Filmes por gênero

AS FILHAS DE MARVIN (1996)

Marvin's room
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Duas Irmãs (Portugal)
Simples secrets (França)
La stanza di Marvin (Itália)
La habitación de Marvin (Espanha)
La sangre que nos une (México)
Reencuentro (Argentina, Uruguai)
Pokój Marvina (Polônia)
Marvins döttrar (Suécia)
Комната Марвина (Rússia)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Drama
Direção: Jerry Zaks
Roteiro: Scott McPherson
Produção: Robert De Niro, Jane Rosenthal, Scott Rudin
Design Produção: David Gropman
Música Original: Rachel Portman, Carly Simon
Fotografia: Piotr Sobocinski
Edição: Jim Clark
Direção de Arte: Peter Rogness
Figurino: Julie Weiss
Guarda-Roupa: Patricia Eiben, Timothy Alberts, Debra Tennenbaum
Maquiagem: Ilona Herman, Allen Weisinger, Marilyn Carbone, J. Roy Helland
Efeitos Sonoros: Wendy Hedin, George Lara, Steven Simons, Angela Organ e outros
Efeitos Visuais: Don Canfield
Nota: 8.1
Filme Assistido em: 1999

Elenco

Robert De Niro Dr. Wally
Meryl Streep Lee
Dan Hedaya Bob
Hume Cronyn Marvin
Margo Martindale Dra. Charlotte
Lizbeth MacKay Noviça
Gwen Verdon Ruth
Cynthia Nixon Diretora de Aposentadoria
Diane Keaton Bessie
Joe Lisi Bruno
Leonardo DiCaprio Hank
Hal Scardino Charlie
John Callahan Lance
Olga Merediz Senhora do Salão de Beleza
Bitty Schram Janine
Helen Stenborg Freira ao Telefone
Sally Parrish Freira
Andrea Leigh Patricia

Prêmios

Festival Internacional de Cinema de Moscou, Rússia

Prêmio São George de Ouro (Jerry Zaks)

Prêmios Chlotrudis - Massachusetts, USA

Prêmio Chlotrudis de Melhor Ator Coadjuvante (Leonardo DiCaprio)

Prêmios Christopher, Nova York, Estados Unidos

Prêmio Christopher de Melhor Produção (Scott Rudin, Robert De Niro, Jerry Zaks e outros)

National Board of Review, USA

Reconhecimento Especial de sua excelente qualidade

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Atriz (Diane Keaton)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Atriz em um Drama (Meryl Streep)

Screen Actors Guild Awards, Los Angeles, California, USA

Melhor Performance de uma Atriz (Diane Keaton)

Melhor Performance de uma Atriz Coadjuvante (Gwen Verdon)

Prêmio de Melhor Performance de um Elenco (Meryl Streep, Leonardo DiCaprio, Diane Keaton e outros)

Prêmios Blockbuster, Los Angeles, Califórnia, EUA

Prêmio Blockbuster de Atriz Favorita - Drama (Meryl Streep)

Prêmios Camerimage, Lodz, Polônia

Prêmio Golden Frog (Piotr Sobocinski)

Prêmios Chlotrudis - Massachusetts, USA

Prêmio Chlotrudis de Melhor Filme

Prêmio Chlotrudis de Melhor Direção (Jerry Zaks)

Prêmio Chlotrudis de Melhor Atriz Coadjuvante (Meryl Streep)

Prêmios da Broadcast Film Critics Association, USA

Prêmio de Melhor Atriz (Diane Keaton)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Bessie é uma solteirona que mora na Flórida onde cuida do pai e da tia Ruth, ambos idosos e doentes.  Sentido-se fraca, ela acredita estar com algum tipo de carência vitamínica.  Decide, então, marcar uma consulta com seu médico, Dr. Wally, para que ele a examine e prescreva as vitaminas adequadas.

Após se submeter aos exames julgados necessários, para sua surpresa e grande preocupação, seu médico diagnostica a presença de um tipo de câncer, leucemia.  A possibilidade de cura, anunciada pelo Dr. Wally, vem por meio de um transplante de medula.

Na busca de um doador, Bessie pega o telefone e decide procurar sua irmã Lee, que mora em Ohio e a quem não vê há vinte anos.  Lee abandonara a família por se negar a cuidar do pai doente.  Cabeleireira, pobre, não conseguiu ter uma vida boa.  Teve que criar seus dois filhos sozinha.  Um deles, Hank, só lhe cria problemas.  Por ter ateado fogo à casa, foi parar numa instituição de apoio a adolescentes problemáticos, da qual recebe temporariamente alta para poder acompanhar a mãe no seu reencontro com a família.

Uma vez lá, Bessie consegue desenvolver um bom relacionamento com o sobrinho problemático.  Por outro lado, ela e a irmã Lee têm, inevitavelmente, muita roupa suja para lavar, mas ficam visíveis as insuspeitadas manifestações de ternura reprimida entre elas.

imagem

Comentários

Em "As Filhas de Marvin", predomina o diálogo, talvez pelo fato do filme ser uma adaptação de uma peça teatral.  Assim, é através do diálogo que o roteirista Scott McPherson e o diretor Jerry Zaks exploram as complexas relações familiares, especialmente aquelas entre as duas irmãs Lee e  Bessie, bem como, o relacionamento de Hank com o mundo em geral.

Tudo isso é enfatizado pela habilidade natural que essas duas grandes atrizes, Meryl Streep e Diane Keaton, possuem e que crescem quando as duas estão juntas em cena.  O jovem ator Leonardo DiCaprio também se sai muito bem como o adolescente problemático.

CAA