Filmes por gênero

O SÉTIMO CÉU (1997)

Le septième ciel

Ficha Técnica

Pais: França
Gênero: Drama
Direção: Benoît Jacquot
Roteiro: Benoît Jacquot, Jérôme Beaujour
Produção: Philippe Carcassonne, Georges Benayoun
Design Produção: Arnaud de Moleron
Fotografia: Romain Winding
Edição: Pascale Chavance
Figurino: Caroline de Vivaise
Efeitos Especiais: Benoît Lestang
Nota: 6.9
Filme Assistido em: 1999

Elenco

Geoffrey Bateman
Florence Loiret Chloé
Eriq Ebouaney
François Berléand O médico
Anne Fassio
Sandrine Kiberlain Mathilde
Vincent Lindon Nico
Francine Bergé A mãe de Mathilde
Pierre Cassignard Etienne
Philippe Magnan O prático
Léo Le Bevillon Arthur
Sylvie Loeillet Assistente de Nico
Pascale Mariani
Louis Lindon
Jean-Claude Barban
Marc Rioufol
Pascal Daubias

Sinopse

Mathilde é uma mulher que, aparentemente, tem tudo para ser feliz:  um bom marido, um filho que é uma gracinha e renda de uma parisiense de classe média alta.  Seus problemas acham-se na área sexual e no fato de ser cleptomaníaca, tendo o hábito de roubar brinquedos em lojas.  

Esses problemas a deixam deprimida, fato agravado com sua decisão de largar o emprego no escritório de advocacia herdado do pai.  Um dia, ela começa a desmaiar sem causa aparente.  Por outro lado, é presa por seguranças, passando por um forte constrangimento.  É quando conhece um médico psiquiatra que se propõe a fazer uma série de sessões de hipnose com ela.  Ela aceita o tratamento e começa a rever seus traumas que a impedem , entre outras coisas, de chegar a um orgasmo.

Liberados os fantasmas que a perturbavam, surge uma nova mulher.  Seu marido, Nico, estranha a súbita mudança de comportamento de sua obediente esposa.  Ele, que mantém um relacionamento com sua assistente, no trabalho, e acostumado a tratar Mathilde como se fosse uma criança, assume uma dimensão de instabilidade, tanto na vida amorosa quanto na profissional.  O casal perfeito revela-se uma farsa, uma ficção.

Comentários

"O Sétimo Céu" é um filme francês bastante agradável, repleto de charmes: o charme de sua atriz, Sandrine Kiberlain, uma das melhores atrizes de sua geração, indicada ao César de melhor Atriz; o charme de sua história, através da qual vemos a mulher à procura de seu prazer; e finalmente, o charme de sua forma.

Jacquot, usando recursos da psicologia, procura desnudar os falsos valores da burguesia, principalmente quando os casais não têm suas cabeças trabalhando num mesmo nível emocional e psicológico.

CAA