Filmes por gênero

DESPEDIDA EM LAS VEGAS (1995)

Leaving Las Vegas
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Morrer em Las Vegas (Portugal)
Adiós a Las Vegas (Argentina, México)
Adieu Las Vegas (Canadá)
Via da Las Vegas (Itália)
Leaving Las Vegas - Liebe bis in den Tod (Alemanha)
Farväl Las Vegas (Suécia)
Zostawic Las Vegas (Polônia)
Las Vegas, végállomás (Hungria)
Покидая Лас-Вегас (Rússia)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Drama, Romance
Direção: Mike Figgis
Roteiro: Mike Figgis
Produção: Annie Stewart, Lila Cazès
Design Produção: Waldemar Kalinowski
Música Original: Mike Figgis
Direção Musical: Gemma Dempsey
Fotografia: Declan Quinn
Edição: John Smith
Direção de Arte: Barry Kingston
Figurino: Laura Goldsmith
Guarda-Roupa: Vivienne Westwood, Leesa Evans, Vikki Barrett
Maquiagem: Kathryn Bihr, Linda Hardy
Efeitos Sonoros: Nigel Heath, Andie Derrick, Pawel Wdowczak, Julian Slater e outros
Efeitos Especiais: W. D. Harrison, Al Marangoni, Matthew Pope, Jules Findley
Efeitos Visuais: Aviv Yaron
Nota: 8.6
Filme Assistido em: 1996

Elenco

Nicolas Cage Ben Sanderson
Elisabeth Shue Sera
Julian Sands Yuri
Richard Lewis Peter
Steven Weber Marc Nussbaum
Mariska Hargitay Prostituta no Bar
Kim Adams Sheila
Emily Procter Debbie
Valeria Golino Terri
Thomas Kopache Sr. Simpson
Vincent Ward Homem de negócios
French Stewart Homem de negócios
Ed Lauter Mafioso
Waldemar Kalinowski Mafioso
Mike Figgis Mafioso
David Kriegel Gerente do Hotel
Camille King Gerente do Banco
Tracy Thorne Garçonete
Gordon Michaels Guarda de Segurança
Shashi Bhatia Prostituta hispânica
Jeremy Jordan Colegial
Davidlee Willson Colegial

Prêmios

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Ator (Nicolas Cage)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Ator em um Drama (Nicolas Cage)

Sociedade dos Críticos de Cinema de Boston

Prêmio de Melhor Ator (Nicolas Cage)

Associação dos Críticos de Cinema de Chicago

Prêmio de Melhor Atriz (Elisabeth Shue)

Prêmio de Melhor Ator (Nicolas Cage)

Associação de Críticos de Cinema de Los Angeles, EUA

Prêmio de Melhor Filme

Prêmio de Melhor Direção (Mike Figgis)

Prêmio de Melhor Ator (Nicolas Cage)

Prêmio de Melhor Atriz (Elisabeth Shue)

Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA

Prêmio de Melhor Filme

Prêmio de Melhor Ator (Nicolas Cage)

Festival Internacional de San Sebastián, Espanha

Prêmio Concha de Prata de Melhor Direção (Mike Figgis)

Prêmio Concha de Prata de Melhor Ator (Nicolas Cage)

Prêmios Independent Spirit, California, Estados Unidos

Prêmio Independent Spirit de Melhor Longa-Metragem (Lila Cazès, Annie Stewart)

Prêmio Independent Spirit de Melhor Fotografia (Declan Quinn)

Prêmio Independent Spirit de Melhor Direção (Mike Figgis)

Prêmio Independent Spirit de Melhor Atriz (Elisabeth Shue)

Prêmios Júpiter, Alemanha

Prêmio Júpiter de Melhor Ator Internacional (Nicolas Cage)

Sociedade Nacional dos Críticos de Cinema dos Estados Unidos

Prêmio de Melhor Ator (Nicolas Cage)

Prêmio de Melhor Atriz (Elisabeth Shue)

Prêmio de Melhor Diretor (Mike Figgis)

Sociedade dos Críticos de Cinema do Texas, EUA

Prêmio de Melhor Ator (Nicolas Cage)

Associação dos Críticos de Cinema de Dallas-Fort Worth - USA

Prêmio de Melhor Filme

Prêmio de Melhor Atriz (Elisabeth Shue)

Prêmio de Melhor Ator (Nicolas Cage)

Prêmio de Melhor Direção (Mike Figgis)

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Atriz (Elisabeth Shue)

Oscar de Melhor Direção (Mike Figgis)

Oscar de Melhor Roteiro Adaptado (Mike Figgis)

Academia Britânica de Cinema e Televisão, Inglaterra

Prêmio de Melhor Ator (Nicolas Cage)

Prêmio de Melhor Roteiro Adaptado (Mike Figgis)

Prêmio de Melhor Atriz (Elisabeth Shue)

Festival Internacional de San Sebastián, Espanha

Prêmio Concha de Ouro (Mike Figgis)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Filme - Drama

Prêmio de Melhor Direção (Mike Figgis)

Prêmio de Melhor Atriz em um Drama (Elisabeth Shue)

Associação dos Críticos de Cinema de Chicago

Prêmio de Melhor Diretor (Mike Figgis)

Prêmios Chlotrudis - Massachusetts, USA

Prêmio Chlotrudis de Melhor Ator (Nicolas Cage)

Prêmio Chlotrudis de Melhor Atriz (Elisabeth Shue)

Grêmio dos Diretores da América

Prêmio por Direção Excepcional (Mike Figgis)

Prêmios Independent Spirit, California, Estados Unidos

Prêmio Independent Spirit de Melhor Ator (Nicolas Cage)

Prêmio Independent Spirit de Melhor Roteiro (Mike Figgis)

Associação de Críticos de Cinema de Los Angeles, EUA

Prêmio de Melhor Roteiro (Mike Figgis)

Círculo dos Críticos de Cinema de Nova York, EUA

Prêmio de Melhor Direção (Mike Figgis)

Prêmio de Melhor Atriz (Elisabeth Shue)

Prêmios PGA, Los Angeles, Califórnia, USA

Prêmio PGA de Melhor Produção (Lila Cazès, Annie Stewart)

Prêmios Sant Jordi de Barcelona

Prêmio de Melhor Ator Estrangeiro (Nicolas Cage)

Grêmio dos Roteiristas da América

Prêmio de Melhor Roteiro baseado em material previamente publicado (Mike Figgis)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Ben Sanderson é um dramaturgo de Hollywood que perdeu o emprego, a família e os amigos por causa do alcoolismo. Sozinho no mundo, ele vai para Las Vegas para beber até morrer. Ao dirigir embriagado pela Las Vegas Strip, ele quase atropela uma mulher na calçada, Sera, que discute com ele. Ben hospeda-se numa pousada barata.

Sera é, na verdade, uma prostituta que trabalha para Yuri Butso, um imigrante letão que abusa dela. Capangas poloneses estão atrás de Yuri, e ele acaba seu relacionamento com Sera temendo pela segurança dela. Pouco tempo depois, é assassinado pelos poloneses.

Em seu segundo dia em Las Vegas, Ben reencontra Sera na mesma rua em que quase a atropelou, apresenta-se a ela e lhe oferece dinheiro para que ela vá a seu quarto por uma hora. Ela aceita a proposta, mas Ben não está interessado em sexo. Ao invés disso, eles iniciam um estranho relacionamento no qual ela tem que prometer que nunca vai pedir-lhe para que ele pare de beber, e a Ben não será permitido criticá-la pelo exercício de sua profissão.

Ele passa a morar na casa dela e, de início, o relacionamento entre eles se mostra estável, mas com o tempo, ambos vão se frustrando face ao comportamento do outro. O alcoolismo de Ben piora e ele deixa de se alimentar e, quando Sera finalmente implora para que ele vá a um médico, ele se enfurece e traz outra prostituta para a casa dela, que o expulsa. Pouco tempo depois, Sera é maltratada e estuprada por três estudantes, e os ferimentos decorrentes prejudicam sua ocupação.

Despejada de onde morava, ela recebe uma ligação de Ben, que está prestes a morrer. Ela o visita, eles finalmente fazem sexo e depois adormecem. Quando Ben acorda, observa Sera, que se acha deitada por cima dele, e morre abraçado a ela.

Na cena final, Sera diz que o aceitou do jeito que ele era, gostava de seu drama e de fato o amava.

imagem

Comentários

Escrito e dirigido pelo cineasta britânico Mike Figgis, “Despedida em Las Vegas” é um ótimo filme do cinema americano de meados dos anos 1990. Sua trama fala de uma história de autodestruição fascinante e, ao mesmo tempo, de um amor comovente.

Por trás das câmeras, Figgs demonstra mais uma vez ser um diretor exigente ao nos apresentar esse belo trabalho. No elenco, Nicholas Cage e Elisabeth Shue nos brindam com excelentes desempenhos, principalmente Cage no papel do alcoólatra.

Enfim, “Despedida em Las Vegas” é um filme imperdível.

CAA