Filmes por gênero

INVASÃO DE PRIVACIDADE (1993)

Sliver
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Violação de privacidade (Portugal)
Acosada (Espanha)
Sliver - Invasión a la privacidad (Argentina)
Sliver: Una invasión a la intimidad (México)
Sliver - Gier der Augen (Alemanha)
Taivaansilpoja (Finlândia)
Isečak (Sérvia)
Щепка (Rússia)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Suspense, Drama
Direção: Phillip Noyce
Roteiro: Joe Eszterhas
Produção: Robert Evans, Laura Viederman
Design Produção: Paul Sylbert
Música Original: Howard Shore
Direção Musical: Timothy R. Sexton, Howard Shore
Fotografia: Vilmos Zsigmond
Edição: Richard Francis-Bruce, William Hoy
Direção de Arte: Peter Landsdown Smith
Figurino: Deborah Lynn Scott
Guarda-Roupa: Carlane Passman, George L. Little, Don Vargas e outros
Maquiagem: Lydia Milars, Tricia Sawyer, Sharon Ilson, Kymbra Callaghan
Efeitos Sonoros: Richard Franklin, Tom Nelson, Tim Chau, Rick Kline e outros
Efeitos Especiais: Darrell Pritchett, Gene Grigg, John Ottesen, Ken Clark
Efeitos Visuais: Christopher Duddy
Nota: 4.9
Filme Assistido em: 1994

Elenco

Sharon Stone Carly Norris
William Baldwin Zeke Hawkins
Tom Berenger Jack Landsford
Polly Walker Vida Warren
Colleen Camp Judy Marks
Amanda Foreman Samantha Moore
Nina Foch Evelyn McEvoy
Martin Landau Alex Parsons
CCH Pounder Tenente Victoria Hendrix
Keene Curtis Gus Hale
Nicholas Pryor Peter Farrell
Anne Betancourt Jackie Kinsella
Tony Peck Martin Kinsella
Melvyn Kinder Dr. Palme
Allison Mackie Naomi Singer
José Rey Detetive Corelli
Jim Beaver Detetive Ira
Sid McCoy Sr. Anderson
Matthew Faison Sr. Ballinger
Robin Groves Sra. Ballinger
Marnette Patterson Joanie Ballinger
Sandy Gutman Ted Weisberger
Victor Brandt Detetive McCracken
Ryan Cutrona Detetive Ennis
Robert Miano Detetive Howard
Steve Eastin Detetive Phillip
Christine Toy Johnson Repórter
Philip Hoffman Repórter
Nicole Orth-Pallavicini Repórter

Prêmios

Prêmios da MTV, Estados Unidos

Prêmio de Ator mais Desejável (William Baldwin)

Indicações

Prêmios da MTV, Estados Unidos

Prêmio de Melhor Canção de um FIlme (I Can't Help Falling In Love)

Prêmio da Atriz mais Desejável (Sharon Stone)

Prêmios Razzie, Los Angeles, California, Estados Unidos

Prêmio Razzie de Pior Filme (Robert Evans)

Prêmio Razzie de Pior Ator (William Baldwin)

Prêmio Razzie de Pior Atriz (Sharon Stone)

Prêmio Razzie de Pior Ator Coadjuvante (Tom Berenger)

Prêmio Razzie de Pior Atriz Coadjuvante (Colleen Camp)

Prêmio Razzie de Pior Direção (Phillip Noyce)

Prêmio Razzie de Pior Roteiro (Joe Eszterhas)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Carly Norris é uma bela editora de livros de Nova York. Ao se mudar para um novo apartamento, localizado no elegante Edifício Sliver, ela conhece dois de seus novos vizinhos: o escritor de romances de suspense, Jack Lansford, e o simpático proprietário do edifício, Zeke Hawkins.

Dias depois, ela toma conhecimento de que várias mulheres do edifício foram assassinadas e que a polícia suspeita que um dos moradores seja um perigoso serial killer.

Sentindo-se atraída pelo proprietário, Carly inicia uma tórrida relação com o mesmo, sem ao menos desconfiar de que ele mantém o inteiro controle de tudo o que se passa em cada apartamento através de uma série de câmeras por ele instaladas em todo o edifício.

Algumas semanas depois, entretanto, algo lhe chama a atenção de que Zeke pode ser o procurado psicótico e perigoso serial killer, e que ela poderá vir a ser sua próxima vítima.

imagem

Comentários

Baseado num romance de Ira Levin, “Invasão de Privacidade” não é um bom filme. Realizado pelo cineasta australiano, Phillip Noyce, a partir de um roteiro escrito por Joe Eszterhas, sua trama tenta mostrar o perigoso resultado decorrente de um obsessivo voyeurismo.

Procurar algo que mereça ser destacado nesse filme é realmente uma tarefa difícil. O roteiro, mal elaborado, merecia ser reescrito. Suas inconsistências foram agravadas por um fraco trabalho de edição e pela direção de Levin cheia de altos e baixos.

No elenco, todos os três principais atores, William Baldwin, Sharon Stone e Tom Berenger, apresentam atuações bem aquém daquelas que estamos acostumados a ver.

CAA