Filmes por gênero

QUANDO AS MULHERES ESPERAM (1952)

Kvinnors väntan
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Mulheres que esperam (Portugal)
L'attente des femmes (França)
Donne in attesa (Itália)
Secrets of women (Estados Unidos)
Waiting women (Reino Unido)
Tres mujeres (Espanha)
Secretos de mujeres (Argentina, México)
Die sehnsucht der frauen (Alemanha)
Женщины ждут (União Soviética)
Pais: Suécia
Gênero: Comédia Dramática
Direção: Ingmar Bergman
Roteiro: Ingmar Bergman
Produção: Allan Ekelund
Design Produção: Nils Svenwall
Música Original: Erik Nordgren
Fotografia: Gunnar Fischer
Edição: Oscar Rosander
Figurino: Barbro Sörman
Maquiagem: Carl M. Lundh
Efeitos Sonoros: Sven Hansen
Nota: 8.4
Filme Assistido em: 1959

Elenco

Anita Björk Rakel
Eva Dahlbeck Karin
Maj-Britt Nilsson Märta
Birger Malmsten Martin Lobelius
Gunnar Björnstrand Fredrik Lobelius
Karl-Arne Holmsten Eugen Lobelius
Jarl Kulle Kaj
Aino Taube Annette
Håkan Westergren Paul Lobelius
Gerd Andersson Maj
Björn Bjelfvenstam Henrik Lobelius
Märta Arbin Rut, enfermeira
Lena Brogren Srta. Brogren, enfermeira
Ingmar Bergman Homem na escada do Consultório de Ginecologia
Naima Wifstrand Sra. Lobelius
Kjell Nordenskiöld Piloto americano
Carl-Gustaf Kruuse Dançarino na Casa Noturna

Indicações

Festival Internacional de Veneza, Itália

Prêmio Leão de Ouro (Ingmar Bergman)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Enquanto esperam que seus maridos se juntem a elas em sua casa de verão, junto ao lago, três cunhadas passam o tempo falando de seus passados. A primeira, Rakel, relembra o tempo em que ela se submeteu aos avanços de um vizinho, Kaj, e descobriu que era uma adúltera tão fria quanto como esposa. Ao ouvir a confissão de sua esposa, Eugen agarra seu rifle de caça e ameaça se matar, mas termina mudando de idéia. O casamento de Rakel torna-se suportável quando ela percebe que seu marido depende completamente dela.

A segunda esposa, Märta, fala que conheceu seu marido, Martin, quando ele era um artista em Paris. Ao ficar grávida, ela se recusou a se casar com ele por causa de seu desejo de ser livre. Depois que seu bebê nasceu, no entanto, ela concordou em se tornar sua esposa.

A terceira cunhada, Karin, afirma que sua história não é mais do que uma anedota cômica. Certa noite, ela e seu marido, Fredrik, um homem de negócios, estavam presos em um elevador entre dois andares. Depois de discutirem atividades extraconjugais, Fredrik fez amor com ela, prometendo ser um marido mais dedicado e amoroso. Na manhã seguinte, ao se libertarem do elevador, Fredrik voltou automaticamente a se comportar como anteriormente.

Quando Karin termina sua história, os maridos chegam à casa de verão. Enquanto suas esposas se apressam a cumprimentá-los, a irmã mais nova de Märta, Maj, que ouviu as histórias de adultério, foge com o garoto que ama. Jovem e ingênua, ela tem certeza de que seu casamento será marcado por uma felicidade perfeita.

imagem

Comentários

Escrito e dirigido pelo grande cineasta Ingmar Bergman, “Quando as Mulheres Esperam” é um filme sueco produzido pela Svensk Filmindustri em 1952. Em sua trama, baseada numa estória de Gun Grut, três cunhadas, casadas com homens de uma mesma família, falam de problemas vividos com seus respectivos maridos, enquanto aguardam que eles se juntem a elas em sua casa de verão.

Embora não chegue aos níveis de “Morangos Silvestres”, “Gritos e Sussurros” ou “Quando Duas Mulheres Pecam”, este filme é, sem nenhuma dúvida, mais um belo trabalho deste grande cineasta sueco. No elenco, Anita Björk, Eva Dahlbeck e Maj-Britt Nilsson brilham em seus respectivos papéis, seguidas pelas boas atuações de Gunnar Björnstrand, Birger Malmsten e Karl-Arne Holmsten.

Enfim, “Quando as Mulheres Esperam” é, sem nenhuma dúvida, um filme imperdível para os que admiram a obra desse grande cineasta.

CAA