Filmes por gênero

AS VIRGENS SUICIDAS (1999)

The virgin suicides
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Las vírgenes suicidas (Espanha)
Virgin Suicides (França)
Das geheimnis ihres todes (Alemanha)
Il giardino delle vergini suicide (Itália)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Drama
Direção: Sofia Coppola
Roteiro: Sofia Coppola
Produção: Dan Halsted, Francis Ford Coppola, Julie Costanzo
Design Produção: Jasna Stefanovic
Música Original: Jean-Benoît Dunckel, Nicolas Godin
Coreografia: Linda Callow
Fotografia: Edward Lachman
Edição: James Lyons, Melissa Kent
Direção de Arte: Jon Goulding
Figurino: Nancy Steiner
Guarda-Roupa: Judith England, Kim Forrest, Jennifer Dozier
Maquiagem: Kathleen Graham, Roz Music, Lisa Brown
Efeitos Sonoros: Ethan Derner, Galen Walker, Richard Beggs e outros
Efeitos Especiais: Jordan Craig, John LaForet
Efeitos Visuais: Dennis Dorney
Nota: 8.3
Filme Assistido em: 2000

Elenco

James Woods Sr. Lisbon
Kathleen Turner Sra. Lisbon
Kirsten Dunst Lux Lisbon
Josh Hartnett Trip Fontaine
Michael Paré Trip Fontaine, adulto
Scott Glenn Padre Moody
Danny DeVito Dr. Horniker
A. J. Cook Mary Lisbon
Hanna R. Hall Cecilia Lisbon
Leslie Hayman Therese Lisbon
Lee Kagan David Barker
Chelse Swain Bonnie Lisbon
Robert Schwartzman Paul Baldino
Noah Shebib Parkie Denton
Jonathan Tucker Tim Weiner
Peter Snider Sr. Fontaine
Gary Brennan Donald
Kristin Fairlie Amy Schraff
Tim Hall Kurt Siles
Marilyn Smith Sra. Woodhouse
Marianne Moroney Professora

Prêmios

Prêmios da MTV, Estados Unidos

Prêmio de Melhor Cineasta (Sofia Coppola)

Prêmios Young Hollywood, Los Angeles, California, USA

Prêmio de Melhor Direção (Sofia Coppola)

Indicações

Prêmios Brit, Londres, Inglaterra. UK

Prêmio Brit de Melhor Trilha Sonora

Associação dos Críticos de Cinema de Chicago

Prêmio de Melhor Trilha Sonora Original (Jean-Benoît Dunckel, Nicolas Godin)

Prêmios Chlotrudis - Massachusetts, USA

Prêmio Chlotrudis de Melhor Roteiro Adaptado (Sofia Coppola)

Prêmios Empire, Reino Unido

Prêmio Empire de Melhor Debutante (Sofia Coppola)

Sociedade dos Críticos de Cinema de Las Vegas

Prêmio Sierra de Melhor Direção (Sofia Coppola)

Prêmio Sierra de Melhor Roteiro Adaptado (Sofia Coppola)

Prêmio Sierra de Melhor Fotografia (Edward Lachman)

Prêmio Sierra de Melhor Ator Coadjuvante (James Woods)

Prêmios YoungStar, Estados Unidos

Prêmio YoungStar de Melhor Atriz Jovem em um Drama (Kirsten Dunst)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Durante a década de 70, os Lisbons formam uma família saudável e próspera que vive num bairro de classe média de Michigan.  O Sr. Lisbon é um professor de matemática e sua esposa é uma rigorosa religiosa, mãe de cinco belas adolescentes, que atraem a atenção dos rapazes da região.

Certo dia, a caçula das cinco irmãs tenta o suicídio ao cortar os pulsos no banheiro e é salva por conta do voyeurismo de um dos garotos da vizinhança.  Ao ser questionada em suas razões pelo terapeuta, ela responde que nenhum homem jamais saberá o que é ser uma mulher aos treze anos.

As meninas jamais haviam saído com rapazes, mesmo as mais velhas.  Por recomendação do terapeuta da caçula, a família resolve fazer uma festinha em casa, que culmina com uma nova tentativa de suicídio da garota, desta vez bem sucedida.

Após a tragédia, a família vai aos poucos voltando à normalidade.  O gostosão da escola, Trip Fontaine, acostumado a ser bajulado por todas as mulheres, tem os brios feridos ao ser ignorado pela linda Lux Lisbon.  Decidido a conquistá-la, ele usa todo o seu charme com a família, e consegue levar Lux para o baile do colégio.  Para isso, reune mais três colegas para acompanharem as outras irmãs.

Entretanto, no melhor estilo cafajeste, Trip seduz Lux e a abandona em plena festa.  Tal fato desencadeia a fúria da colérica mamãe Lisbon.  Transformando a casa numa prisão, ela chega até a  proibir que suas filhas frequentem a escola, obrigando Lux a destruir todos os discos de rock e acelerando o processo de auto-destruição da família.

Mas a proibição apenas atiça ainda mais as garotas a arranjarem meios de burlar as rígidas regras de sua mãe.  Lux transforma-se radicalmente.  De menininha inocente, transforma-se na vadia do bairro, transando até em cima do telhado.  A desestruturação das garotas culmina com a morte coletiva de todas.  Os pais afirmam não ter ideia dos motivos que as levaram a essa tragédia e acreditam piamente que não tiveram nenhuma culpa no episódio.

imagem

Comentários

Baseado no livro de Jeffrey Eugenides, "As Virgens Suicidas" é um ótimo filme.  Realizado por  Sofia Coppola, que também assina o roteiro, o filme é por ela muito bem conduzido, o que faz com bastante sensibilidade.

"As Virgens Suicidas" conta a história trágica de cinco irmãs, adolescentes, e como elas afetaram a vida de um grupo de garotos, também adolescentes.  O filme mostra ainda a influência da opressão exercida pelos pais sobre as garotas.

Além do talento mostrado por Sofia Coppola, o filme apresenta uma bela trilha sonora, uma fotografia esmerada, um primoroso figurino e interpretações inesquecíveis de Kathleen Turner, James Woods, Kirsten Dunst, Danny DeVito, entre outros.

Enfim, "As Virgens Suicidas" é um filme que consegue envolver o espectador desde o seu início.

CAA