Filmes por gênero

GENGHIS KAHN (1965)

Genghis Khan
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: Genghis Khan, o conquistador (Portugal)
Gengis Kan, il conquistatore (Itália)
Dschingis Khan (Austria, Alemanha)
Djingis Khan (Suécia)
Ginghis Han (Romênia)
Czyngis-chan (Polônia)
Dzsingisz Kán (Hungria)
Djenghis Khan (Dinamarca)
Чингиз Хан (União Soviética)
Pais: Reino Unido, Alemanha, Iugoslávia, Estados Unidos
Gênero: Aventura, Drama, Histórico, Guerra
Direção: Henry Levin
Roteiro: Beverley Cross, Clarke Reynolds
Produção: Irving Allen
Design Produção: Zoran Zorcic
Música Original: Dusan Radic
Direção Musical: Muir Mathieson
Fotografia: Geoffrey Unsworth
Edição: Geoffrey Foot
Direção de Arte: Maurice Carter, Mile Nickolic, Heino Weidemann
Figurino: Cynthia Tingey
Guarda-Roupa: Ron Beck
Maquiagem: Neville Smallwood
Efeitos Sonoros: Gordon Daniel, George Stephenson, Hugh Strain
Efeitos Especiais: Bill Warrington, David Warrington
Efeitos Visuais: Gerald Larn
Nota: 7.4
Filme Assistido em: 1967

Elenco

Omar Sharif Genghis Khan / Temujin-Genghis Khan
Stephen Boyd Merugu Jamuga
James Mason Kam Ling
Eli Wallach Xá do Khwarezm
Françoise Dorléac Princesa Bortei
Telly Savalas Shan
Robert Morley Imperador da China
Michael Hordern Geen
Yvonne Mitchell Katke
Woody Strode Sengal
Kenneth Cope Subodai
Roger Croucher Kassar
Don Borisenko Jebai
Patrick Holt Kuchluk
Susanne Hsiao Chin Yu
George Savalas Toktoa
Carlo Cura Temujin, quando criança
Gustavo Rojo Altan
Edwina Carroll Concubina
Andreja Marcic Chagedai
Dominique Don Concubina
Sally Douglas Concubina
Nora Forster Concubina

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

O jovem príncipe Temujin testemunha a execução de seu pai, um chefe mongol, pelo líder Merugu Jamuga, que o obriga a usar um jugo de madeira e escraviza seu povo. Ao crescer, ele escapa para as montanhas acompanhado por Sengal, um negro mudo, e Geen, um homem sábio. Ele sequestra a noiva de Jamuga, a Princesa Bortei, que se torna sua devotada esposa, e seus irmãos se tornam seus tenentes enquanto ele reúne um exército para unir os Mongóis em guerra.

Recapturada por Jamuga, a princesa é estuprada e marcada antes de ser resgatada por Temujin, que parte com suas forças para a China. Ao longo do caminho, ele faz amizade com Kam Ling, um funcionário da corte de Pequim, que o apresenta ao imperador da China. Quando os Merkits ameaçam a Grande Muralha, Temujin e um exército de mongóis repelem a invasão e capturam Jamuga. O grato imperador dá a Temujin o título de Genghis Khan, mas se recusa a permitir que ele deixe a China, temendo que ele retorne como invasor.

Gengis Khan é alertado por Kam Ling de que o imperador organizou seu assassinato por Jamuga, e ele escapa para espalhar seu império pelo continente. Na Pérsia, ele derrota as forças combinadas dos Merkits e do Xá de Khwarezm e mata Jamuga em um duelo. Ferido mortalmente, Genghis Khan dá seu comando a seu filho, após ver realizado seu sonho de ter uma nação mongol unida.

imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta Henry Levin, a partir de um roteiro escrito por Beverley Cross e Clarke Reynolds, “Genghis Kahn” é um filme produzido em 1965. Sua trama, baseada numa estória de Berkely Mather, retrata a vida e as conquistas do famoso imperador mongol, Genghis Kahn, conhecido como o “Príncipe dos Conquistadores”.

A direção de Levin se mostra apenas razoável, embora consiga manter um bom ritmo, principalmente em sua segunda metade. Filmado na Iugoslávia, o filme apresenta belas paisagens graças à bela fotografia assinada por Geoffrey Unsworth.

No elenco, destacam-se as atuações de Robert Morley, Omar Sharif e Eli Wallach.

CAA