Filmes por gênero

OS ÚLTIMOS PASSOS DE UM HOMEM (1995)

Dead man walking
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: A última caminhada (Portugal)
La dernière marche (França, Canadá)
Dead Man Walking - condannato a morte (Itália)
Pena de muerte (México, Espanha)
Mientras estés conmigo (Argentina)
Dead Man Walking - Sein letzter Gang (Alemanha)
Przed egzekucja (Polônia)
Мертвец идет (Rússia)
Pais: Reino Unido, Estados Unidos
Gênero: Drama, Crime
Direção: Tim Robbins
Roteiro: Tim Robbins
Produção: Jon Kilik, Tim Robbins, Rudd Simmons
Design Produção: Richard Hoover
Música Original: David Robbins
Direção Musical: David Robbins, Gil Robbins
Fotografia: Roger Deakins
Edição: Lisa Zeno Churgin, Ray Hubley
Direção de Arte: Tom Warren
Figurino: Renée Ehrlich Kalfus
Guarda-Roupa: Peter White, Hartsell Taylor, Bonney Langfitt
Maquiagem: Michal Bigger, Ma Kalaadevi Ananda
Efeitos Sonoros: Scott Dior, Joel Holland, Bob Olari e outros
Nota: 8.4
Filme Assistido em: 1997

Elenco

Susan Sarandon Irmã Helen Prejean
Sean Penn Matthew Poncelet
Robert Prosky Hilton Barber
Raymond J. Barry Earl Delacroix
R. Lee Ermey Clyde Percy
Celia Weston Mary Beth Percy
Lois Smith Mãe de Helen
Scott Wilson Capelão Farlely
Roberta Maxwell Lucille Poncelet
Margo Martindale Irmã Colleen
Barton Heyman Capitão Beliveau
Steve Boles Sargento Neal Trapp
Ray Aranha Luis Montoya
Gil Robbins Bispo Norwich
Kevin Cooney Governador Benedict
Adele Robbins Enfermeira da Prisão
Michael Cullen Carl Vitello
Peter Sarsgaard Walter Delacroix
Jenny Krochmal Emily Percy
Jack Black Craig Poncelet
Jon Abrahams Sonny Poncelet
Arthur Bridgers Troy Poncelet
Steve Carlisle Irmão de Helen
Helen Hester Irmã de Helen
Joanna Doherty Freira
Dennis F. Neal Henry
Molly Bryant Nellie
Pamela Garmon Mirabeau
Adrian Colon Reporter
Sally Ann Roberts Reporter
John Hurlbutt Reporter

Prêmios

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Atriz (Susan Sarandon)

Festival Internacional de Berlim, Alemanha

Prêmio Urso de Prata de Melhor Ator (Sean Penn)

Prêmio do Sindicato dos Cinemas de Arte (Tim Robbins)

Prêmio do Júri Ecumênico (Tim Robbins)

Prêmio do Júri dos Leitores do "Berliner Morgenpost" (Tim Robbins)

Prêmios David di Donatello, Itália

David de Melhor Atriz Estrangeira (Susan Sarandon)

Prêmios Blockbuster, Los Angeles, Califórnia, EUA

Prêmio Blockbuster de Atriz Favorita - Drama (Susan Sarandon)

Prêmios Chlotrudis - Massachusetts, USA

Prêmio Chlotrudis de Melhor Filme

Prêmio Chlotrudis de Melhor Ator (Sean Penn)

Prêmio Chlotrudis de Melhor Atriz (Susan Sarandon)

Festival de Cinema de Heartland, Indianápolis, Indiana, USA

Prêmio Studio Crystal Heart Award

Prêmios Humanitas, Estados Unidos

Prêmio Humanitas de Melhor Longa-Metragem (Tim Robbins)

Prêmios Independent Spirit, California, Estados Unidos

Prêmio Independent Spirit de Melhor Ator (Sean Penn)

Círculo dos Críticos de Cinema de Kansas City, USA

Prêmio de Melhor Atriz (Susan Sarandon)

Festival Internacional do Cinema de Palm Springs, California

Prêmio de Melhor Direção (Tim Robbins)

Sociedade dos Filmes Políticos, Estados Unidos

Prêmio Exposé

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Direção (Tim Robbins)

Oscar de Melhor Canção Original (Bruce Springsteen)

Oscar de Melhor Ator (Sean Penn)

Festival Internacional de Berlim, Alemanha

Prêmio Urso de Ouro (Tim Robbins)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Roteiro (Tim Robbins)

Prêmio de Melhor Atriz em um Drama (Susan Sarandon)

Prêmio de Melhor Ator em um Drama (Sean Penn)

Instituto Australiano de Cinema

Prêmio de Melhor Filme Estrangeiro (Tim Robbins, Jon Kilik, Rudd Simmons)

Associação dos Críticos de Cinema de Chicago

Prêmio de Melhor Ator (Sean Penn)

Prêmios Independent Spirit, California, Estados Unidos

Prêmio Independent Spirit de Melhor Atriz Coadjuvante (Celia Weston)

Prêmios da MTV, Estados Unidos

Prêmio de Melhor Atriz (Susan Sarandon)

Sociedade Nacional dos Críticos de Cinema dos Estados Unidos

Prêmio de Melhor Ator (Sean Penn)

Sociedade dos Filmes Políticos, Estados Unidos

Prêmio Direitos Humanos

Prêmios Sant Jordi de Barcelona

Prêmio de Melhor Atriz Estrangeira (Susan Sarandon)

Prêmio de Melhor Ator Estrangeiro (Sean Penn)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

A Irmã Helen Prejean é uma freira que trabalha com crianças internas, na Louisiana.  Um dia, recebe uma carta de um prisioneiro do Corredor da Morte, na Penitenciária Angola, através da qual é convidada para se corresponder com ele.  Ela atende ao convite mas, pouco tempo depois, ele manifesta o desejo de conhecê-la pessoalmente.  Ela concorda e vai até a Penitenciária.

Lá, conhece seu correspondente, Matthew Poncelet, acusado de ter estuprado uma jovem, que se achava numa floresta com seu namorado, e de matar o casal em seguida.  Matthew diz não ter nada com os crimes, culpando um amigo, Vitello, que se encontrava na ocasião bêbado e drogado. Ele pede sua ajuda para que seja feita uma apelação, à Corte, do seu caso.  Assim, com a ajuda do Dr. Hilton Barber, ela tenta evitar sua execução.

Ao mesmo tempo, visita os pais das vítimas, os Percy e os Delacroix.  Através deles, pode melhor imaginar os bárbaros crimes cometidos por Matthew e Vitello, bem como, compreender o sentimento de revolta das duas famílias.  Por outro lado, acredita que pode ajudar Matthew a se redimir pois, como cristã, sabe que todos têm direito ao amor e à misericórdia de Deus.

Em primeira instância, a Comissão de Suspensão nega o pedido de clemência e confirma a execução para a semana seguinte, restando à defesa recorrer ao Governador do Estado e, em última instância, à Corte Federal.

Enquanto isso, ela continua seu trabalho junto a Matthew, enfatizando que sua missão ali é a de fazer com que, no caso dele vir a ser executado, que o seja com dignidade.  Ele passa a ler trechos da Bíblia e, quando todos os recursos são esgotados, confessa à Irmã que efetivamente foi responsável pelos crimes dos quais é acusado, bem como, se mostra arrependido dos mesmos.

A Irmã Helen permanece ao seu lado até o fim.

imagem

Comentários

Baseado num livro de não-ficção, escrito pela Irmã Helen Prejean, "Os Últimos Passos de um Homem" é um excelente filme que trata do comovente relacionamento entre uma freira e um homem condenado à morte.

Escrito e dirigido pelo cineasta Tim Robbins, que ainda participa da produção e da trilha sonora, o filme coloca questões como a natureza do mal e o poder da redenção e, assim, faz o espectador parar para pensar em temas controversos como a pena de morte.  O que torna o filme brilhante é o fato de Robbins capturar de forma inteligente os dois lados de um tema tão complexo.

Além de bem escrita e dirigido, o filme tem nas atuações de Susan Sarandon e Sean Penn um de seus pontos mais altos.  Ela ganhou, merecidamente, o Oscar de Melhor Atriz, enquanto ele chegou a ser indicado ao Oscar pelo seu trabalho.
 

CAA