Filmes por gênero

A GLÓRIA DE AMAR (1949)

That Forsyte woman
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: La dynastie des Forsyte (França)
La saga dei Forsyte (Itália)
La dinastía de los Forsyte (Espanha)
Cumbres de soberbia (México, Uruguai, Argentina)
Das schicksal der Irene Forsyte (Alemanha)
Die Forsyte Saga (Austria)
Förmöget folk (Suécia)
Familien Forsyte (Dinamarca)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Drama, Romance
Direção: Compton Bennett
Roteiro: Jan Lustig, Ivan Tors, James B. Williams
Produção: Leon Gordon
Música Original: Bronislau Kaper
Fotografia: Joseph Ruttenberg
Edição: Fredrick Y. Smith
Direção de Arte: Cedric Gibbons, Daniel B. Cathcart
Figurino: Valles, Walter Plunkett
Guarda-Roupa: Joan Joseff
Maquiagem: Jack Dawn
Efeitos Sonoros: Douglas Shearer, Ralph A. Pender
Nota: 8.2
Filme Assistido em: 1980

Elenco

Errol Flynn Soames Forsyte
Greer Garson Irene Forsyte
Walter Pidgeon Jolyon Forsyte, jovem
Robert Young Philip Bosinney
Janet Leigh June Forsyte
Harry Davenport Jolyon Forsyte, idoso
Aubrey Mather James Forsyte
Gerald Oliver Smith Wilson
Lumsden Hare Roger Forsyte
Stanley Logan Swithin Forsyte
Halliwell Hobbes Nicholas Forsyte
Matt Moore Timothy Forsyte
Florence Auer Ann Forsyte Heyman
Phyllis Morris Julia Forsyte
Marjorie Eaton Hester Forsyte
Evelyn Beresford Sra. Taylor
Frank Baker Lord Dunstable
Leonard Carey Jones
Constance Cavendish Alice Forsyte
André Charlot Diretor de Galeria em Paris
Jimmy Hawkins Gerald
Leyland Hodgson Detetive
Jean Ransome Amelia, empregada
Wilson Wood Eric Forsyte
Nina Ross Louise
William Eddritt Garçom
Richard Lupino Chester Forsyte
Renée Mercer Martha
Gabrielle Windsor Jennie
Timmy Hawkins Freddie Winthrop
Isabel Randolph Sra. Winthrop
Reginald Sheffield Sr. McLean

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Figurino a cores (Walter Plunkett, Valles)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Em uma noite nublada de Londres em 1887, Irene Forsyte, esposa do rico Soames Forsyte, corre para um hospital, onde se encontra Philip Bosinney, que fora atropelado. Philip morre por causa dos ferimentos e Irene tenta confortar sua noiva, June Forsyte, que com raiva tenta culpar Irene por sua morte. June se recusa a ouvir a explicação de Irene, mas Jolyon Forsyte, primo de Soames e pai de June, entende sua tristeza e recorda a época, sete anos antes, quando Irene foi apresentada à sua família esnobe.
 
Na noite da comemoração dos oitenta anos do velho Jolyon Forsyte, seu sobrinho Soames anuncia que pretende se casar com Irene, uma professora de piano. Os Forsytes reagem com desgosto ao anúncio e evitam Irene, mas horas depois, ela encontra seu único aliado em Jolyon, um artista e a ovelha negra da família. Por outro lado, Irene logo percebe que seu relacionamento com Soames está condenado, mas quando ela tenta interromper o noivado, Soames se recusa a cumprir seus desejos e compra uma grande casa para eles.
 
Com o tempo, Irene se resigna a um casamento sem amor com Soames, e a família Forsyte acaba por aceitá-la. Irene também faz amizade com June, que a leva como acompanhante em seu encontro com seu novo namorado, Philip Bosinney, um jovem arquiteto.
 
Na época do 2º aniversário de casamento de Irene e Soames, Irene e Philip se apaixonam, e Soames torna-se cada vez mais torturado por seu casamento. Numa tentativa de melhorar seu relacionamento, ele compra uma propriedade rural e contrata Philip para projetar uma casa para eles. Enquanto isso, embora Irene tenha frustrado a tentativa de Philip de roubá-la de Soames, June logo suspeita que Philip esteja apaixonado por outra pessoa. Quando June diz à Irene que se matará se Philip for infiel, Irene convence Philip a não dizer à June que ele não está mais apaixonado por ela. Ele concorda, desde que ela vá encontrá-lo no estúdio.
 
Pouco antes do encontro planejado de Philip e Irene, June chega ao estúdio vazio e encontra um esboço de Irene com uma inscrição romântica de Philip. Devastada, June foge antes da chegada de Philip e Irene e, em seguida, se vinga enviando uma nota a Soames sobre o comportamento de sua esposa. Depois de tentar, mais uma vez, terminar seu caso com Philip, Irene volta para casa e enfrenta a ira de seu marido. Durante a briga, quando Irene confessa seu amor por Philip, Soames promete expulsar Philip da cidade e, depois, ataca sua esposa. Em seguida, ele pede que Philip vá até sua casa, mas Philip termina sendo atropelado e morto por uma carruagem em alta velocidade.
 
Algum tempo depois, Jolyon convida Irene para morar com ele em Paris. O tempo passa e quando Irene, agora casada com Jolyon, vê Soames tentando comprar um retrato dela numa Galeria, ela se compadece dele e convence Jolyon a permitir que o mesmo seja vendido a ele.

imagem

Comentários

Escrito e dirigido pelo cineasta britânico Michael Winner, "A Glória de Amar" é um filme produzido pela Metro-Goldwyn-Mayer em 1949. Sua trama, contada em flashback, envolve frustrações, arrogância, controle e paixão. Além do mais, embora apresente alguns personagens interessantes, sua segunda metade, mais fraca, impede que o filme seja um verdadeiro clássico acima da média.

Na direção, Compton Bennett realiza um trabalho apenas regular. Por outro lado, além de indicado ao Oscar de Melhor Figurino, o filme contou ainda com uma impressionante fotografia. No elenco, além da magnífica atuação de Errol Flynn, o filme conta ainda com as ótimas atuações de Greer Garson e Walter Pidgeon.

 

CAA