Filmes por gênero

PAIXÃO SELVAGEM (1975)

Je t´aime, moi non plus
imagem imagem imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Amor marginal (Portugal)
I love you, I don't (Reino Unido)
Te amo... pero yo no (Espanha)
Yo te amo, yo tampoco (México)
Je t'aime (Alemanha)
Elsk mig som du er (Dinamarca)
Rakastan, en rakasta (Finlândia)
Обичам те, а аз не (Bulgária)
Pais: França
Gênero: Drama
Direção: Serge Gainsbourg
Roteiro: Serge Gainsbourg
Produção: Jacques-Eric Strauss, Claude Berri
Design Produção: Théobald Meurisse
Música Original: Serge Gainsbourg
Direção Musical: Jean-Pierre Sabar
Fotografia: Willy Kurant
Edição: Kenout Peltier
Figurino: Jeannette Descamps
Maquiagem: Fernande Hugi
Efeitos Sonoros: Antoine Bonfanti, J.P. Lelong, Paul Bertault, Jean-François Auger
Nota: 7.5
Filme Assistido em: 1976

Elenco

Jane Birkin Johnny
Joe Dallesandro Krassky
Hugues Quester Padovan
Reinhard Kolldehoff Boris
Gérard Depardieu Homem num cavalo
Jimmy Davis Moïse
Maïté Nahyr Prostituta
Liliane Rovère Cliente do Motel
Gillian Gill Stripteaser
Josiane Lévêque Stripteaser
Doris Thomas Stripteaser
Arlette Emmery Stripteaser
Raoul Delfosse Dono do Motel
Michel Blanc Um trabalhador
Alain David Um trabalhador
Ramon Pipin O guitarrista
Shitty Télaouine Músico no baile
Yves-Antoine Spoto Músico no baile
Sharon Glory Musicista no Baile

Indicações

Prêmios César - Academia das Artes do Cinema, França

César de Melhor Música escrita para um Filme (Serge Gainsbourg)

César de Melhor Som (Antoine Bonfanti)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Dois jovens caminhoneiros homossexuais, Krassky, um americano de origem polonesa, e Padovan, um italiano, trabalham com um caminhão-caçamba no transporte de lixo. Ao chegarem a um snack-bar na beira de uma estrada, administrado por um homem de nome Boris, eles conhecem Johnny, uma das garçonetes do estabelecimento.

Face à aparência bastante masculinizada da jovem, os caminhoneiros simpatizam com ela e, à noite, quando da realização de um baile promovido por Boris, Krassky e a jovem dançam romanticamente ao som da canção de Serge Gainsbourg, ‘’Je t’aime, moi non plus’’.

Na noite seguinte, os dois voltam a se encontrar no quarto de um motel, onde ele se mostra incapaz de satisfazê-la sexualmente. Para ajudá-lo, ela lhe pede que a tome como se fosse um garoto, ou seja, através de uma relação anal. No entanto, os gritos da jovem durante a sodomia, de tão altos, fazem com que os dois sejam expulsos do local.

Depois de várias tentativas, o casal finalmente conhece o prazer sexual quando de uma relação em plena natureza. Todavia, o relacionamento amoroso dos dois é, em seguida, contrariado pelo ciúme de Padovan, o companheiro de Krassky.

imagem imagem imagem

Comentários

Escrito e dirigido pelo compositor, ator e diretor francês, Serge Gainsbourg, “Paixão Selvagem” é um filme polêmico e ousado. Sua trama gira em torno do complicado relacionamento erótico entre um caminhoneiro homossexual e uma jovem mulher com aparência bastante masculinizada, quase sem seios, cabelos curtos e sem contornos femininos.

Longos silêncios e cenas eróticas, próprios do universo gainsbourguiano, acham-se presentes. A canção “Je t’aime, mois non plus’’ foi indicada ao Prêmio César de Melhor Música. Gérard Depardieu tem uma pequena participação no filme como um homossexual praticando zoofilia.

CAA