Filmes por gênero

RENÚNCIA AO ÓDIO (1956)

The Bottom of the Bottle
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: O fundo da garrafa (Portugal)
Le fond de la bouteille (França)
Il fondo della bottiglia (Itália)
Beyond the river (UK)
Barreras de orgullo (Espanha)
Gefangene des Stroms (Austria, Alemanha)
Över gränsen (Suécia)
Grænsefloden (Dinamarca)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Drama
Direção: Henry Hathaway
Roteiro: Sydney Boehm
Produção: Buddy Adler
Música Original: Leigh Harline
Direção Musical: Lionel Newman
Fotografia: Lee Garmes
Edição: David Bretherton
Direção de Arte: Lyle R. Wheeler, Maurice Ransford
Figurino: Travilla
Guarda-Roupa: Ed Wynigear, Charles Le Maire
Maquiagem: Ben Nye
Efeitos Sonoros: Eugene Grossman, Harry M. Leonard
Efeitos Visuais: Ray Kellogg
Nota: 8.2
Filme Assistido em: 1958

Elenco

Van Johnson Donald Martin / Eric Bell
Joseph Cotten Pat Martin
Ruth Roman Nora Martin
Jack Carson Hal Breckinridge
Margaret Hayes Lil Breckinridge
Bruce Bennett Brand
Brad Dexter Stanley Miller
Peggy Knudsen Ellen Miller
Nancy Gates Mildred Martin
Jim Davis George Cady
Margaret Lindsay Hannah Cady
Pedro Gonzalez Gonzalez Luis Romero
Walter Woolf King Grant
Ernestine Barrier Lucy Grant
Sandy Descher Annie Martin - Filha de Donald
Mimi Gibson Jeanie Martin, filha de Donald
Kim Charney Frank Martin, filho de Donald
Joanne Jordan Emily
John Lee Jenkins
Harry Morgan Felix
Maria Valerani Sra. Romero
Jorge Treviño Díaz
George Anderson Padre
Robert Adler Guarda da Fronteira
John Doucette Patrulheiro

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Quando uma forte tempestade ocorre na fronteira da cidade de Nogales, Arizona, provocando o extravazamento das águas do Rio Santa Cruz, o advogado e rancheiro Pat Martin chega à sua enorme propriedade onde encontra seu irmão fugitivo, Donald, esperando por ele. Donald, que escapou da prisão em Illinois, está desesperado para encontrar sua esposa Mildred e seus três filhos, do outro lado da fronteira, no México, e implora sua ajuda. Pat, que o despreza, afirma que, devido à tempestade, o rio se acha intransponível. Logo depois, a esposa de Pat, Nora, chega com os Breckinridges, os Millers e os Cadys, seus amigos ricos e embriagados. Envergonhado, Pat apresenta seu irmão como sendo Eric Bell, um amigo de infância.

No dia seguinte, Lil Breckenridge encontra Pat na margem do rio e insiste para que ele leve seu amigo à festa que ela vai dar à noite em seu rancho. Preocupado que seu irmão, um antigo alcoólatra, passe por um vexame, ele lhe diz que ‘Eric’ é mentalmente desequilibrado e, portanto, incapaz de beber. Ao chegar em casa, intrigada, Liz espalha a notícia de que ‘Eric’ é uma bomba-relógio que poderá entretê-los ao explodir. Por outro lado, não sabendo que Donald é seu cunhado, Nora o questiona sobre a infância de Pat, e ele o descreve com uma mistura de admiração e respeito. Mais tarde, ela confessa que bebe para compensar seu casamento infeliz, que é preenchido com bens materiais, mas desprovido de crianças e sentimento genuíno.

À noite, durante a festa, Donald decepciona os presentes ao beber cerveja de gengibre. Depois que a irmã de Donald e Pat, Emily, telefona de Denver, com notícias de que Mildred se acha em apuros, Donald insiste em entrar em contato com sua esposa, e os dois irmãos retornam ao rancho de Pat para fazer a ligação telefônica. Ao descobrir que sua mulher se tornou indigente, incapaz de pagar o aluguel de sua casa, e que um de seus filhos foi obrigado a engraxar sapatos na rua, Donald bate o telefone e começa a beber. Pat recusa-se a arriscar sua reputação ajudando sua cunhada e Donald, cheio de ressentimentos, recorda cinco anos antes, quando seu irmão negou seu auxílio, ao alegar que se achava muito ocupado, e ele foi acusado de assassinato enquanto agindo em legítima defesa.

Quando Donald ameaça pedir dinheiro aos amigos do irmão, os dois discutem e, depois de deixar Pat estendido no chão, ele sai de casa com uma garrafa na mão. Mais tarde, vários guardas de fronteira o encontram embriagado e o levam à festa dos Breckenridges, onde ele se torna agressivo. Nora, preocupada com o marido, retorna para casa, enquanto Hal Breckenridge, preocupado que Donald tenha feito algum mal ao amigo, tenta retê-lo no rancho. Louco e paranoico, Donald agride violentamente Hal com um atiçador de lareira e depois foge. No rancho, Nora faz perguntas ao marido sobre seu relacionamento com Donald, e ele finalmente confessa que Donald é seu irmão fugitivo. Ao saber das circunstâncias desesperadas de Donald, Nora insiste em ajudá-lo e à sua família, mas o marido receia ser acusado de cúmplice de um criminoso.

Acreditando que o bem-estar de Mildred é mais importante que a reputação do marido, Nora pede a um amigo para pagar o aluguel atrasado. Preocupado, Pat vasculha a região à procura do irmão desaparecido e retorna com a notícia de que Mildred recebeu o dinheiro e que, em breve, o rio vai voltar ao seu nível normal. Por outro lado, ressentida, Nora recrimina o marido por não ter permitido que ela tivesse filhos, mas ele a ignora. Logo depois, Luis Romero, um pobre fazendeiro mexicano que Pat o ajudara, no passado, o procura com a notícia de que Donald teria quebrado uma loja e roubado uma arma, fato notificado à patrulha da fronteira.

Finalmente, aceitando ser o protetor do irmão, Pat se reconcilia com Nora e, em seguida, parte com Luis Romero em busca de Donald. No entanto, quando Luis lhe diz que acredita que Donald se encontra nas colinas, Pat insiste em continuar sozinho, ocasião em que o amigo lhe mostra o local mais seguro para atravessar o rio. Ao ser encontrado, Donald se mostra inicialmente desconfiado em relação às intenções do irmão, mas Pat declara que gostaria de, um dia, conhecer seus filhos. Quando os cães de Hal ladram à distância, os irmãos montam em seus cavalos e entram nas águas violentas do rio. Donald consegue chegar com segurança na outra margem, mas quando o irmão cai do cavalo, ele volta e arrisca sua própria vida para salvá-lo. Depois que os irmãos se reconciliam, uma patrulha chega e Donald se rende. Apesar dele afirmar que Pat estava agindo apenas como seu advogado, este, não mais envergonhado, declara orgulhosamente que Donald é seu irmão.

 

imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta Henry Hathaway, a partir de um roteiro escrito por Sydney Boehm, “Renúncia ao Ódio” é um filme norte-americano produzido pela Twentieth Century Fox Film Corporation em 1956. Sua trama, baseada num romance de Georges Simenon, é marcada por um bom ritmo, principalmente em sua segunda metade.

Embora não se trate de uma obra premiada, a direção de Hathaway é de primeira linha, assim como a fotografia a cores realizada pelo processo CinemaScope, através da qual foram captadas as belezas do Arizona, com destaques para o deserto de Sonoran e o vale de Santa Cruz. No elenco, Van Johnson brilha no papel de Donald Martin/Eric Bell, seguido pelas ótimas atuações de Joseph Cotten, Ruth Roman e Jack Carson.

CAA