Filmes por gênero

NÃO SOMOS ANJOS (1989)

We're no angels
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Ninguém é santo (Portugal)
Nous ne sommes pas des anges (França, Canadá)
Non siamo angeli (Itália)
Nunca fuimos ángeles (Espanha)
No somos ángeles (Argentina, México, Peru)
Wir sind keine Engel (Alemanha)
Änglar på rymmen (Suécia)
Vi er ikke engle (Dinamarca)
Мы не ангелы (União Soviética)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Comédia, Crime
Direção: Neil Jordan
Roteiro: David Mamet
Produção: Art Linson
Design Produção: Wolf Kroeger
Música Original: George Fenton
Direção Musical: George Fenton
Fotografia: Philippe Rousselot
Edição: Mick Audsley, Joke van Wijk
Direção de Arte: Richard Harrison
Figurino: Theoni Aldredge
Guarda-Roupa: Lyn Kelly, Tish Monaghan, Thomas Pankiewich e outros
Maquiagem: Ilona Herman, Jo-Anne Smith-Ojeil
Efeitos Sonoros: Kant Pan, Dominic Lester, Anthony Giacinti, Gill Parry e outros
Efeitos Especiais: William H. Orr, Stewart Bradley, Jak Osmond, Steve Crawley
Efeitos Visuais: Antony Hunt
Nota: 6.9
Filme Assistido em: 1990

Elenco

Robert De Niro Ned
Sean Penn Jim
Demi Moore Molly
Hoyt Axton Padre Levesque
Jay Brazeau Xerife
Bruno Kirby Policial
James Russo Bobby
Wallace Shawn Tradutor
John C. Reilly Frade jovem
Ken Buhay Bispo Nogalich
Ray McAnally Guarda
Elizabeth Lawrence Sra. Blair
Bill Murdoch Auxiliar do Xerife
Jessica Jickels Rosie
Matthew Walker Blacksmith
David McLeod Transeunte
Richard Newman Transeunte
Antony Holland Médico
Sylvain Demers Padre canadense
Rick Poltaruk Frade gordo
Jack Ackroyd Guarda
James Kidnie Guarda

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Em 1935, Ned, Jim e Bobby, três condenados conseguem escapar de uma penitenciária americana próxima da fronteira com o Canadá.  Ned e Jim acreditam que, logo depois, Bobby foi morto, de modo que seguem sozinhos seu caminho.  Quando uma senhora os encontra numa estrada, ela lhes dá carona até a cidade, onde eles são confundidos com dois famosos padres, O'Reilly e Brown, que estão sendo ansiosamente aguardados no mosteiro local.  A idéia deles é aproveitar a procissão anual do Santuário para atravessarem a fronteira.

Assim, disfarçados, Ned e Jim se metem nas situações mais complicadas, desde fiéis querendo se confessar com 'Padre O'Reilly' a membros do mosteiro desejando ouvir 'Padre Brown' sobre seu novo livro.

Ned conhece Molly, uma jovem mãe de uma garotinha surda-muda.  Sem recursos, ela vende seu corpo a fim de conseguir algum dinheiro para tratar de sua filha.  Ao vê-la desesperada, ele lhe pede para que tenha fé no Santuário, a fim de poder ver sua filhinha curada.

O Diretor da Penitenciária, acompanhado do xerife, de policiais e de cães farejadores, vasculham a pequena cidade, onde distribuem várias fotografias dos condenados foragidos.

Pouco antes da tradicional procissão, Bobby reaparece, trazendo mais dificuldades para Ned e Jim.  Os policiais continuam sua caçada aos fugitivos.  Molly pede a Ned que leve sua filha consigo ao longo da procissão.  Quando esta atinge o meio da ponEm 1935, Ned, Jim e Bobby, três condenados conseguem escapar de uma penitenciária americana próxima da fronteira com o Canadá.  Ned e Jim acreditam que, logo depois, Bobby foi morto, de modo que seguem sozinhos seu caminho.  Quando uma senhora os encontra numa estrada, ela lhes dá carona até a cidade, onde eles são confundidos com dois famosos padres, O'Reilly e Brown, que estão sendo ansiosamente aguardados no mosteiro local.  A idéia deles é aproveitar a procissão anual do Santuário para atravessarem a fronteira.

Assim, disfarçados, Ned e Jim se metem nas situações mais complicadas, desde fiéis querendo se confessar com 'Padre O'Reilly' a membros do mosteiro desejando ouvir 'Padre Brown' sobre seu novo livro.

Ned conhece Molly, uma jovem mãe de uma garotinha surda-muda.  Sem recursos, ela vende seu corpo a fim de conseguir algum dinheiro para tratar de sua filha.  Ao vê-la desesperada, ele lhe pede para que tenha fé no Santuário, a fim de poder ver sua filhinha curada.

O Diretor da Penitenciária, acompanhado do xerife, de policiais e de cães farejadores, vasculham a pequena cidade, onde distribuem várias fotografias dos condenados foragidos.

Pouco antes da tradicional procissão, Bobby reaparece, trazendo mais dificuldades para Ned e Jim.  Os policiais continuam sua caçada aos fugitivos.  Molly pede a Ned que leve sua filha consigo ao longo da procissão.  Quando esta atinge o meio da pte, exatamente na divisa entre os Estados Unidos e o Canadá, Bobby toma a garotinha em seus braços e, com uma arma, ameaça a todos.  Na confusão que se forma, ele é ferido mortalmente, enquanto a garotinha e a imagem da santa que era transportada num andor, caem na cachoeira que passa por baixo da ponte.

Ato contínuo, Ned salta na água e consegue salvá-las.  Ao chegarem à margem do Rio, todos se espantam quando a garotinha, que era surda-muda, passa a falar.  Suas primeiras palavras são para dizer que Ned é um dos condenados, mas poucos a ouvem.  O episódio é tido como um milagre.  Ned e Jim são considerados convertidos e absolvidos pelos monges.  Jim decide entrar para a Ordem, enquanto Ned atravessa finalmente a ponte, em companhia de Molly e de sua pequena filha.

imagem

Comentários

"Não Somos Anjos" é a segunda adaptação para o cinema de uma peça de Albert Husson.  A primeira, realizada em 1955, teve Michael Curtiz na direção, Humphrey Bogart como um dos condenados e foi, na época, considerado um ótimo filme.  Esta nova adaptação, realizada pelo cineasta Neil Jordan, não chega a ser um bom filme.

Seu maior problema é o roteiro escrito por David Mamet, mal estruturado, cansativo e cheio de furos.  Um outro grande problema diz respeito à escolha dos personagens principais, uma vez que, Robert De Niro e Sean Penn, embora grandes atores, definitivamente não são comediantes.  Por outro lado, Demi Moore, mesmo não tendo um papel maior, mostra-se convincente.

Talvez o quesito que mereça um maior destaque, seja a excelente fotografia do francês Philippe Rousselot.
 

CAA