Filmes por gênero

A CONSPIRAÇÃO (2000)

The Contender
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Rufmord - Jenseits der Moral (Alemanha)
O Jogo do Poder (Portugal)
Manipulations (França)
Candidata al poder (Espanha)
La candidate (Canadá francês)
La conspiración (México, Argentina)
Kandidaatti (Finlândia)
A manipulátor (Hungria)
Ukryta prawda (Polônia)
Претендент (Rússia)
Pais: Estados Unidos, Alemanha, Reino Unido
Gênero: Drama, Suspense
Direção: Rod Lurie
Roteiro: Rod Lurie
Produção: Willi Bär, Marc Frydman, James Spies, Douglas Urbanski
Design Produção: Alec Hammond
Música Original: Larry Groupé
Fotografia: Denis Maloney
Edição: Michael Jablow
Direção de Arte: Halina Gebarowicz
Figurino: Matthew Jacobson
Guarda-Roupa: Sister Daniels, Catharine Fletcher Incaprera
Maquiagem: Fabrizio Sforza, Alessandra Sampaolo e outros
Efeitos Sonoros: Stephen Flick, James Bailey, Bruce Bell e outros
Efeitos Especiais: Gary Pilkinton, Robert Vazquez, Michael H. Clark
Efeitos Visuais: Peter Koczera
Nota: 8.4
Filme Assistido em: 2003

Elenco

Gary Oldman Sheldon Runyon
Joan Allen Senadora Laine Hanson
Jeff Bridges Presidente Jackson Evans
Christian Slater Reginald Webster
Sam Elliott Kermit Newman
William L. Petersen Gov. Jack Hathaway
Saul Rubinek Jerry Tolliver
Philip Baker Hall Oscar Billings
Mike Binder Lewis Hollis
Robin Thomas William Hanson
Mariel Hemingway Cynthia Charlton Lee
Kathryn Morris Agente Especial Paige Willomina
Kristen Shaw Fiona Hathaway
Douglas Urbanski Makerowitz
Noah Fryrear Timmy
Angelica Torn Dierdra
Irene Ziegler Maggie Runyon
Sandra Register Glenda
Anthony Booth Peter Crenshaw
Kevin Geer Congresista Skakle
Doug Roberts Congressista Harding
Bev Appleton Congressista Marshall
Robert Harvey Lobista

Prêmios

Prêmios da Broadcast Film Critics Association, USA

Prêmio Alan J. Pakula

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Atriz (Joan Allen)

Oscar de Melhor Ator Coadjuvante (Jeff Bridges)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Atriz em um Drama (Joan Allen)

Prêmio de Melhor Ator Coadjuvante (Jeff Bridges)

Screen Actors Guild Awards, Los Angeles, California, USA

Melhor Performance de uma Atriz (Joan Allen)

Melhor Performance de um Ator Coadjuvante (Jeff Bridges)

Melhor Performance de um Ator Coadjuvante (Gary Oldman)

Prêmios Blockbuster, Los Angeles, Califórnia, EUA

Prêmio Blockbuster de Atriz Favorita - Drama (Joan Allen)

Associação dos Críticos de Cinema de Chicago

Prêmio de Melhor Atriz (Joan Allen)

Associação dos Críticos de Cinema de Dallas-Fort Worth - USA

Prêmio de Melhor Atriz (Joan Allen)

Prêmios Independent Spirit, California, Estados Unidos

Prêmio Independent Spirit de Melhor Atriz (Joan Allen)

Prêmio Independent Spirit de Melhor Ator Coadjuvante (Gary Oldman)

Sociedade dos Críticos de Cinema de Las Vegas

Prêmio de Melhor Atriz (Joan Allen)

Sociedade dos Críticos de Cinema de Phoenix, Arizona, USA

Prêmio de Melhor Atriz (Joan Allen)

Prêmio de Melhor Roteiro Original (Rod Lurie)

Sociedade dos Filmes Políticos, Estados Unidos

Prêmio Democracia

Prêmio Direitos Humanos

Prêmios Satellite, Los Angeles

Prêmio Golden Satellite de Melhor Atriz em um Drama (Joan Allen)

Prêmio Golden Satellite de Melhor Ator Coadjuvante (Jeff Bridges)

Sinopse

Quando morre o vice-presidente dos Estados Unidos, a senadora Laine Hanson é escolhida pelo Presidente para ser a primeira mulher a chefiar o Gabinete.  Essa escolha encontra oposição de membros dos dois partidos, principalmente de um poderoso adversário político, que fará de tudo para desacreditá-la.

As audiências de confirmação da senadora desencadeiam uma tempestade de controvérsias, na medida em que segredos surpreendentes do seu passado são revelados, ameaçando sua vida pessoal e seu futuro político.

A senadora Laine Hanson tem tudo o que precisa para estar bem longe da presidência e, agora, precisa provar que também tem estômago para conseguir essa posição.

imagem

Comentários

"A Conspiração" é um bom filme que apresenta uma inteligente e interessante trama sobre os bastidores do universo político americano.  Ao apresentar, de forma contundente, o político que usa de todas as armas para alcançar seus objetivos, o filme tenta mostrar como os padrões morais têm caído nos Estados Unidos.  Entre outros, o filme toca em temas como aborto, integridade, lealdade.

Seu ponto forte são as ótimas atuações de Joan Allen, merecedora do Oscar (embora só tenha tido a indicação), bem como, as de Jeff Bridges e Gary Oldman.  O elenco coadjuvante também está acima da média, com ênfase para as atuações de Sam Elliott, Christian Slater e William Petersen.

CAA