Filmes por gênero

PETÚLIA, UM DEMÔNIO DE MULHER (1968)

Petulia
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Петулия (União Soviética)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Drama, Romance
Direção: Richard Lester
Roteiro: Lawrence B. Marcus
Produção: Raymond Wagner, Denis O'Dell
Design Produção: Tony Walton
Música Original: John Barry
Direção Musical: John Barry
Fotografia: Nicolas Roeg
Edição: Antony Gibbs
Figurino: Tony Walton
Guarda-Roupa: Rita Riggs, Arlette Nastat, Ray Summers
Maquiagem: Gustaf Norin
Efeitos Sonoros: Francis E. Stahl, Gerry Humphreys, Don Challis
Nota: 8.4
Filme Assistido em: 1969

Elenco

Julie Christie Petulia Danner
George C. Scott Dr. Archie Bollen
Richard Chamberlain David Danner
Arthur Hill Barney
Shirley Knight Polo
Pippa Scott May
Kathleen Widdoes Wilma
Roger Bowen Warren
Richard Dysart Recepcionista do Motel
Ruth Kobart Freira
Ellen Geer Freira
Joseph Cotten Sr. Danner
Lou Gilbert Sr. Howard
Nate Esformes Sr. Mendoza
Maria Val Sra. Mendoza
Vincent Arias Oliver
Eric Weiss Michael
Kevin Cooper Stevie
Bruce Chesse Turista
Barbara Colby Paciente
DeAnn Mears Enfermeira
Mickey Hart Hippie
Phil Lesh Hippie
Ron McKernan Hippie

Indicações

Grêmio dos Roteiristas da América

Prêmio de Melhor Roteiro de um Drama Americano (Lawrence B. Marcus)

Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA

Prêmio de Melhor Ator (George C. Scott)

Sociedade Nacional dos Críticos de Cinema dos Estados Unidos

Prêmio de Melhor Ator (George C. Scott)

Prêmios Laurel, USA

Prêmio Laurel de Ouro de Melhor Atriz Coadjuvante (Shirley Knight)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Desiludida com seu casamento de apenas seis meses, Petulia Danner vai a um baile de caridade em San Francisco, onde tenta seduzir o Dr. Archie Bollen, um cirurgião divorciado. Ele chamara sua atenção, pela primeira vez, quando cuidou de um garoto mexicano levado por ela ao hospital em que trabalhava.

É que, alguns dias antes, ao voltarem de uma viagem ao México, ela e seu marido mal-humorado, David, deram carona a Oliver, um garoto de Tijuana. No entanto, ao chegarem aos Estados Unidos, David subitamente, insistiu para que o garoto fosse enviado de volta ao seu país. Ao levá-lo a uma estação de ônibus, Oliver tentou fugir, sendo atropelado por um carro e, em seguida, levado ao hospital, onde foi operado pelo Dr. Bollen.

Os dois terminam indo a um motel, mas Petulia hesita em seguir em frente com seu plano e Bollen a manda embora em um taxi. Impulsivamente, ela rouba uma tuba e, na manhã seguinte, a leva até o apartamento de Bollen. Sua atitude faz com que ele rejeite qualquer possibilidade de reconciliação com Polo, sua ex-esposa, e após uma noite com Petulia em seu apartamento, ele permite que ela passe o domingo fora em companhia de seus filhos.

Ao retornar, ela se acha brutalmente machucada. Embora Bollen a leve para o hospital, o milionário pai de David usa sua influência para que ela deixe o hospital sob a custódia do marido. Bollen, então, a visita em sua casa, onde acusa David pelo ocorrido, embora este insista em que ele não se encontrava na cidade quando tudo ocorreu. O pai dele endossa sua afirmação, fazendo com que Bollen se mostre desanimado quando Petulia não reage em seu favor.

Um ano depois, quando David e Petulia retornam de um cruzeiro, Bollen a encontra em uma maternidade. Na ocasião, ele lhe pede que volte para ele. Depois de beijá-la, ela é levada para a sala de parto chamando por seu nome.

imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta Richard Lester, a partir de um roteiro escrito por Lawrence B. Marcus, “Petúlia, um Demônio de Mulher” é um filme norte-americano produzido pelas empresas Warner Brothers/Seven Arts e  Petersham Pictures em 1968. Sua trama, baseada num romance de John Haase, adaptado para o cinema por Barbara Turner, fala sobre duas pessoas, solitárias e entediadas, à procura de uma paixão.

Partindo de um roteiro muito bem elaborado, Lester nos brinda com um ótimo trabalho de direção, no que é ajudado pela bela fotografia a cargo de Nicolas Roeg. No elenco, Julie Christie e George C. Scott brilham em seus respectivos papéis, demonstrando uma ótima química entre eles. Entre os coadjuvantes, destacam-se as atuações de Shirley Knight e Joseph Cotten.

CAA