Filmes por gênero

MENINOS NÃO CHORAM (1999)

Boys don't cry
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Os rapazes não choram (Portugal)
Los chicos no lloran (Espanha)
Los muchachos no lloran (Argentina)
Les garçons ne pleurent pas (Canadá francês)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Drama
Direção: Kimberly Peirce
Roteiro: Kimberly Peirce, Andy Bienen
Produção: John Hart, Jeff Sharp, Christine Vachon, Eva Kolodner
Design Produção: Michael Shaw
Música Original: Nathan Larson
Fotografia: Jim Denault
Edição: Lee Percy, Tracy Granger
Direção de Arte: Shawn Carroll
Figurino: Victoria Farrell
Guarda-Roupa: Michelle Elaine Teague, Sarah Beers, Mary McCormick
Maquiagem: Renee Lecuyer, Jane Choi, Kerrie R. Plant
Efeitos Sonoros: Lewis Goldstein, Robert Fernandez, Jay Peck e outros
Efeitos Especiais: Jack Bennett
Efeitos Visuais: Mark Dornfeld
Nota: 8.5
Filme Assistido em: 2000

Elenco

Hilary Swank Teena Brandon / Brandon Teena
Chloë Sevigny Lana Tisdel
Peter Sarsgaard John Lotter
Brendan Sexton III Tom Nissen
Alicia Goranson Candace
Alison Folland Kate
Jeanetta Arnette Mãe de Lana
Rob Campbell Brian
Matt McGrath Lonny
Cheyenne Rushing Nicole
Robert Prentiss Caminhoneiro
Stephanie Sechrist April Lotter, filha de John
Jerry Haynes Juiz
Lou Perry Xerife
Lisa Renée Wilson Pam
Jackson Kane Sam Phillips
Joseph Gibson Tom
Libby Villari Enfermeira
Paige Carl Griggs Dave

Prêmios

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Atriz (Hilary Swank)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Atriz em um Drama (Hilary Swank)

Associação de Críticos de Cinema de Los Angeles, EUA

Prêmio de Melhor Atriz (Hilary Swank)

Prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante (Chloë Sevigny)

Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA

Prêmio de Melhor Atriz (Hilary Swank)

Festival Internacional de Cinema de Estocolmo, Suécia

Prêmio do Público (Kimberly Peirce)

Prêmio FIPRESCI (Kimberly Peirce)

Prêmio de Melhor Atriz (Hilary Swank)

Prêmio de Melhor Roteiro

Associação dos Críticos de Cinema de Toronto, Canadá

Prêmio de Melhor Atriz (Hilary Swank)

Sociedade dos Críticos de Cinema de Boston

Prêmio de Melhor Atriz (Hilary Swank)

Prêmio de Melhor Direção (Kimberly Peirce)

Prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante (Chloë Sevigny)

Prêmios da Broadcast Film Critics Association, USA

Prêmio de Melhor Atriz (Hilary Swank)

Associação dos Críticos de Cinema de Chicago

Prêmio de Melhor Atriz (Hilary Swank)

Prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante (Chloë Sevigny)

Festival Internacional de Cinema de Chicago

Prêmio Silver Hugo de Melhor Atriz (Hilary Swank)

Prêmios Chlotrudis - Massachusetts, USA

Prêmio Chlotrudis de Melhor Atriz (Hilary Swank)

Associação dos Críticos de Cinema de Dallas-Fort Worth - USA

Prêmio de Melhor Atriz (Hilary Swank)

Prêmios Independent Spirit, California, Estados Unidos

Prêmio Independent Spirit de Melhor Atriz (Hilary Swank)

Prêmio Independent Spirit de Melhor Atriz Coadjuvante (Chloë Sevigny)

Círculo dos Críticos de Cinema da Flórida, USA

Prêmio de Melhor Atriz (Hilary Swank)

Festival Internacional de Gijón, Espanha

Prêmio de Melhor Atriz (Hilary Swank)

Sindicato dos Jornalistas Críticos de Cinema, Itália

Prêmio Fita de Prata de Melhor Dublagem Feminina (Tatiana Dessi)

Sociedade dos Críticos de Cinema de Las Vegas

Prêmio de Melhor Atriz (Hilary Swank)

Prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante (Chloë Sevigny)

Prêmio Sierra de Melhor Direção (Kimberly Peirce)

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante (Chloë Sevigny)

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio de Melhor Atriz (Hilary Swank)

Academia do Cinema Europeu

Prêmio Internacional (Kimberly Peirce)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante (Chloë Sevigny)

Círculo de Críticos de Cinema de Londres, Inglaterra

Prêmio Atriz do Ano (Hilary Swank)

Festival Robert de Copenhague, Dinamarca

Robert de Melhor Filme Americano (Kimberly Peirce)

Festival Internacional de Cinema de Estocolmo, Suécia

Prêmio Cavalo de Bronze de Melhor Longa-Metragem (Kimberly Peirce)

Prêmios Chlotrudis - Massachusetts, USA

Prêmio Chlotrudis de Melhor Filme

Prêmio Chlotrudis de Melhor Direção (Kimberly Peirce)

Prêmio Chlotrudis de Melhor Atriz Coadjuvante (Chloë Sevigny)

Prêmios Empire, Reino Unido

Prêmio Empire de Melhor Atriz (Hilary Swank)

Prêmios do Cinema Europeu

Prêmio de Melhor Direção (Kimberly Peirce)

Prêmios Guldbagge, Suécia

Prêmio de Melhor Filme Estrangeiro (Estados Unidos)

Sociedade dos Críticos de Cinema de Las Vegas

Prêmio Sierra de Melhor Filme

Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA

Prêmio de Melhor 1º Filme (Kimberly Peirce)

Prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante (Chloë Sevigny)

Prêmios Satellite, Los Angeles

Prêmio Golden Satellite de Melhor Filme - Drama

Prêmio Golden Satellite de Melhor Direção (Kimberly Peirce)

Associação dos Críticos de Cinema do Sudeste, Estados Unidos

Prêmio de Melhor Filme

Prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante (Chloë Sevigny)

Sinopse

Do meio dos Estados Unidos, surge um ser com uma vida dupla extraordinária, um triângulo amoroso complicado e um crime que abalaria o interior do país.

Brandon Teena foi um forasteiro que encantou a pequena comunidade rural de Falls City, no Estado de Nebraska.  As mulheres o adoravam e quase todos que conheciam esse recém-chegado carismático eram atraídos por sua inocência encantadora.  Porém, o personagem mais famoso e amigo fiel da cidade tinha um segredo: ele não era quem as pessoas pensavam ser.

Em Lincoln, sua terra natal, a apenas 120 quilômetros dali, Brandon Teena era uma pessoa diferente, envolvida numa crise pessoal que a assombrou durante toda a sua vida.

Como muitos jovens, ele cometeu erros e, quando Brandon interpõe entre seu novo amor, Lana, e o amigo dela, John, o mistério desdobra-se em violência.

Em sua vida singular e curta, Brandon Teena foi, ao mesmo tempo, um amante arrebatador e um forasteiro preso numa armadilha, um "ninguém" empobrecido e um sonhador elaborado, um ladrão audacioso e a vítima trágica de um crime injusto.

imagem

Comentários

Baseado na história real de Teena Brandon, "Meninos Não Choram", relata a juventude de uma garota que decide assumir sua homossexualidade, mas para fugir do preconceito, resolve adotar nova identidade, transformando-se no garoto Brandon.

O realismo dos fatos inspirou a realizadora e co-roteirista, Kimberly Peirce, em sua procura por uma verdade mais profunda sobre o direito à diferença e sobre uma moralidade cheia de pesadas conseqüências.  A personalidade de Teena Brandon não podia se abrir num mundo fechado onde ela vivia, sendo sua tragédia uma conseqüência natural desse mesmo mundo.

"Meninos Não Choram" é um filme forte, angustiante, cuja dramaticidade cresce à medida que a narrativa caminha para o seu final.

Além do belo trabalho de Kimberly Peirce, tanto como roteirista como diretora, o filme tem em seu elenco parte do sucesso alcançado.  Hilary Swank está maravilhosa no papel principal, tendo seu trabalho sido merecidamente reconhecido com o Oscar de Melhor Atriz.  A atuação de Chloë Sevigny é mais convencional que a de Swank, mas não menos efetiva.  Como atores coadjuvantes, destacam-se as interpretações de Peter Sarsgaard e Brendan Sexton III.

CAA