Filmes por gênero

A FILHA DA MINHA MULHER (1981)

Beau-père
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: O padrasto (Portugal)
Ormai sono una donna (Itália)
Tú me hiciste mujer (Espanha)
Querido papá, una adolescente en mi vida (Argentina)
Ausgerechnet ihr Stiefvater (Alemanha)
Ojczym (Polônia)
Mostohaapa (Hungria)
Вторият баща (Bulgária)
Pais: França
Gênero: Drama
Direção: Bertrand Blier
Roteiro: Bertrand Blier
Produção: Alain Sarde
Design Produção: Théobald Meurisse
Música Original: Philippe Sarde
Fotografia: Sacha Vierny
Edição: Claudine Merlin
Figurino: Michèle Cerf
Guarda-Roupa: Christiane Marmande
Maquiagem: Alfonso Gola
Efeitos Sonoros: Jean-Pierre Ruh, Anne Baronnet, Jean Duguet e outros
Nota: 8.5
Filme Assistido em: 1982

Elenco

Patrick Dewaere Rémi
Nicole Garcia Martine
Maurice Ronet Charly
Ariel Besse Marion
Geneviève Mnich Simone
Maurice Risch Nicolas
Fabrice Luchini O homossexual
Nathalie Baye Charlotte
Rose Thiéry Mme. Doullens
Pierre Le Rumeu O pediatra
Yves Gasc Sr. Doullens
Michel Berto O professor
Catherine Alcover Médica da Emergência
Henri-Jacques Huet Gerente do Restaurante
Jacques Rispal Motorista de Táxi
Max Vialle Testemunha do acidente
Joseph Michael Roth Amigo de Marion
Maurice Biraud Caminhoneiro
Sandy Whitelaw Pai da jovem aniversariante
Macha Méril .

Prêmios

Sociedade dos Críticos de Cinema de Boston

Prêmio de Melhor Filme Estrangeiro

Indicações

Festival Internacional de Cannes, França

Prêmio Palma de Ouro (Bertrand Blier)

Prêmios César - Academia das Artes do Cinema, França

César de Melhor Ator (Patrick Dewaere)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Rémi, um compositor, assumiu que teria sucesso na vida aos trinta anos de idade. Ele tem vinte e nove anos e meio e já não acredita mais em sua música, contentando-se em tocar piano em um restaurante de luxo. Nos últimos oito anos, ele viveu com Martine, que morreu em um estúpido acidente de automóvel. Marion, uma adolescente de quatorze  anos, filha de Martine, deseja ficar com ele, seu padrasto, embora Charly, seu pai, que administra uma boate, quer recuperar sua filha. Rémi deve deixá-la ir, embora seja muito apegado a ela.
 
Várias semanas se passam sem ter notícias dela e, para superar seu tédio e tristeza, ele passa a noite com Nicolas, com quem improvisa um jazz. Dias depois, Marion volta para casa com suas malas, ocasião em que ela declara que estava apaixonada por ele e o desejava sexualmente. Rémi não consegue acreditar no que está ouvindo e recusa sua proposta. A partir desse dia, a garota não come mais e não trabalha em sala de aula. Ao chegarem as férias de Natal, o médico a aconselha a ficar nas montanhas. Enquanto a leva à Estação Ferroviária, Rémi lhe dá seu primeiro beijo. 
 
Durante sua ausência, Rémi, sem dinheiro, é forçado a deixar seu apartamento para se instalar numa casa abandonada que será destruída em seis meses. Sentindo a falta de Marion, certa noite ele pega emprestado o carro de Nicolas e se junta à ela, ocasião em que os dois têm sua primeira noite de amor.
 
Quando Marion retorna à Paris, ela tenta deixá-lo com ciúmes. Por outro lado, para ganhar dinheiro, ela se torna uma babá. Assim, Rémi conhece Charlotte, mãe de uma garotinha de quatro anos, por quem se apaixona. Marion entende que ela é demais e retorna para a casa do pai, enquanto ele corre o risco de se tornar, mais uma vez, padrasto.

imagem

Comentários

Escrito e dirigido pelo cineasta Bertrand Blier, "A Filha da minha Mulher" é um filme produzido em 1981 pelas empresas France 2 (FR 2) e Sara Films. Sua trama gira em torno do relacionamento de uma jovem adolescente e seu padrasto após a morte de sua mãe em um acidente automobilístico.
 
Embora tenha recebido críticas injustificadas, por tratar do relacionamento de um homem de 30 anos com sua enteada de 14, Blier em nenhum momento se inclina para o tema da pedofilia. Sua direção é muito boa, no que é ajudado pela ótima fotografia de Sacha Vierny. No elenco,  o maior destaque é, sem nenhuma dúvida, Patrick Dewaere.
 
Enfim, "A Filha da minha Mulher" é um filme que recomendo.
 
 CAA