discutem. Em seguida, para se desculpar, ela o convida para jantar, e seu relacionamento se torna mais próximo.
 
Tom tem um encontro fatídico com sua mãe e seu padrasto, trazendo à tona memórias dolorosas. Tom revela que, quando tinha treze anos, três presidiários fugitivos invadiram sua casa e estupraram sua mãe, sua irmã e ele próprio. Seu irmão mais velho, Luke, matou dois dos agressores com uma espingarda, enquanto sua mãe esfaqueou o terceiro com uma faca de cozinha. Em seguida, eles enterraram os corpos embaixo da casa e nunca mais falaram nisso. Tom começa a chorar, tendo agora liberado uma peça-chave da vida conturbada de Savannah.
 
Depois de descobrir que Tom estava treinando Bernard, Herbert ordena que Bernard pare de praticar futebol, volte às aulas de música e se prepare para ir para Tanglewood, uma prestigiosa academia de música. Em seguida, Tom é convidado para um jantar na casa de Lowenstein, juntamente com poetas e intelectuais. Herbert é abertamente rude e revela que a irmã de Tom está fazendo terapia com sua esposa.  Enfurecida, Lowenstein expressa suas suspeitas sobre o caso de seu marido. Tom, então, pega o violino de um milhão de dólares, de Herbert, e ameaça jogá-lo da varanda do arranha-céus, a menos que Herbert se desculpe. Nervosamente, ele se desculpa.
 
Em seguida, Tom passa um fim de semana romântico com Lowenstein em sua casa de campo. Savannah se recupera e recebe alta do hospital. Essa recuperação se deve ao fato de, finalmente, aprender sobre coisas que ela reprimiu desde a infância, principalmente os estupros. Sua primeira tentativa de suicídio ocorreu aos 13 anos, logo após os estupros e assassinatos dos três condenados. Tom, então, recebe um telefonema de sua esposa, que finalmente decidiu que o quer de volta. Ele, então, termina seu relacionamento com Lowenstein e se reencontra com sua esposa e família, mas deseja que duas vidas possam ser dadas a cada homem e mulher. Ele se mostra feliz em sua vida renovada, depois de resolver os acontecimentos traumáticos de seu passado com a ajuda de Lowenstein. Ele pensa nela diariamente, ao chegar ao topo da ponte, voltando do trabalho para casa. O nome dela chega a ele como uma espécie de oração, de uma bênção.
 
 

imagem

Comentários

Realizado por Barbra Streisand, "O Príncipe das Marés" é um filme produzido em 1991 pela Columbia Pictures, juntamente com as empresas Barwood Films e Longfellow Pictures.

Na direção, Barbra realiza um ótimo trabalho, no que é ajudada pela excelente fotografia, a cargo de Stephen Goldblatt, e por uma bela trilha sonora, assinada por James Newton Howard, onde se destacam as canções "The Very Thought Of You", "For All We Know", "Keep On Movin". No elenco, com excelentes atuações, destacam-se Nick Nolte e Kate Nelligan, seguidos pela boa atuação de Barbra Streisand, no papel de Susan Lowenstein.

CAA