Filmes por gênero

A GUERRA ACABOU (1966)

La guerre est finie
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Kriget är slut (Suécia)
The war is over (Estados Unidos)
La guerra è finita (Itália)
La guerra ha terminado (Espanha, México)
Der Krieg ist vorbei (Alemanha)
Wojna sie skonczyla (Polônia)
Krigen er endt (Dinamarca)
Войната свърши (Bulgária)
Война окончена (União Soviética)
Pais: França, Suécia
Gênero: Drama, Guerra Civil na Espanha
Direção: Alain Resnais
Roteiro: Jorge Semprún
Produção: Anatole Dauman, Gisèle Rebillon, Catherine Winter
Design Produção: Jacques Saulnier
Música Original: Giovanni Fusco
Fotografia: Sacha Vierny
Edição: Eric Pluet, Ziva Postec
Figurino: Madeleine Lafon, Marie Martine
Maquiagem: Alexandre Marcus, Éliane Marcus
Efeitos Sonoros: Antoine Bonfanti, Jean Nény, R. Cambourakis, Urbain Loiseau
Nota: 8.5
Filme Assistido em: 1967

Elenco

Yves Montand Diego Mora
Ingrid Thulin Marianne
Geneviève Bujold Nadine Sallanches
Jean Dasté Chefe da Rede clandestina
Dominique Rozan Jude
Jean-François Rémi Juan
Michel Piccoli Inspetor da Alfândega
Marie Mergey Madame Lopez
Anouk Ferjac Marie Jude
Roland Monod Antoine
Pierre Decazes Empregado da SNCF
Paul Crauchet Roberto
Claire Duhamel Mulher no vagão-restaurante
Antoine Bourseiller Homem no vagão-restaurante
Laurence Badie Bernadette Pluvier
Françoise Bertin Carmen
Yvette Etiévant Yvette, mulher de Ramon
Jean Bouise Ramon
Annie Fargue Agnès
Gérard Séty Bill
Catherine de Seynes Janine
Jacques Rispal Manolo
Gérard Lartigau Líder do Grupo Revolucionário
Josep Maria Flotats Miguel
Sissi Kaiser Militante espanhola
Jacques Robnard Pierrot
Bernard Fresson André Sarlat
Jean-Pierre Kérien Chardin
Jean Bolo Agente da Polícia

Prêmios

Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA

Prêmio de Melhor Filme Estrangeiro (França)

Sindicato Francês dos Críticos de Cinema, França

Prêmio da Crítica de Melhor Filme (Alain Resnais)

Festival Internacional de Cinema de Locarno, Suiça

Menção Especial (Alain Resnais)

Prêmios Louis Delluc, França

Prêmio Louis Delluc (Alain Resnais)

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Roteiro Original (Jorge Semprún)

Sindicato dos Jornalistas Críticos de Cinema, Itália

Prêmio Fita de Prata de Melhor Diretor de Filme Estrangeiro (Alain Resnais)

Sociedade Nacional dos Críticos de Cinema dos Estados Unidos

Prêmio de Melhor Ator (Yves Montand)

Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA

Prêmio de Melhor Ator (Yves Montand)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

No rescaldo da Guerra Civil Espanhola, Diego Mora, um jovem revolucionário de 25 anos, que dedicou sua vida à luta contra o Estado franquista, vive no exílio em Paris. Certa vez, ao retornar de Madri usando um passaporte falso, ele é parado na fronteira pela polícia, mas quando esta liga para o telefone indicado, a filha do verdadeiro proprietário do passaporte, Nadine Sallanches, uma estudante revolucionária, confirma ser ele o legítimo dono do documento.

Ao chegar a Paris, Diego descobre que seu contato, Juan, já havia partido para Barcelona, e que seus companheiros em Madri haviam sido presos. Preocupado, ele propõe interceptar Juan e impedir sua missão a fim de preservar sua segurança, mas o organizador das viagens recusa-se ao dar prioridade aos preparativos para uma próxima greve geral.

Ao conhecer pessoalmente Nadine, que se entrega a ele neste primeiro encontro, Diego descobre que ela está envolvida com um grupo extremista alternativo que está planejando um ataque armado na Espanha. Em seguida, ele retorna para sua dedicada amante, Marianne, uma mulher divorciada com um filho de doze anos, que nada sabe de suas atividades ativistas.

No dia seguinte, quando Diego se reporta aos responsáveis pelo movimento revolucionário, sobre sua missão e suas conclusões, ele é acusado de um pessimismo não compatível com o esperado sucesso, uma greve geral na Espanha, sendo proibido de viajar para Madri, enquanto seu amigo Ramon é indicado para ir em seu lugar.

Condenado a não fazer nada, Diego tem a oportunidade de conhecer jovens ativistas estudantis, amigos de Nadine, que defendem a ação violenta e que tentarão demonstrar que sua atitude irresponsável prejudica o desenvolvimento das lutas revolucionárias. Mas o descanso forçado será curto para Diego, porque Ramon morre de um ataque cardíaco.

No entanto, os líderes revolucionários o enviam em uma missão à Espanha, juntamente com um recruta, talvez como uma maneira de se livrar dele. Ao tomar conhecimento do ocorrido, Nadine adverte os ativistas e, em seguida, instrui Marianne a tentar localizar Diego e Juan em Barcelona.

imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta Alain Resnais, a partir de um roteiro escrito por Jorge Semprún, “A Guerra Acabou” é um ótimo filme produzido pelas empresas Europa Film e Sofracima em 1966. Sua trama trata da fracassada tentativa dos espanhóis que lutaram na clandestinidade, durante a Guerra Civil Espanhola, contra o regime de caráter fascista liderado pelo General Francisco Franco.

Na direção, Resnais foi contemplado com quatro prêmios e uma indicação adicional pelo excelente trabalho por ele realizado. Na área técnica, merecem igualmente elogios o cuidadoso roteiro escrito por Semprún, a fotografia, em preto e branco, assinada por Sacha Vierny e a bela trilha sonora a cargo de Giovanni Fusco.

No elenco, Yves Montand brilha no papel de Diego Mora, seguido pelas boas atuações de Ingrid Thulin e Geneviève Bujold.

CAA