Filmes por gênero

NA VORAGEM DAS PAIXÕES (1963)

Toys in the Attic
imagem

Ficha Técnica

Outros Títulos: O segredo (Portugal)
Le tumulte (França)
La porta dei sogni (Itália)
Cariño amargo (Espanha)
Pasiones en conflicto (México)
Puppen unterm Dach (Alemanha)
Zabawki na strychu (Polônia)
Lek med elden (Suécia)
Pais: Estados Unidos
Gênero: Drama
Direção: George Roy Hill
Roteiro: James Poe
Produção: Walter Mirisch
Música Original: George Duning
Direção Musical: George Duning
Fotografia: Joseph F. Biroc
Edição: Stuart Gilmore
Direção de Arte: Cary Odell
Figurino: Bill Thomas
Guarda-Roupa: Angela Alexander, Dick James
Maquiagem: Loren Cosand, Frank Prehoda
Efeitos Sonoros: Gilbert D. Marchant
Nota: 8.2
Filme Assistido em: 1967

Elenco

Dean Martin Julian Berniers
Geraldine Page Carrie Berniers
Yvette Mimieux Lily Prine Berniers
Wendy Hiller Anna Berniers
Gene Tierney Albertine Prine
Nan Martin Charlotte Warkins
Larry Gates Cyrus Warkins
Frank Silvera Henry Simpson
Charles Lampkin Gus, biscateiro
Helen Kleeb Secretária de Warkins
Leonard Stone Funcionário do Hotel
Joe Gray Homem no Bar

Indicações

Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood, EUA

Oscar de Melhor Figurino em Branco e Preto (Bill Thomas)

Prêmios Globo de Ouro, EUA

Prêmio de Melhor Atriz em um Drama (Geraldine Page)

Prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante (Wendy Hiller)

Videoclipes

70 anos de cinema

Sinopse

Quando o indolente Julian Berniers retorna com sua noiva, Lily, para sua pobre casa em Nova Orleans, ele é saudado por suas adoradas irmãs solteironas, Carrie e Anna. Ele confessa que perdeu sua fábrica de sapatos em Chicago, mas insiste que, mesmo assim, continua rico. Na ocasião, ele as presenteia com presentes caros, incluindo duas passagens para a Europa. Carrie, possuída por um incestuoso amor pelo irmão, se mostra feliz, enquanto Anna, desconfiada, não entende por que ele se recusa a explicar a fonte de sua súbita riqueza.

Além disso, Lily suspeita de que ele tenha estado com outra mulher. Quando a Sra. Albertine Prine, mãe de Lily, chega com seu confidente negro, Henry Simpson, para visitar a filha, Carrie ouve quando eles discutem a respeito de um negócio envolvendo terras entre Julian e Charlotte Warkins, uma de suas amantes, no qual o marido de Charlotte foi enganado. Ressentida, Carrie estimula Lily a telefonar para o Sr. Warkins e expor o que ocorrera.

Como resultado, Julian e Charlotte são atacados por homens contratados por Warkins, sendo espancados e roubados. Ao retornar para casa, agredido e ferido, Julian sente a felicidade estampada no rosto de Carrie e, ao perceber que foi ela, e não Lily, quem o traiu, ele sai em busca de sua noiva. Por outro lado, percebendo que não há mais condições de conviver com sua irmã, Anna também decide ir embora, viajando para a Europa. Sozinha, Carrie fica a se iludir ao pensar que ambos voltarão um dia.

imagem

Comentários

Realizado pelo cineasta George Roy Hill, a partir de um roteiro escrito por James Poe, “Na Voragem das Paixões” é um filme norte-americano produzido pelas empresas The Mirisch Corporation e Meadway-Claude Productions Company em 1963. Sua trama, baseada num peça de Lillian Hellman, fala de uma família americana marcada por muitos segredos escondidos.

Embora não seja extraordinária, a direção de George Roy Hill se mostra razoavelmente segura, no que é ajudado pela boa fotografia em Panavision a cargo de Joseph F. Biroc.

No elenco, Geraldine Page e Wendy Hiller brilham em seus respectivos papéis, seguidas pelos ótimos desempenhos de Dean Martin, Gene Tierney e Yvette Mimieux.

CAA