Filmes por gênero

NUNCA ME DIGAS ADEUS (1946)

Never say goodbye
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Nunca digas adeus (Portugal)
Ne dites jamais adieu (França)
Preferisco mio marito (Itália)
Nunca me abandones (Argentina)
Nunca te alejes de mí (Espanha, Uruguai)
Säj aldrig adjö (Suécia)
Nigdy nie mów do widzenia (Polônia)
Soha ne búcsúzz (Hungria)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Comédia
Direção: James V. Kern
Roteiro: I.A.L. Diamond, James V. Kern
Produção: William Jacobs
Música Original: Friedrich Hollaender
Direção Musical: Leo F. Forbstein
Fotografia: Arthur Edeson
Edição: Folmar Blangsted
Direção de Arte: Anton Grot
Guarda-Roupa: Leah Rhodes
Maquiagem: Perc Westmore
Efeitos Sonoros: Stanley Jones
Efeitos Especiais: William C. McGann, Willard Van Enger
Nota: 8.1
Filme Assistido em: 1994

Elenco

Errol Flynn Phil Gayley
Eleanor Parker Ellen Gayley
Lucile Watson Sra. Hamilton
S.Z. Sakall Luigi
Forrest Tucker Cabo Fenwick 'Wickie' Lonkowski
Donald Woods Rex DeVallon
Peggy Knudsen Nancy Graham
Tom D'Andrea Jack Gordon
Hattie McDaniel Cozy
Patti Brady Phillippa 'Flip' Gayley
Monte Blue Policial
Eugene Borden Garçom
Charles Coleman Withers
Paula Drew Barbara
Charles Evans Tenente da Polícia
Roy Gordon Detetive
Fred Kelsey Policial
Tom Tyler Policial
Brick Sullivan Policial
Jane Harker Mary Scott
Sam McDaniel Porter
Helen Pender Louise
Arthur Shields McCarthy
Ralph Sanford Motorista de táxi

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

O casal divorciado Phil e Ellen Gayley, de Nova York, compra um casaco de inverno para sua filha de oito anos, Phillippa, mais conhecida por “Flip”. A garotinha passou os últimos seis meses em companhia do pai, mas está prestes a passar a morar com a mãe.

Phil pede à Ellen para jantar, numa tentativa de reconciliação. Por outro lado, ao vê-lo, a modelo Nancy Graham assume que ele se encontra ali para vê-la. Phil tenta conciliar as duas mulheres, mas Ellen fala com ele e vai embora.

Na véspera de Natal, Phil se veste como Papai Noel, a fim de entrar furtivamente no apartamento de Ellen e ver sua filha. Ellen acredita que se trata de Rex DeVallon, seu advogado, que havia concordado em se passar por Papai Noel. Quando o verdadeiro DeVallon chega ao apartamento, Phil o tranca no banheiro e uma luta tem início. Ao descobrir o que está ocorrendo, Ellen insiste para que Phil se mantenha longe de Phillippa pelos próximos seis meses.

Phil consegue convencer Ellen e “Flip” a ficarem juntos em uma cabana rural em Connecticut, de propriedade de seu amigo, Jack Gordon. No entanto, Jack chega com sua namorada Nancy, arruinando os planos de Phil.

“Flip”, que, com a ajuda de sua babá, havia enviado uma carta para o cabo Fenwick Lonkowski, um fuzileiro naval, na qual anexara uma foto de sua mãe como sendo dela, vê quando ele chega e se dirige à Ellen, acreditando tratar-se de “Flip”. Ao descobrir o que está ocorrendo, Ellen decide flertar com o militar como forma de se vingar de Phil.

No entanto, este explica ao fuzileiro naval que a carta foi escrita por sua filha e, após descobrir que a intenção da garota era a de ver seus pais novamente juntos, Fenwick decide ajudá-la. Assim, ele a leva até a casa de Luigi, de onde “Flip” se recusa a sair a não ser que seus pais façam as pazes. Ellen, finalmente, concorda em voltar a morar com Phil.

imagem

Comentários

Realizada pelo cineasta nova-iorquino James V. Kern, que também participou da confecção do roteiro, “Nunca Me Digas Adeus” é uma boa comédia americana de meados dos anos 1940. Sua trama gira em torno de uma garota de oito anos de idade que faz de tudo para que seus pais, divorciados, voltem a viver juntos.

Na direção, Kern realiza um bom trabalho, ao manter um bom ritmo ao longo de toda a trama, no que é ajudado por um bom elenco de apoio, o incrível charme de Errol Flynn e o encanto de Eleanor Parker.

Enfim, Nunca Me Digas Adeus” é uma interessante comédia que merece ser vista por todos.

CAA