Filmes por gênero

CYRANO DE BERGERAC (1950)

Cyrano de Bergerac
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Cirano di Bergerac (Itália)
Der letzte Musketier (Alemanha, Austria)
Cyrano de Bergerac - värjans mästare (Suécia)
Cyrano - miekan mestari (Finlândia)
Cyrano de Bergerac - den sidste musketer (Dinamarca)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Drama
Direção: Michael Gordon
Roteiro: Carl Foreman
Produção: Stanley Kramer
Design Produção: Rudolph Sternad
Música Original: Dimitri Tiomkin
Direção Musical: Dimitri Tiomkin
Fotografia: Franz Planer
Edição: Harry W. Gerstad
Guarda-Roupa: Ann Peck, Dorothy Jeakins, Joe King
Maquiagem: Gustaf Norin, Josef Norin
Efeitos Sonoros: Jean L. Speak
Nota: 8.4
Filme Assistido em: 1952

Elenco

José Ferrer Cyrano de Bergerac
Mala Powers Roxane
William Prince Christian de Neuvillette
Morris Carnovsky Le Bret
Ralph Clanton Antoine, Conde de Guiche
Lloyd Corrigan Ragueneau
Virginia Farmer Duenna
Edgar Barrier Cardeal Richelieu
Albert Cavens Viconde de Valvert
Arthur Blake Montfleury
Percy Helton Bellerose
Virginia Christine Irmã Marthe
Gil Warren Médico
Richard Avonde Marquês
Francis Pierlot Frade Capuchinho
Jerry Paris Cadete
John Crawford Cadete
Paul Dubov Cadete
Robin Hughes Cadete
Jim Mason Cavaleiro
Jack Perry Cavaleiro

Prêmios

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Ator (José Ferrer)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Ator em um Drama (José Ferrer)

Prêmio de Melhor Fotografia em Preto e Branco (Franz Planer)

Indicações

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Filme - Drama

Prêmio de Melhor Revelação do Ano (Mala Powers)

Grêmio dos Diretores da América

Prêmio por Direção Excepcional (Michael Gordon)

Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA

Prêmio de Melhor Ator (José Ferrer)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Paris, 1640.  Cyrano de Bergerac é um talentoso poeta e exímio espadachim, integrante da companhia militar chamada 'Cadets de Gascogne'.  Mas ele possui um nariz absurdamente comprido, que lhe dá uma aparência ridícula para acompanhar seus dotes intelectuais e físicos.

 Apaixonado pela própria prima, Roxane, ele se acredita demasiadamente feio para merecer o seu amor.

Quando Christian de Neuvilletté, um jovem nobre, se junta aos 'Cadets de Gascogne' e também se enamora de Roxane, Cyrano acaba assumindo o papel de protetor do rival, a pedido da prima.

Como Christian é, digamos, pouco dado a exercitar seus neurônios, sobra para Cyrano escrever suas cartas de amor.  Roxane, é claro, apaixona-se pelo homem que escreve aqueles maravilhosos textos, sem suspeitar que se trata de seu brilhante primo.

Anos mais tarde, entretanto, a verdade vem à tona e Cyrano termina morrendo feliz nos braços de sua amada Roxane, que percebe que realmente amou o primo através de Christian.

imagem

Comentários

Adaptado da clássica peça de Edmond Rostand, do século XVII, "Cyrano de Bergerac" é um ótimo drama sobre o famoso esgrimista e poeta da Gasconha, complexado por causa de seu imenso nariz.

Realizado pelo cineasta Michael Gordon, que desenvolve um grande trabalho, o filme conta com excelentes diálogos e a bela fotografia de Franz Planer.  Os cenários, muito bem construídos, ajudam a dar ao filme a atmosfera da vida francesa da época.

"Cyrano de Bergerac" nos brinda com ótimos momentos, representados por cenas de amor e episódios de batalhas, nos quais o principal protagonista mostra que sua língua ferina é tão afiada quanto sua espada.

No elenco, o grande destaque é, sem dúvida, José Ferrer.  Ele está magnífico como Cyrano, sendo realmente merecedor do Oscar ganho por sua interpretação.  Mala Powers, com apenas 19 anos, foi indicada ao Globo de Ouro de Melhor Revelação, tendo perdido para Gene Nelson por sua atuação em "No, No Nanette".
 
CAA