Filmes por gênero

FUGINDO DO INFERNO (1963)

The Great Escape
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: A grande evasão (Portugal)
La grande évasion (França)
La grande fuga (Itália)
Gesprengte Ketten (Alemanha)
El gran escape (Argentina, México, Peru)
La gran evasión (Espanha)
Den stora flykten (Suécia)
Den store flugt (Dinamarca)
Большой побег (União Soviética)
Pais: Estados Unidos
Gênero: 2ª Guerra Mundial, Histórico
Direção: John Sturges
Roteiro: James Clavell, W.R. Burnett
Produção: John Sturges
Música Original: Elmer Bernstein
Fotografia: Daniel L. Fapp
Edição: Ferris Webster
Direção de Arte: Fernando Carrere
Guarda-Roupa: Bert Henrikson
Maquiagem: Emile LaVigne
Efeitos Sonoros: Wayne Fury
Efeitos Especiais: A. Paul Pollard
Nota: 8.5
Filme Assistido em: 1964

Elenco

Steve McQueen Capitão Virgil Hilts
James Garner Tenente Bob Hendley
Richard Attenborough Líder de Esquadrão Roger Bartlett / Big X
James Donald Chefe de Grupo Ramsey
Charles Bronson Tenente Danny Velinski
Donald Pleasence Tenente Colin Blythe
James Coburn Oficial-aviador Louis Sedwick
Hannes Messemer Coronel von Luger
David McCallum Tenente Eric Ashley-Pitt
Gordon Jackson Tenente Andy "Mac" MacDonald
John Leyton Tenente William "Willie" Dickes
Angus Lennie Oficial-aviador Archibald "Archie" Ives
Nigel Stock Tenente Denis Cavendish
Robert Graf Werner 'The Ferret'
Jud Taylor Tenente Goff
Hans Reiser Herr Kuhn, da Gestapo
Harry Riebauer Stratwitch
William Russell Tenente Sorren
Robert Freitag Capitão Posen, assistente de Von Luger
Ulrich Beiger Preissen, da Gestapo
George Mikell SS-Tenente Dietrich
Lawrence Montaigne Oficial-aviador Haynes
Robert Desmond Griffith "Griff"
Tom Adams Tenente "Dai" Nimmo
Heinz Weiss Kramer
Til Kiwe Frick

Prêmios

Festival Internacional de Cinema de Moscou, Rússia

Prêmio de Melhor Ator (Steve McQueen)

National Board of Review, USA

Prêmio NBR dos 10 Melhores Filmes

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Edição (Ferris Webster)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Filme - Drama

Festival Internacional de Cinema de Moscou, Rússia

Grand Prix (John Sturges)

Prêmios Laurel, USA

Prêmio Laurel de Ouro de Melhor Ator em um Filme de Ação (James Garner)

Prêmio Laurel de Ouro de Melhor Ator em um Filme de Ação (Steve McQueen)

Prêmio Laurel de Ouro de Melhor Drama

Grêmio dos Roteiristas da América

Prêmio de Melhor Roteiro de um Drama Americano (James Clavell, W.R. Burnett )

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Os mais perigosos prisioneiros de guerra aliados são levados a um novo campo de prisioneiros de segurança máxima. O Chefe de Grupo Ramsey é o interlocutor dos prisioneiros com o comandante do campo, Coronel von Luger. Muitos deles contavam com várias fugas e recapturas.

Sob a liderança do Líder de Esquadrão Roger Bartlett, conhecido por "Big X", eles planejam escapar construindo, não um, mas três túneis, chamados de “Tom”, “Dick” e “Harry”, para no caso de um ser descoberto, migrarem para outro. O túnel deverá propiciar a fuga sem precedentes de 250 homens. Para sua construção, são designados o tenente "Willie" Dickes, o Tenente Danny Velinski, Griffith, o Tenente Colin Blythe, o Oficial-aviador Louis Sedwick, o Tenente Sorren, o Tenente MacDonald, o Tenente Nimmo, o Oficial-aviador Haynes e o Tenente Bob Hendley.

Enquanto isso, o capitão Virgil Hilts, um dos três americanos do campo, e o escocês “Archie” Ives tentam escapar sozinhos, mas são recapturados. Bartlett e MacDonald tentam convencê-los a se juntarem à empreitada do túnel, mas Hilts prefere tentar fugir novamente com Ives. Durante a comemoração do Dia da Independência dos Estados Unidos, organizada pelos três prisioneiros americanos, os alemães descobrem por acaso o quase finalizado túnel “Tom”. Em meio à consternação geral, Ives se atira deliberadamente na cerca onde é metralhado e morto. Hilts resolve se juntar aos esforços do restante dos prisioneiros e foge, mais uma vez, apenas para coletar dados dos arredores do Campo e se deixar capturar. Mais uma vez, é levado para a solitária, com sua luva e bola de beisebol.

“Harry” é finalmente concluído e assim que Hilts deixa a solitária, a fuga tem início. Imprevistos de última hora, como a percepção de que o túnel ficou alguns metros mais curto, não alcançando as árvores e a claustrofobia de Danny, não impedem a fuga de setenta e seis homens. No entanto, após uma intensa caçada, cinquenta fugitivos são mortos pela Gestapo e onze reconduzidos ao campo. Willie e Danny conseguem embarcar em um cargueiro sueco, enquanto Sedwick, com a ajuda da Resistência Francesa, atravessa a fronteira para a neutra Espanha.

imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta John Sturges, a partir de um roteiro escrito por James Clavell e W.R. Burnett, “Fugindo do Inferno” é um filme norte-americano produzido pela empresa The Mirisch Company em 1963. Sua trama, baseada num livro de Paul Brickhill, conta a história de um grupo de oficiais aliados, presos em um campo de prisioneiros alemão, durante a 2ª Guerra Mundial, e seus esforços para conseguirem realizar uma fuga em massa.

Na direção, Sturges realiza um excelente trabalho, marcado principalmente pelo ritmo por ele imposto à narrativa, no que é ajudado por um brilhante roteiro que deixa a plateia em constante suspense por quase três horas de projeção. Na área técnica, merece ainda destaque a ótima fotografia em Panavision, a cargo de Daniel L. Fapp.

No elenco, Steve McQueen brilha no papel do Capitão Virgil Hilts, seguido pelas ótimas atuações de James Garner, Richard Attenborough, Charles Bronson, James Coburn, David McCallum, Gordon Jackson e Donald Pleasance.

CAA