Filmes por gênero

MARROCOS (1930)

Morocco
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Coeurs brûlés (França)
Marocco (Itália)
Marruecos (Espanha, Argentina, México)
Marokko (Austria, Alemanha, Dinamarca)
Marocko (Suécia)
Марокко (União Soviética)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Romance, Drama
Direção: Josef von Sternberg
Roteiro: Jules Furthman
Produção: Hector Turnbull
Música Original: Karl Hajos
Fotografia: Lee Garmes
Edição: Sam Winston
Direção de Arte: Hans Dreier
Guarda-Roupa: Travis Banton
Efeitos Sonoros: Harry D. Mills
Nota: 8.4
Filme Assistido em: 1948

Elenco

Gary Cooper Legionário Tom Brown
Marlene Dietrich Srta. Amy Jolly
Adolphe Menjou Sr. La Bessiere
Ullrich Haupt Caesar
Eve Southern Sra. Caesar
Francis McDonald Sargento Tatoche
Paul Porcasi Lo Tinto, proprietário da Casa Noturna
Michael Visaroff Coronel Alexandre Barratière
Emile Chautard General francês
Harry Schultz Sargento alemão
Albert Conti Coronel Quinnovieres
Juliette Compton Anna Dolores
Philip Sleeman Cliente do Café
Lillian Savin .
Theresa Harris .
Thomas A. Curran .

Prêmios

Prêmio Kinema Junpo, Tóquio, Japão

Prêmio de Melhor Filme em Língua Estrangeira (Josef von Sternberg)

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Direção (Josef von Sternberg)

Oscar de Melhor Atriz (Marlene Dietrich)

Oscar de Melhor Fotografia (Lee Garmes)

Oscar de Melhor Direção de Arte (Hans Dreier)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Durante uma viagem da Europa para Marrocos, em um navio, a cantora de cabaré, Mademoiselle Amy Jolly, conhece o milionário Sr. La Bessiere que lhe oferece ajuda em Marrocos, mas ela recusa sua oferta.

Contratada por Lo Tinto para cantar em sua Casa Noturna, na noite de sua estreia ela reencontra o Sr. La Bessiere acompanhado de um amigo, Caesar, e sua esposa. La Bessiere volta a insistir para que ela fique com ele, mas Amy se sente atraída pelo legionário Tom Brown, a quem convida para ir ao apartamento dela após o show.

Uma vez no apartamento, Tom a encontra amargurada com a vida e com o desprezo dos homens e decide ir embora. Aflita, ela o segue. Na rua, ele é parado pela mulher de Caesar que, ao ver a aproximação de Amy, incita os mendigos a atacá-la. Tom a defende e decide acompanhá-la até seu apartamento. No entanto, ao ser atacado por dois ladrões, ele os mata em legítima defesa.

Tom é preso por Caesar que, sem sucesso, tenta forçá-lo a confessar que estivera com sua esposa. La Bessiere oferece ajuda a Tom, mas ele é designado para uma missão suicida junto à Legião Estrangeira.

Algum tempo depois, ao tomar conhecimento que La Bessiere havia prometido riqueza e felicidade à Amy, Tom decide permanecer em um Posto avançado do deserto após concluir sua missão.

Ao tomar conhecimento de que Tom se acha ferido no deserto, Amy vai até lá, acompanhada por La Bessiere, que ao perceber o amor dos dois, se oferece para ajudar Tom a abandonar a Legião. Amy, no entanto, se mostra dividida entre viver seu amor verdadeiro, ao lado de Tom, ou ter a vida confortável que pode ter ao lado do milionário.

imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta austríaco Josef von Sternberg, a partir de um roteiro escrito por Jules Furthman, “Marrocos” é um ótimo filme norte-americano produzido pela Paramount Pictures em 1930. A direção de Sternberg é consistentemente boa, apresentando um ótimo ritmo do início ao fim.

Os diálogos são inteligentes, dentro de um roteiro muito bem estruturado. Merecem ainda ser destacadas a magnífica fotografia de Lee Garmes, e a bela música a cargo de Karl Hajos.

No elenco, Marlene Dietrich brilha no papel da Srta. Amy Jolly, seguida pelas ótimas atuações de Gary Cooper e Adolphe Menjou.

CAA